terça-feira, 25 de março de 2014

O PAPA - IGREJA CATÓLICA - CATEQUESE - RENUNCIA

Entenda o que acontece com Bento XVI após renunciar ao comando da Igreja Católica




O Papa Bento XVI deixa na próxima quinta-feira (28) o comando da Igreja Católica. Afasta-se do pontificado, mas não deixa para sempre o Vaticano. Apesar de o Direito Canônico prever a renúncia do pontífice, o fato de a história recente do catolicismo não ter vivenciado situação parecida deixa em suspenso detalhes que vão desde como Bento XVI será chamado, até como ele deverá se vestir.

Leia também

Papa poderá antecipar reunião do Conclave
Bento XVI permanece em retiro espiritual até o dia 23
Quatro latino-americanos estão na relação de candidatos à sucessão de Bento XVI
China quer melhorar relações com o Vaticano
Papa Bento XVI pede renegação do orgulho e do egoísmo

Já é certo que após oito anos à frente da hierarquia de uma das religiões com mais seguidores no mundo, Bento XVI deve se dedicar a viver em “contemplação e meditação” nas dependências da Santa Sé, em um regime voluntário em que aparições públicas serão mais raras.

Moradia

Às 17 horas do dia 28 de fevereiro, no horário de Roma, Bento XVI segue de helicóptero até a residência papal oficial de verão em Castelgandolfo, que fica cerca de 30km ao sul da capital italiana. Essa será sua residência provisória até que o mosteiro Mater Ecclesiae seja reformado.

O Mater Ecclesiae é o único mosteiro existente no Vaticano. Foi planejado por João Paulo II em 1992 como um local destinado aos que querem passar a vida em oração e contemplação.

O porta-voz do Vaticano, Federico Lombardi, garantiu em declarações à imprensa que Bento XVI não terá nenhuma influência sobre o próximo conclave – reunião de cardeais que escolherá o seu sucessor.

Nome

Bento XVI voltará a ser conhecido por seu nome original, Joseph Ratzinger? Essa também é uma pergunta ainda sem resposta. Alguns acham que ele continuará a ser chamado de Bento XVI em respeito à posição que já ocupou. Para Federico Lombardi, é improvável que ele continue a usar o título de cardeal, mas Bispo Emérito de Roma seria uma opção.

Anel de São Pedro

O Anel de São Pedro é parte oficial do vestuário de um Papa. O acessório, único para cada pontífice, é feito de ouro e apresenta o desenho de um pescador. A imagem gravada faz alusão a São Pedro, discípulo de Jesus.

Na cerimônia oficial de renúncia, o carmelengo – administrador do Vaticano – destrói o anel com um martelo. O mesmo será fundido para a confecção de outro anel para o novo Papa.

Princípio da Infabilidade

A condição de infabilidade é o princípio aplicado a um Papa que o investe de poder para decidir sobre os assuntos relacionados a fé e moral da Igreja Católica Romana. Nesse caso, quando o Papa aplica o seu poder de infabilidade não há presunção de erro. Ao renunciar, Bento XVI perde tal princípio.

* Edição: Priscila Ferreira
http://www.ebc.com.br/noticias/internacional/2013/02/entenda-o-que-acontece-com-bento-xvi-apos-renunciar-ao-comando-da-igreja-catolica

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.