terça-feira, 25 de março de 2014

RELIGIOES - DICIONARIO ECLESIAL

DICIONÁRIO ILUSTRADO DAS RELIGIÕES

5. Abreviaturas usadas neste Dicionário 1Cor = 1ª Carta aos Coríntios 1Cr = 1º Livro das Crônicas 1Rs = 1º Livro dos Reis 1Sm = 1º Livro de Samuel a.C. = Antes de Cristo, antes de nossa era Ap = Livro do Apocalipse Cl = Carta aos Colossenses d.C. = Depois de Cristo, depois de nossa era Dt = Livro do Deuteronômio Ef = Carta aos Efésios Etc = Et cetera (e as demais coisas) Êx = Livro do Êxodo Fl = Carta aos Filipenses Gl = Carta aos Gálatas Gn = Livro do Gênesis Is = Livro de Isaías Jo = Evangelho de João Jr = Livro de Jeremias Lc = Evangelho de Lucas Lv = Livro do Levítico Mt = Evangelho de Mateus Nm = Livro dos Números P. ex. = Por exemplo Rm = Carta aos Romanos Sl = Livro dos Salmos 6

6. ACÓLITO A mas igrejas. Hoje em dia, na ábside fica o altar ou o tabernáculo. Antigamente, nas grandes igrejas, ficava ali o tro- Abade no do *Bispo. - Do grego = cur- É o nome que se dá ao Supe- va, abaulamento. rior de alguns mosteiros masculi- nos. Nos mosteiros femininos a Absolvição Superiora recebe o nome de aba- Perdão dos pecados na *Con- dessa. - Do aramaico *Abba = pai. fissão: o cristão confessa, arre- pendido, seus pecados ao *sacer- Abba dote, como ao representante de Termo de raiz aramaica que Deus. Este, por sua vez, o recon- significa “pai”. No Novo Testa- cilia com Deus dando-lhe a ab- mento, Jesus e os cristãos o em- solvição. - Do latim “absolutio” pregam para dirigirem-se a Deus = absolvição, perdão. (cf. Mc 14,36; Rm 8,15; Gl 4,6). Abstinência Abraão Renúncia temporária ou to- Para os judeus, cristãos e tal ao alimento, aos estimulantes muçulmanos, Abraão é a primei- (bebida, fumo, sono, atividade ra pessoa que acreditou num sexual etc).
 Os adeptos de mui- Deus único (*Monoteísmo).
AS taIs religiões praticam a abstinêcia.
 *Bíblia hebraica conta que cia em certas épocas do ano, en- Abraão viveu em Ur na Caldéia, quanto os *monges e *monjas território situado no atual Iraque praticam-na sempre.
 - Do latim (Êx 12-25). Saiu de lá, confian- = contenção, reserva. do no Deus único, para chegar à terra de Canaã, que mais tarde Ações cultuais chamou-se *Israel. - Abraão é *Culto. tido como pai e patriarca de Is- rael. É improvável (*mito) que te- Acólito nha existido realmente. - Do É o assistente do *padre no hebraico = pai dos povos; mais culto católico. O acólito prepara corretamente = Deus é sublime. as ofertas para a *Eucaristia, e ajuda na distribuição da *Comu- Ábside nhão. O acolitato é um degrau Construção semicircular no para o sacerdócio. Os ajudantes coro ou no presbitério de algu- de missa também são chamados 7
7. ADÃO acólitos. Quando o acólito é cri- 1844. Como não aconteceu, seus ança, recebe o nome popular adeptos dividiram-se em diversos de “*coroinha”. - Do grego grupos. Ainda hoje há a *Igreja “akólitos” = acompanhante, ser- dos Adventistas do Sétimo dia. vidor. Eles guardam o *sábado como sétimo dia da semana, em vez do Adão *domingo. No mundo há 5 mi- A *Bíblia hebraica começa lhões e no Brasil cerca de cem com a história da criação do mil Adventistas. mundo por Deus, e dá o nome de Adão ao primeiro homem, Advento porque foi tirado da terra. Adão 1. Vinda de *Jesus Cristo é um nome genérico. Vale para como homem no meio dos ho- todos, homens e mulheres (Gn mens, celebrada no *Natal - 2. 2,4-25). - Do hebraico “adama” As quatro semanas que a prece- = terra. dem, durante as quais os cristãos se preparam para a festa do Na- Adivinho tal. - Do latim “adventus” = che- Aquele que pensa poder pre- gada. ver o futuro. Há diversas técni- cas para isso: leitura da mão, do AeO baralho, fusão de chumbo, inter- *Alfa e Ômega. pretação dos sonhos, búzios, bola de cristal etc. *Oráculo. Afrodite *Religião grega. Adonai Os judeus, por respeito, pro- Ágape nunciam “Adonai” em vez de Os cristãos exprimem o amor “*Javé” quando este nome apa- de Deus aos homens com essa rece na *Bíblia. - Do hebraico = palavra. As refeições comunitá- meu Senhor. rias dos cristãos são chamadas ágapes; nelas a união é forta- Adventistas lecida. - Do grego = amor. Membros de uma religião cristã que espera a volta iminen- Agenda te de
*Jesus Cristo à terra. Seu Livro onde estão anotadas as fundador, o fazendeiro William orientações para o bom andamen- Müller, havia profetizado a volta to do culto
*evangélico. - Do la- de Cristo para o ano 1843 ou tim = aquilo que deve ser feito.
8. ALELUIA Agni latim = aviso, prenúncio. Um deus do
*Hinduísmo. - Do hindu antigo = fogo. Aia Tolá Título de honra dado aos lí- Agnósticos deres *religiosos no *Islamismo Adeptos do agnosticismo. *xiita. - Do árabe = milagroso Segundo eles, não se pode pro- sinal de Deus. var nem negar a existência de Deus. Reconhecem que não sa- Alá bem quem é esse Deus. Eles não Deus, na linguagem árabe. são, portanto, nem ateus (segui- dores do *ateísmo) e nem cren- Alcorão ou Corão tes (que acreditam). - Do grego Livro sagrado do Islamismo “a-gnosis” = agnosticismo = não que, sem divisão aparente, con- saber nada. tém depoimentos sobre a Fé, ori- entações para o *culto divino ou Agnus Dei jejum, leis, orações e histórias. Cordeiro de Deus. Assim Em muitas histórias do alcorão *Jesus de Nazaré é chamado no encontramos personagens que *Novo Testamento (Jo 1,29). - 1. aparecem na *Bíblia (*Abraão/ No culto eucarístico há o canto *Ibrahim, José, *Jesus/Isa). Se- ou recitação do “Cordeiro de gundo a crença muçulmana, o Deus”, durante o qual parte-se a alcorão já estava presente em *Hóstia para simbolizar a morte Deus antes da criação do mun- de Jesus. - 2. Peça que contém do. Deus o foi revelando ao lon- cera benzida pelo Papa. - Do la- go de 23 anos através do anjo tim = Cordeiro de Deus. *Gabriel ao profeta *Maomé, que provavelmente nem sabia ler. Agouro Contou, porém, aos amigos o que Predição do futuro baseada ele viveu. Estes, após sua morte, no canto ou no vôo das aves. passaram tudo para a língua ára- Muitos pensam que, no vôo dos be. - Do árabe Qur’an = ler para pássaros, nas vísceras dos ani- alguém, recitar. *Sura. mais, nos sonhos, nas estrelas e até na borra do café, podem pres- Aleluia sagiar sua vida, sua conduta fu- Essa fórmula de louvor apa- tura. Encontram fundamento para rece freqüentemente nos cultos isso na doutrina sobre *magia. judaicos e cristãos. - Do hebraico Há bons e maus agouros. - Do = louvai, bendizei o Senhor! 9
9. ALÉM-TÚMULO Além-túmulo a 661 governou os *Umma como As religiões desenvolveram califa. Com ele surgiu a questão teorias bem diversas a respeito do se o sucessor de Maomé deve ser que acontece após esta vida. eleito dentre os seus adeptos ou Muitas acreditam que, também sair da família de Maomé. Essa depois da morte, há uma conti- questão dividiu os muçulmanos: nuação da vida: *Hades, *Ilha *xiitas e *alevitas cultuam Ali e dos bem-aventurados, *céu, *pa- seus descendentes como legíti- raíso. O Budismo preconiza a mos sucessores de Maomé. doutrina do *nirvana. Aliança Alevitas Promessa solene feita por Adeptos de uma comunida- Deus ao seu povo, conforme se de turca, que representa uma ala lê na *Bíblia hebraica, baseada especial do Islamismo. Os na confiança mútua e na respon- alevitas adotam a fórmula sabilidade. Deus oferece prote- *Shahada, mas não dão muito ção e assistência, mas espera obe- valor aos outros princípios de diência. Ofereceu sua aliança, *Pilares da fé. Em vez do *Salat, especialmente através de Noé, oram sem se importar com o tem- Abraão e *Jesus Cristo. Os Tes- po e lugar. Os alevitas rejeitam a tamentos da *Bíblia significam *Scharia. Ali e sua família são portanto, promessas de pertença muito cultuados pelos alevitas. mútua entre Deus e os homens. - Para os *sunitas, os alevitas não Do latim “testamentum” = últi- passam de uma *seita. - De *Ali, ma vontade, contrato, testamen- genro de *Maomé. to, acordo. Alfa e Ômega Alma A primeira e última letra do Princípio vital, sopro de vida alfabeto grego. Em nosso alfabe- que anima o corpo. Pessoas reli- to, a primeira letra é A, e a última, giosas acham que o homem não Z. Ambas as letras significam prin- se compõe somente de órgãos e cípio e fim. São símbolos de *Je- corpo, mas está cheio de um “so- sus Cristo, Princípio e Fim de tudo. pro vital” que o mantém vivo; que torna inconfundível seu es- Ali pírito, sua vontade, seu sentimen- Primo e genro de *Maomé. to; que faz dele um ser único. - Casou-se com sua filha Fátima. Daí se vê que há diversas manei- Viveu de 602 a 661 d.C. De 656 ras de interpretar o conceito 10
10. ANJOS “alma”. Algumas religiões acre- Amuleto ditam que, com a morte, corpo e Objeto para afastar alguma alma se separam, indo esta para infelicidade. Pode-se prendê-lo na Deus. - Do latim “anima”, do gre- roupa, no carro etc. Para muitos go “psyche” = alma. Daí vem o *teólogos, os amuletos não pas- termo Psicologia. sam de *superstição. - Do latim “amuletum” = meio de defesa. Altar Mesa para o *sacrifício, jun- Anglicanos to a qual se fazem diversas ora- Membros de uma *Igreja ções. Pode ser de madeira, pedra, cristã. - Depois que Henrique metal ou terra batida. Quase to- VIII (1509-1547) teve uma con- das as religiões têm seus altares. trovérsia com o *Papa sobre seu casamento, a Igreja da Inglaterra Alva separou-se da *Igreja Católica Vestimenta litúrgica, branca, Romana. Entre os próprios chegando até os calcanhares, usa- anglicanos há diferentes corren- da pelo celebrante na *missa e tes, num total aproximado de 70 outras cerimônias. Em muitos milhões de fiéis. países, usa-se mais a túnica. - Do latim “alba” = branca. Animismo Para os *peritos em religião Ambão representa a crença de alguns, Estante, estrado ou púlpito segundo os quais também as coi- artisticamente trabalhado, de sas têm alma, portanto vida pró- onde se proclama ou se lê a Pala- pria. Assim as pedras, as árvores, vra de Deus. - Do grego = lugar e os fenômenos da natureza, nobre. como raios, vento etc. - Do latim “anima” = alma. Amém Palavra hebraica que signifi- Anjo da Guarda ca: verdadeiramente, assim seja, Segundo algumas religiões, assim é etc. - Pronunciada por cada pessoa tem um anjo dado judeus e cristãos no final das ora- por Deus, que a protege (Mt ções como confirmação do que 18,10). foi dito. Anjos Amor Em diversas religiões, inter- *Religião romana. mediários entre Deus e os ho- 11
11. ANO LITÚRGICO mens. - Do grego “angelos” = ro. Alguns povos começam o ano mensageiro. na primavera; outros, no verão; outros ainda, em datas variáveis, já que os meses são contados de acordo com a lua e não com o sol. Antepassados Pessoas que viveram antes de nós. Somente quem deixou des- cendência pode ser relacionado entre os antepassados. Quem morre criança, não. Em algumas *Religiões naturistas o culto aos antepassados ocupa um papel importante. Ano litúrgico Divisão do ano, não confor- Antigo Testamento me as estações, mas segundo as Para os cristãos é a primei- festas litúrgicas. Essas festas ra das duas partes da *Bíblia. baseiam-se na vida de Jesus, Para os judeus é a *Bíblia cujos acontecimentos principais hebraica. Nela está consignada são lembrados e celebrados no a história de Deus com seu povo correr do ano. Assim: No Na- (os *israelitas) em diversos es- tal, seu nascimento; na Páscoa, tilos: narrativas, orações, rela- sua ressurreição. O Ano tos, pregações etc. Os textos do litúrgico começa não no dia 1º AT surgiram num espaço apro- de janeiro, mas no 1º domingo ximado de mil anos. Para nin- do Advento, isto é, quatro se- guém pensar que, “Antigo Tes- manas antes do Natal. - Tam- tamento” quer dizer antiquado bém nas outras religiões há coi- e ultrapassado, usa-se mais a sa semelhante. expressão “Primeiro Testamen- to”. *Aliança. Ano Novo Primeiro dia do ano. Feriado Anti-semitismo na maioria das religiões. O iní- Termo disfarçado para sig- cio do ano significa novas nificar “hostilidade aberta con- chances. Por outro lado, a manei- tra os judeus”. São “anti-se- ra de contar difere; nem todos mitas” todos os esforços para começam o ano dia 1º de janei- prejudicar os judeus: piadas, 12
12. ARCA DA ALIANÇA danos nas *sinagogas ou nos Apócrifos seus cemitérios, ataques pes- Escritos parabíblicos que não soais etc. O anti-semitismo atin- foram incluídos na lista oficial giu o auge no extermínio siste- dos livros da Bíblia (canônicos). mático dos judeus pelo Nacio- - Do grego “apokrypha” = escri- nal-Socialismo ou Nazismo. tos ocultos. *Holocausto. - Anti = contrário. - “Semitas” = grupos lingüís- Apolo ticos e populares da Ásia Menor. *Religião grega. “Anti” = contra. Apologista Antroposofia Estudioso em religião que Segundo a idéia desenvol- procura defender sua fé contra vida por Rudolf Steiner (1861- acusações, preconceitos e infor- 1925), os conhecimentos ex- mações falsas dos adversários. - traídos do mundo supra-sensí- Do grego = defesa. vel poderiam ser aplicados na arte, na medicina, na educa- Apóstolo ção. - Do grego = ciência do Amigo de *Jesus de Nazaré, homem. encarregado por ele de testemu- nhar e difundir sua mensagem no Apocalipse mundo. História, contada por várias religiões, tendo como tema o fim Arca da Aliança do mundo; que pode acabar com Sacrário dos *israelitas. - fogo ou com água; um juiz uni- Nesse sacrário ou caixa dourada, versal poderá julgar os homens, feita de acácia preciosa, foram e assim por diante. Os autores guardadas as tábuas nas quais dos Apocalipses julgam ter um *Moisés escreveu o *Decálogo. dom especial para prever o fu- A arca da aliança era venerada turo. Dizem, p. ex., que o pró- pelos israelitas como sinal visí- prio Deus lhes mostrou o fim do vel da presença de Deus. Recor- mundo. - O Apocalipse de João dava a *aliança de *Javé com seu Evangelista do *Novo Testamen- povo. Mais tarde o rei *Davi to tem outra linguagem. No meio mandou levá-la para o *Templo de tantas lutas, aparece no final de *Jerusalém. A arca perdeu-se a figura do Ressuscitado vito- por ocasião da saída forçada dos rioso. - Do grego = descoberta, israelitas para o *cativeiro revelação. babilônico. 13
13. ARIANISMO Arianismo Do hindu antigo “asrama” = ere- Doutrina professada por mitério. Ario, segundo o qual Jesus não é Deus, mas um ser criado por Ele. - Conforme a *Fé cristã, *Jesus de Nazaré é Homem e Deus ao mesmo tempo (*Trindade divi- na). Ario viveu no século IV e tem seguidores até hoje. O *Con- cílio de Nicéia decidiu-se contra ele, ensinando que Jesus é Deus e Homem verdadeiro. *Natal. *Encarnação. Ascensão Subida para o céu. Em di- versas religiões há narrativas Astecas de pessoas que “viajaram” para Habitantes do México mon- Deus ou para os deuses no tanhoso, mil anos atrás. Em sua *céu. Alguns voltam para a ter- religião vigorava o costume de ra, enquanto outros ficam por sacrificar vítimas humanas; o lá (Elias 2Rs 2,11). Na Bíblia coração era extraído quando ain- somente se encontram histó- da vivas. *Xipe Totec. rias de arrebatamentos. Não se fala das “estações” da viagem. Astrologia - Não confundir essas narrati- Predição do futuro pela po- vas com a Ascensão de Jesus sição dos astros. - Muitos acre- ao céu. - Do latim “ascensio” ditam que os astros podem in- = subir. fluenciar no destino das pessoas e no curso das coisas (horósco- Ascese pos). Acreditam que há relação Significa treinamento, esfor- direta entre as constelações do ço. *Abstinência. - Vem do gre- firmamento e os acontecimentos go. daqui da terra. O estudo desses fenômenos chama-se Astrologia. Ashram Não confundir Astrologia com Região de *mosteiros na Ín- Astronomia (estudo que trata da dia, onde vivem na sua maioria constituição e dos movimentos *eremitas hindus ou *monges. - dos astros, sem relacioná-los com 14
14. BABEL o comportamento humano). - Do - Do latim “Ave, Maria!” = ale- grego = ciência dos astros. gra-te, Maria! A. T. Ázimos Abreviação de *Antigo Tes- Pães assados sem fermento tamento. ou levedura. Utilizados durante a *Páscoa judaica. Ateísmo Corrente que nega a existên- cia de Deus. - Do grego “atheist” = sem Deus. B Athos Montanha situada na Penín- Baal sula grega de Calcedônia, junto No mundo bíblico, designa- ao Mar Mediterrâneo. Ao seu re- ção para divindades cultuadas em dor, num espaço determinado, determinados lugares. A divinda- encontram-se os *mosteiros para de era considerada proprietária da *monges *ortodoxos. Mulheres e fonte, árvore ou cidade, onde era animais fêmeas não podem ter invocada. Havia numerosos acesso a essa montanha monacal. Baais, tidos como deuses da fer- tilidade. Os *profetas de *Israel Ãtman No combateram o culto a Baal como *Hinduísmo, a parte do ho- um desvio do Deus único. - Do mem que sobrevive à morte. - Do hebraico = senhor, proprietário. antigo hindu = si mesmo, alma, respiração, hálito. Babel Cidade da Babilônia. Essa Atom cidade está situada junto ao rio *Religião egípcia. Eufrates. Para os *israelitas Babel era a corporificação da Aurora descrença, dos maus costumes e *Religião romana. da arrogância humana. A esse res- peito assim reza a história da Ave, Maria construção da torre: Os habitan- No *Novo Testamento o tes de Babel queriam construir *anjo do Senhor assim saúda uma torre que chegasse até o céu. *Maria (Lc 1,42). Hoje é, prati- Deus barrou esse plano, confun- camente, uma *oração católica. dindo as línguas: De repente cada 15
15. BABISMO qual começou a falar uma língua versal faz parte dos objetivos dos diferente, e daí não se entendiam baha’is. É difícil calcular o nú- mais (*Gênesis 11,1-9). Hoje a mero de seus membros; no mun- mesma cidade chama-se Kerbela do todo pode haver de três a qua- e situa-se no Iraque. - Do he- tro milhões de baha’is. braico = confusão. Bairam Babismo Nome turco para as duas fes- *Baha’ismo. tas principais do Islamismo, a *Festa do sacrifício e a *festa do Bach, Johann Sebastian (1685- açúcar. 1750) O mais importante composi- Bar-Mitzvá tor alemão da idade barroca. Foi No antigo *Judaísmo o organista, mestre-capela e *can- rapazinho atinge a maioridade tor na igreja de Santo Tomás em religiosa aos 13 anos, assumindo Leipzig. Além de muitas obras então todos os direitos e deveres profanas, compôs famosas peças de um cidadão judeu. No 1º *sá- religiosas, entre as quais, várias bado após completar 13 anos, ele centenas de *cantatas, a *Paixão faz pela primeira vez na *sina- de Mateus e João, *oratório de goga a leitura da Torá, encerran- Natal. do-se o dia com uma grande fes- ta. - Do grego = “filho do dever”. Baco *Bat-Mitzwá. *Religião romana. Baha’ismo Religião de âmbito mundial, baseada nos ensinamentos do persa Mirza Hussayn-Ali Nuri (1817-1892). Apresentou-se como “o esplendor de Deus” que na língua persa signifi- ca “Baha’u’llah”. A religião Barrete “Baha’i” é *monoteísta e acredi- Chapéu litúrgico de quatro ta que Deus se manifesta através bicos, usado antigamente pelos de diversos profetas (*Jesus e sacerdotes católicos. - Do latim *Maomé também podem cha- “biretum” = gorro, ou chapéu mar-se Baha’u’llah). A união uni- plano. 16
16. BAT-MITZWÁ Basílica giosas. Diferem de opinião, po- Denominação dada às igrejas rém, quanto à idade: Quando mais notáveis pela sua antigüida- criança? Quando adolescente ou de, tamanho e magnificência. Na jovem? Ou somente quando Roma antiga a basílica era um adulto? - Do antigo alemão edifício com átrio espaçoso que “toufen” = mergulhar. *Padri- servia para mercado, tribunal e nho. lugar de encontros. A partir do sé- culo IV, essa construção passou Batistas a ser modelo para as primeiras *Cristãos *evangélicos que Igrejas cristãs. Com os novos es- enfatizam a livre decisão na es- tilos arquitetônicos, desenvol- colha da fé. Por isso somente se veu-se mais e mais o modelo bá- batizam os adultos, e jamais as sico. crianças. O movimento come- çou depois de 1600 na Holanda, Basmala Inglaterra e Estados Unidos. Ou Bismillah. Belo enfeite Hoje há no mundo inteiro cerca das palavras “em nome de Deus”, de 30 milhões de Batistas. Um com as quais começa cada *sura dos mais conhecidos é o Pastor do *alcorão. - Do árabe = em Martin Luther King, que se nome de Deus. posicionou a favor dos direitos dos negros nos EUA. Os Batis- Batismo tas pertencem ao grupo das Em todas as Igrejas cristãs o *Igrejas livres. - Do grego Batismo é o primeiro *sacra- “baptisma” = mergulho, lava- mento a ser administrado. Rea- gem, batismo. liza-se mediante a infusão da água (na cabeça), ou imersão (da Bat-Mitzwá pessoa) na água. Após chamar o No *Judaísmo a menina batizando pelo nome, o cele- atinge a maioridade religiosa aos brante diz: “Eu te batizo em 12 anos, assumindo então todos nome do Pai e do Filho e do Es- os direitos e deveres de uma mu- pírito Santo”. Segundo a crença lher judia. Em algumas comuni- dos cristãos, através do Batismo dades judaicas a celebração do a culpa toda é perdoada. O acontecimento é semelhante ao neobatizado é recebido na *Igre- *Bar-Mitzvá dos meninos: No 1º ja. - Hoje em dia muitas Igrejas sábado após completar 12 anos, aceitam o Batismo administra- faz pela primeira vez na *sina- do em outras *Confissões reli- goga a leitura da *Torá, o que 17
17. BELÉM na maioria das comunidades ju- tos, animais, produtos da agri- daicas somente lhe é permitido cultura. Freqüentes vezes dá-se nesse dia, depois nunca mais. No à bênção uma importância *má- fim da cerimônia faz-se uma gica. grande festa. - Do grego = filha do dever. Beneditinos *Ordem religiosa *católi- Belém ca. Remonta ao monge italiano Cidade da Palestina. Ter- Bento de Núrsia (480-547). Ben- ra natal do rei *Davi, confor- to fundou o *mosteiro de Mon- me a *Bíblia hebraica, e de tecassino e escreveu um regu- *Jesus, segundo o *Novo Tes- lamento para seus monges. É a tamento. Belém significa “casa famosa “Regra de São Bento”, do pão”. que logo se difundiu por todos os países cristãos. O lema da Ordem Belzebu é “Ora et labora” (Reza e traba- Assim se chamava antiga- lha). mente um deus dos filisteus, povo vizinho dos *israelitas. Mais tar- Bezerro de ouro de Belzebu tornou-se sinônimo A *Bíblia hebraica conta- de demônio. - Do hebraico = se- nos que *Moisés subiu o monte nhor dos vôos. Sinai para receber de Deus o *Decálogo. Durante sua ausên- Benares cia alguns *israelitas im- Ou Varanasi (do inglês); pacientaram-se e fizeram para cidade santa dos *hindus, situ- si uma estátua de ouro, repre- ada às margens do rio *Gan- sentando um bezerro, e adora- ges. Lá os peregrinos banham- ram-na. Isso representou um re- se no rio sagrado para se puri- trocesso da sua crença no Deus ficar, conforme um rito deter- único. Pois também seus vizi- minado. nhos, os cananeus, adoravam um touro (*Baal). Para ridicu- Bênção larizar, a Bíblia fala de um “be- Invocação solene a Deus zerro” em contraposição com o pedindo a *salvação ou cura. “touro” dos cananeus. Moisés Em geral a bênção tem fórmula destruiu a estátua e mandou fixa. Todas as religiões pos- matar muitos de seus ado- suem bênçãos próprias. Podem radores. ser abençoados: pessoas, obje- 18
18. BÍBLIA HEBRAICA rentes autores colaboraram na redação da Bíblia. Os 73 livros foram escritos ao longo de um período de mil anos. Para os *ju- deus e *cristãos é o próprio Deus quem fala na Bíblia. Os *judeus e *cristãos veneram a *Bíblia hebraica como sendo a “Palavra de Deus”. Essa parte (Bíblia hebraica) é denominada “Antigo (ou Primeiro) Testamento”, por- que depois acrescentam o “Novo Testamento”. Nele se encontram os *Evangelhos que falam de *Jesus de Nazaré, os Atos dos Apóstolos, as Cartas dos *Após- tolos e o *Apocalipse de João. - Do grego = livros. Bhagavad-Gita *Escritura Sagrada dos Bíblia hebraica hindus. - Significa “Hino ao Escritos Sagrados dos judeus, Excelso”. abrangendo 24 livros, que cons- tituem a parte original da Bíblia. Bhagwan Os textos foram concluídos, reu- Esse título honorífico é apli- nidos e classificados nos dois úl- cado ao deus hindu Krishna, timos séculos a.C. Foi definido *Buda e outros. Na verdade até então quais livros fazem parte ou mestres modernos *hindus enfei- não do acervo bíblico. - Os livros tam-se com esse título de honra. podem ser divididos em três par- - Do antigo hindu = excelso. tes: *Torá ou Pentateuco (os cin- co livros de Moisés); livros pro- Bíblia féticos; escritos que compõem a A Bíblia é uma coleção de literatura religiosa (*Salmos, sen- textos, os mais diversos: Nela se tenças, livro de *Jó, Cântico dos encontram testemunhos de fé, Cânticos, e outros). - Mais tarde meditações religiosas, orações, os cristãos acrescentaram seus narrativas, trabalhos históricos, escritos sagrados (*Evangelhos, normas para o *culto divino e a Cartas de Paulo, e outros), dan- vida de cada dia. Muitos e dife- do a essa coleção o nome de 19
19. BISPADO *Novo Testamento. Aos outros Bodhisattva livros deram o nome de *Antigo No *Budismo, aquele que já Testamento. Tem mais sentido poderia entrar no *nirvana por- chamá-lo de “Bíblia hebraica”. que alcançou a *iluminação, mas Para os judeus ela não é coisa continua neste mundo sofredor velha que somente ganha impor- até que todos sejam remidos. tância acrescentando-se-lhe o “Bodhisattva” é aquele “cujo ser novo (Testamento). *Apócrifos. já é iluminação” mas priva-se voluntariamente de entrar no Bispado nirvana. - Do hindu = árvore da Circunscrição territorial sob iluminação. a responsabilidade de um *Bis- po. Brahma Deus supremo dos hindus, Bispo criador do universo. Entretanto, Aquele que, no Cristianis- no dia-a-dia do hindu, é menos mo, dirige uma circunscrição cultuado que os outros deuses. eclesiástica, um *bispado cató- lico, uma *diocese ou uma *igre- ja evangélica. - Do grego “epis- kopos” = supervisor, coorde- nador. Bode expiatório No antigo *Israel, por ocasião do *Yom Kippur (Dia da expia- ção), era costume o *sumo sacer- dote descarregar simbolicamente num bode todos os pecados do povo. Depois tocava-se o animal para o deserto, onde devia mor- rer. Com isso os israelitas julga- vam-se purificados da *culpa. Brahman No *Hinduísmo é a força que Bodhi tudo vivifica, mais exatamente, Figueira, árvore da Ilumina- “o Princípio absoluto, Funda- ção dos hindus. Buda recebeu a mento de tudo o que existe, en- Iluminação quando estava assen- fim, a suprema Realidade”. Todo tado à sombra de uma figueira. o hindu aspira ao conhecimento 20
20. CABEÇA COBERTA e à identificação com o Brahman. Budismo *Moksha, *Samsara. Nome da religião fundada por Buda e difundida no mundo Brâmane inteiro. Sua doutrina básica é: “A Pertencente à suprema *cas- vida é só sofrimento. Não há fe- ta do *Hinduísmo. Somente o licidade real”. *Buda aponta o brâmane pode tornar-se *sacer- *Caminho óctuplo como um guia dote hindu. para “apagar a sede de viver”. No caminho difícil para chegar lá, o Breviário homem deve libertar-se do circui- Livro com orações, salmos, to da vida. Quem conseguir apa- textos bíblicos e cânticos para gar a sede de viver e compreen- uso dos clérigos. É recitado em der a sua miserabilidade, esse diferentes horas do dia por *sa- pode escapar do eterno circuito. cerdotes católicos, membros de *Reencarnação, *nirvana. *Ordens religiosas e hoje em dia, por leigos também). - Do latim “brevis” = breve, curto (*Litur- gia das Horas). C Buda Título honorífico de Buda Cabala (560-480 a.C.), fundador do Bu- Corrente judaica originada dismo. Chamava-se primeira- nos séculos XII e XIII, no sul da mente, Príncipe hindu Siddhartha África e na Espanha. Conforme Gautama - Do hindu = o sempre o seguimento ou desprezo das acordado, o iluminado. orientações da *Torá, os judeus podem influir na maneira de Deus atuar no mundo e na luta contra o mal. - Do hebraico = tra- dição. Cabeça coberta Em muitas culturas está regu- lamentado o cobrir a cabeça, para homens e mulheres. Homens ju- deus usam um pequeno boné re- dondo (casquete, gorro, solidéu), que cobre uma parte da cabeça 21
21. CACHIMBO SAGRADO (*kipá). - No Cristianismo vigo- recem a Deus os seus dons. Caim rou durante muito tempo o costu- traz frutos do campo; Abel, ove- me das mulheres cobrirem a ca- lhas. Mas Deus não aceita a ofer- beça (1Cor 11,4-7). As noivas ta de Caim. O motivo dessa re- sempre trazem um véu ou chapéu. cusa não consta na Bíblia (Gn Durante a oração os homens tiram 4,3ss.). Caim fica tão irado e ciu- o chapéu (exceção: a *mitra). - mento que mata seu irmão. É Entre os muçulmanos também há amaldiçoado por Deus, mas con- normas semelhantes. O *alcorão, tinua vivendo sob a custódia di- não é muito claro, mas é tradição vina. no Islamismo que as mulheres cubram-se com o véu. Muçulma- Calvinismo nas rigorosas prescrevem vestuá- Corrente doutrinária criada rios diversos: o tschador - longo e por João Calvino. Desenvolveu e largo vestido que envolve o cor- defendeu pontos de vista sobre a po inteiro; o véu ou mantilha. - Os *Fé cristã, que não correspon- indígenas enfeitam-se com um diam aos ensinamentos da *Igre- cocar de penas durante seus cul- ja Católica. Um deles, principal- tos religiosos. mente, foi a predestinação, segun- do a qual Deus determina de an- Cachimbo sagrado temão quem irá para o *céu e Sinal da fé que deve haver quem se condenará após a morte. entre os índios Lakota. Fuma-se De acordo com o sucesso ou o fra- o cachimbo sagrado em todas as casso de suas obras, o homem já ocasiões importantes. Esse gesto pode concluir se está predestina- ritual une os índios com tudo o do ou não. Os seguidores de que existe. O mesmo que cachim- Calvino pertencem à Igreja refor- bo da paz. mada. A característica deles é a alegria no serviço e a disponibili- Cadish dade para o sacrifício. Grande oração de louvor que os judeus recitam durante o *en- Calvino terro de alguém. João Calvino (1509-1564) foi um *reformador, atuando princi- Caim palmente em Genebra. Filho do primeiro casal *Adão e Eva, segundo a narra- Caminho óctuplo ção da *Bíblia hebraica. Tem um *Buda passou oito regras de irmão de nome Abel. Ambos ofe- vida para seus seguidores. Eles 22
22. CARDEAL devem esforçar-se para chegar: 1. louva a Deus pelas obras da cria- ao reto conhecimento; 2. ao reto ção e as chama de irmãos e ir- pensamento; 3. à palavra reta; 4. mãs (irmão fogo, irmã água etc.). à ação reta; 5. à reta vivência; 6. ao reto esforço; 7. à reta vigilân- Cantor cia; 8. ao reto recolhimento. Es- Já no século X esse era o sas normas de vida têm o nome nome do regente do *canto de caminho, porque apontam o gregoriano. Mais tarde assim se caminho da vitória final sobre o chamou o mestre-capela e profes- sofrimento. sor de música, responsável pelo canto da igreja. - Ainda hoje cha- Canonização mam-se “cantores” os que sus- Inclusão de alguém no tentam o canto ou fazem parte do cânone ou lista dos santos. - Uma coral. - Também na *sinagoga há pessoa, cuja vida é modelo para o cantor (chasan em hebraico), todos os cristãos, pode ser cano- aquele que entoa ou começa a nizada solenemente (inscrita na oração em comunidade. lista dos santos) pelo Papa. - Até o século XI as canonizações eram Capela feitas pelo povo, segundo praxe Pequena igreja, oratório ou da Igreja. Assim foi com São recinto numa casa reservado Martinho, São Nicolau, e tantos para o culto religioso. - Grupo de outros. - A partir daí começou a músicos e cantores de uma igre- ser feita uma seleção através de ja. O mesmo que coral. processo canônico. Capelão Cantata No Catolicismo, zelador de Peça musical acompanhada uma capela (*sacerdote ou *lei- por solistas, coro e instrumentos. go), no lugar do *pároco. - Do No tempo de Johann Sebastian latim “capellanus” = capelão. *Bach, a cantata era a modalida- *Capela. de principal da música *evangé- lica. - Do latim “cantare” = can- Cardeal tar. Prelado da Igreja Católica, membro do Sacro Colégio Cântico do sol Pontifício, assessor do Papa. Os Famosa oração em forma de Cardeais são conselheiros e co- poema, atribuída a *Francisco de laboradores do Papa, que também Assis (*Franciscanos), na qual os nomeia. Podem trabalhar em 23
23. CARISMA Roma ou presidir alguma Carnaval *diocese fora de Roma. Título Alguns dias de lazer e des- honorífico ou de mérito. - Do la- canso antes da *Quaresma (que tim “cardo” = gonzo, eixo prin- começa na Quarta-feira de Cin- cipal. zas). Em algumas regiões as pes- soas fantasiam-se, usam másca- Carisma ras, cantam e dançam nas ruas. No *Novo Testamento, dom Certas normas de convivência gratuito a serviço do bem co- social, aliás sempre válidas, dei- mum; não aprendido ou adquiri- xam de vigorar temporariamen- do, mas concedido diretamente te. - Talvez do latim “carovale” por Deus. - Do grego = dom da = adeus, carne. Porque antiga- Graça. mente os cristãos não podiam comer carne durante a Quaresma. Caritas Caridade, o mesmo que Carta “amor ao próximo”. - “Caritas”, Nos cultos começa-se com grande organização católica de essa palavra a leitura das Cartas ajuda. - Do latim “caritas” = do *Novo Testamento. amor, caridade. Cartuxos Carma Membros de uma *Ordem No *Hinduísmo, a soma das católica denominada Cartuxa. boas e más ações da pessoa. As Chama-se Cartuxa (Chartreuse más ações acarretam uma reen- em francês), porque foi nessa re- carnação pesada. gião da França que se instalou o primeiro mosteiro. Moram em Carmelitas celas individuais, dispostas den- Membros de uma Ordem re- tro de uma grande área. Ali os ligiosa, católica. Os precursores monges rezam, guardam silêncio dos Carmelitas viviam como e jejuam. Encontram-se na igre- ermitões no monte Carmelo, em ja apenas para os exercícios co- Israel. A Ordem foi fundada em muns e nunca saem do mosteiro. meados do século XIII. Segundo A Ordem foi fundada no século as Regras, seus membros devem XI por São Bruno. viver na simplicidade, oração e meditação, e ocupar-se com o Casta estudo, a cura pastoral e a Mis- Classe de pessoas conforme são. a origem, cor, profissão etc. - Em 24
24. CATIVEIRO BABILÔNICO alguns países há tanta exclusão, Catedral que as pessoas somente podem Igreja/sede do *Bispo ou bis- casar-se dentro de seu grupo so- pado. O mesmo que Sé. - Do gre- cial. - A Índia tradicional está di- go “cathedra” = cadeira, cadeira vidida em quatro castas princi- escolar. pais (sacerdotes, guerreiros, co- merciantes, camponeses) e nu- merosas subcastas. Muitos porém não pertencem a nenhuma dessas castas; é a massa sobrante que fica no degrau mais baixo da es- cala social. - Oficialmente, as castas foram abolidas na Índia moderna. Portanto, os hindus são todos iguais perante a Lei. Mas no dia-a-dia percebe-se que ain- Catequese da há barreiras. - Do português = Instrução sobre as verdades casta, raça. cristãs. - Do grego “katechein” = instrução oral. Catacumbas Corredores subterrâneos em Cativeiro babilônico Roma, utilizados pelos primeiros Exílio dos judeus na Ba- cristãos para sepultar seus mor- bilônia. Nabucodonosor, rei da tos e fazer reuniões. Babilônia, conquistou *Jerusalém no começo do século VI a.C., e Catecismo mandou deportar a nata dos Manual de ensino para expli- *israelitas para o sul da car a doutrina cristã. Em geral era Mesopotâmia. Esse foi um acon- redigido através de perguntas e tecimento decisivo para os respostas. *Catequese. israelitas, pois pareceu-lhes que *Javé tinha abandonado seu povo. Catecúmenos O que manteve o povo unido no Os que estão sendo instruídos estrangeiro, foi principalmente a na Fé cristã (*catequese) ou se observância da *Torá, do *sába- preparam para o *Batismo. Na do, e da *circuncisão. Em lugar Igreja evangélica, também cha- do *Templo, reuniam-se na *sina- mam-se catecúmenos os adoles- goga. Os *profetas Jeremias e centes e jovens que se preparam Ezequiel exortavam os israelitas para a *Confirmação. a permanecer firmes ao lado do 25
25. CATÓLICO Deus único. Javé mostrou sua fi- - Do latim “caeremonia” = ação delidade pois, no ano 538 a.C., o sagrada. rei Ciro autorizou a volta dos israelitas. Desde então, israelita e Céu judeu têm o mesmo sentido. É Tem muitos sentidos. Popu- mais correto falar exílio que cati- larmente, é a abóbada celeste, ou veiro babilônico. Exílio, palavra tudo o que rodeia a terra. Antes de origem latina, significa perma- que chegássemos aos atuais co- nência forçada fora da pátria. nhecimentos científicos sobre o sistema solar, havia outras teo- Católico rias a respeito das constelações Termo aplicado, as mais das que cercam nosso planeta (lua, vezes, no sentido de pertença à sol, estrelas). Imaginava-se Deus Igreja: É católico quem ou o que existindo num espaço muito afas- tem a ver com a Igreja católica. - tado da terra, que chamávamos Do grego “katholikos” = que de céu: “Céu é onde está Deus”. abrange e que atinge tudo. - Hoje entende-se assim: Estar no céu é estar junto de Deus. Sua Celebração presença misteriosa não está li- *Cerimônia. gada ao espaço nem ao tempo. Celibato Chanuca Renúncia ao casamento, para Festa judaica, que em geral cai *sacerdotes da Igreja Católica. no mês de dezembro. Os *judeus Somente nos séculos XI e XII comemoram nesse dia um aconte- essa lei tornou-se universalmen- cimento que se deu no ano 167 a.C. te obrigatória. Se um padre qui- O *Templo de *Jerusalém fora pro- ser casar-se, deve renunciar ao fanado por dominadores estrangei- ministério (laicizar-se). - Do la- ros, os selêucidas. O guerreiro tim “caelebs” = solteiro. *Judas Macabeu livrou, com seu povo, a cidade dos invasores e Cerimônia mandou sagrar novamente o Tem- Execução solene de um ato, plo, e de maneira solene. - O p. ex., do *culto divino. A ceri- *Talmude narra um fato prodigio- mônia pode ser executada con- so que deve ter acontecido nessa forme um roteiro prévio que festa: Havia no Templo uma quan- deve ser observado (*Liturgia). tidade de óleo *puro, suficiente Quem faz a cerimônia acontecer para alimentar os candeeiros do ordenadamente é o cerimoniário. Templo apenas por um dia. Entre- 26
26. CIRILO E METÓDIO tanto essa pequena quantia deu bém se diz “Ciência comparada para oito dias, tempo necessário das religiões”. para se providenciar óleo novo. Daí vem o costume de, durante os oito Cientologia dias da festa, acender-se uma vela Organização fundada em a mais num castiçal especial (que 1950 pelo americano Lafayette fica no meio). Chanuca também é Ron Hubbard (1911-1986), cujo chamada a “festa das luzes”. - Do objetivo é promover a auto-rea- hebraico = consagração. lização de todos. A doutrina e a técnica da cientologia não tem Chuppa nada a ver com a fé cristã. Essa Baldaquino usado nas festas organização se diz ser da Igreja de casamento dos *judeus. De- para ter isenção de imposto e po- baixo dele o casal realiza seu ca- der questionar a *liberdade reli- samento. giosa, protegida pelo Estado. Ciência das religiões Circuncisão Estudo das religiões. Assim Retirada do prepúcio. É pra- como a Medicina estuda o corpo ticada por judeus e muçulmanos, humano; a Geologia, a formação como também por outros povos e da terra; assim a “ciência das re- religiões. Muitas vezes é o sinal ligiões” investiga a origem e o do ingresso oficial na comunida- desenvolvimento das religiões no de religiosa. - Em algumas *cul- mundo. Para esse estudo utili- turas também mulheres e meni- zam-se os métodos e pesquisas nas são “circuncidadas”, retiran- de outras ciências: Arqueologia, do-se o clitóris e os pequenos lá- História, Línguas, Sociologia, bios. A circuncisão masculina ci- Psicologia etc. - Não é papel do catriza e tem um sentido de higie- estudioso das religiões avaliar a ne. A circuncisão feminina porém doutrina ou os *ritos de uma re- parece mais uma expressão ligião, pois não é *teólogo. Inte- machista. A cirurgia na mulher é ressa-se, antes, em estudar muito dolorida e arriscada. Com- “onde” e “por que” os diferentes promete consideravelmente o ape- grupos religiosos assemelham- tite sexual e acarreta grandes pro- se; quais diferenças são mais blemas por ocasião dos partos. acentuadas. - Cabe a essa ciên- cia levantar questões como esta: Cirilo e Metódio Como e por que a *religião mo- Irmãos gregos de Salonica. difica a vida das pessoas? - Tam- Viveram no século IX. Missio- 27
27. CISMA nários cristãos, traduziram a Bí- ou *freiras. - Do latim = ato de blia e a liturgia grega para a lín- fechar. gua eslava. Remonta até Cirilo a escrita “cirílica”, usada ainda Clero hoje na Rússia, Bulgária e Corporação dos clérigos: Sérvia. pessoas que ingressaram na clas- se clerical pela recepção das Or- Cisma dens Sacras. - Não se entra no Grupos que se separaram da clero por sorteio ou herança. Igreja Católica. Consideram-se Quem quer tornar-se clérigo deve católicos mas não querem obe- submeter-se a estudos e exames. decer ao *Papa. O maior cisma Após a aprovação do *Bispo, re- aconteceu em 1054 quando as cebe as *Ordens. - Do grego Igrejas ortodoxas do Oriente se- “kleros” = parte da herança, pararam-se de *Roma. - Do gre- patrimônio, posse da herança. go “schisma” = separação. Colarinho Cistercienses Tira de pano branca, que faz Membros de uma *Ordem parte da *veste talar dos *páro- católica fundada em 1098. Os cos *evangélicos. *monges, obedecendo a um re- gulamento rigoroso, levam vida Comunhão simples, de modo que nada os Recepção do Pão e do Vinho possa separar de Deus. - Do fran- (consagrados) na celebração cês “Citeaux”, lugar onde a Or- eucarística da Igreja Católica. - dem foi fundada. Do latim “communio” = comum união, comunidade. Civa (ou Xiva) Deus hindu. Forma uma trin- Comunidade dade com os deuses *Brahma e Grupo de fiéis da mesma *Vishnu. Representam o ciclo da crença ou ideal. Exemplos: Co- vida. Brahma é o criador de tudo. munidade judaica (*sinagoga), Vishnu conserva. Civa destrói: comunidade eclesial de base, co- Muita coisa deve desaparecer munidade evangélica etc. *Lei- para que o novo possa surgir. gos. *Clero. Clausura Comunidades de Base A parte do *mosteiro que é Comunidades *cristãs que acessível somente para *monges nascem da base. Chamam-se 28
28. CONFUCIONISMO oficialmente Comunidades Confirmação Eclesiais de Base (CEBs). En- Na Igreja evangélica, uma contram-se principalmente na festa de caráter pessoal, na qual América do Sul e em outros paí- o jovem torna-se adulto religio- ses do “Terceiro Mundo”, mas samente, com todos os direitos e também na Europa. deveres. - No Catolicismo, Sacra- mento da Crisma ou Confirma- Concílio ção, que é uma autenticação do Reunião dos Bispos católicos Batismo. - Do latim “confir- do mundo inteiro. O Concílio matio” = reforço. reúne-se nos grandes momentos da História, e delibera sobre Confissão questões de Fé e Disciplina da Auto-acusação oral dos *pe- Igreja. - Do latim “concilium” = cados. A confissão é praticada em assembléia, encontro. diversas religiões. Primeiramen- te pelos *cristãos, mas também Conclave nos *mosteiros *budistas. Na Após a morte do *Papa, os *Igreja Católica a acusação faz *Cardeais reúnem-se no *Vati- parte do *Sacramento da Peni- cano, em assembléia fechada, tência. para eleger o novo Papa. - Do la- tim = quarto fechado. Confissões religiosas Nas *Igrejas cristãs, comuni- Concordância bíblica dades cujo conteúdo doutrinário Lista alfabética dos vocábu- assemelha-se nos pontos essen- los que se deseja encontrar na ciais, embora possa divergir em *Bíblia. Lá se pode procurar, por questões acidentais. As maiores exemplo, em que livro, capítulo Confissões (ou Religiões) são a e versículo encontra-se a palavra católica, a evangélica e a orto- criança. - Do latim “concor- doxa. Não obstante o esforço pela dantia”. união, ainda se acham divididas em grupos diversos. - Do latim Concordata “confessio” = confissão. Acordo entre o *Vaticano e o Governo. A História registra Confucionismo diversos acordos ou concordatas Doutrina ética e política fun- havidos entre os Papas e os dada pelo filósofo chinês K’ung governantes. - Do latim = acor- Fu-tzu (em chinês: Mestre do, tratado. K’ung) ou Confúcio (551-479 29
29. CONGREGAÇÃO a.C.). Sua doutrina reunia idéias Congregação políticas e religiosas: Família e No Catolicismo: 1. Associa- Estado deveriam, antes de tudo, ção religiosa, cujos membros estar impregnados de estima e emitem os votos de pobreza, cas- justiça fraternas. Seu ideal era tidade e obediência. 2. Dicas- chegar ao “homem nobre”. No térios do Vaticano, em número de século III a.C. o Confucionismo quinze, para ajudar o Papa na tornou-se doutrina oficial e obri- coordenação da Igreja. - Do la- gatória na China. O imperador tim “congregatio” = assembléia, povo reunido. Congresso Mundial das Religiões pela Paz Associação de âmbito inter- nacional para, no diálogo e na *meditação, estudar o que as re- ligiões podem fazer em comum pela paz. Desde 1966 os repre- sentantes das *Religiões mundi- ais reúnem-se regularmente para essa finalidade. O nome oficial da entidade é: “World Confe- rence on Religion and Peace” era o celebrante do culto, pois não (WCRP). Também é consultora havia sacerdotes. Os *ritos, na ONU, Nova York, e na União direcionados principalmente para Européia, Bruxelas, em questões os *antepassados, eram executa- de religião. dos pelos funcionários do gover- no e pelos pais de família. Com Conselho Ecumênico a revolução chinesa de 1912 o das Igrejas Confucionismo deixou de ser re- Reúne mais de 200 Igrejas ligião do Estado. - Confúcio não cristãs diferentes, de todas as par- é visto como um deus no tes do mundo, quer evangélicos, Confucionismo, mas goza de ve- quer ortodoxos para refletir so- neração especial como “homem bre a união. Essa organização foi nobre”. Suas teorias são ensina- fundada em 1948 em Amsterdã das hoje, como dantes. Muitos (Holanda), e tem sua sede em procuram aplicá-las em sua con- Genebra (Suíça). Procura chegar duta de vida. a um denominador comum, ape- 30
30. COPTAS sar da diversidade de opinião dos Inglaterra, Suécia e em algumas seus membros no campo da regiões da Alemanha, onde a *Dogmática, *Liturgia, *Direito maioria continuou *evangélica. Canônico. A *Igreja Católica O conflito entre as forças católi- Romana não pertence oficial- cas e protestantes culminou com mente ao “Conselho Ecumênico a Guerra dos Trinta Anos (1618- das Igrejas”, mas há um trabalho 1648). em comum. Convento Conselho Supremo *Mosteiro. Tribunal de *Israel no anti- go Judaísmo. Reuniam-se em Conversão *Jerusalém sob a presidência do Mudança de Fé ou *Confis- sumo sacerdote, competente na são Religiosa. Exemplos: Sair da aplicação da Lei (*Torá). Com a Igreja Católica e passar para a destruição do Templo no ano 70 Evangélica, é conversão. Quem d.C., desapareceu também o Con- deixa o Islamismo e passa para selho Supremo. - Do grego o Judaísmo, converteu-se. São “synedrion” = reunião do Con- convertidos os que realizaram selho. uma conversão. - Do latim “con- versio” - virada, avanço, mu- Conselhos evangélicos dança. No Catolicismo, os três con- selhos baseados no Evangelho: Conversão Pobreza, Castidade e Obediência. Aceitação de uma religião ou Os membros de Ordens e Con- de uma nova crença. A conver- gregações Religiosas comprome- são deveria acontecer por livre tem-se a viver conforme esses iniciativa particular. Infelizmen- conselhos. te há também conversões força- das. *Liberdade religiosa. Contra-reforma Esforços feitos pela Igreja Coptas Católica para reconverter cristãos Membros da Igreja Copta, ou *comunidades inteiras que, ramo da Igreja *Ortodoxa. No pela *Reforma tinham-se torna- século VI os cristãos do Egito do *protestantes. Convocou-se o separaram-se da *Igreja Católi- *Concílio de Trento (1545-1563) ca Romana. Formaram uma Igre- para reorganizar a Igreja. A Con- ja nacional, própria, cujo pastor tra-reforma não teve sucesso na supremo também traz o título de 31
31. CORAL “Papa”. Com o domínio dos mu- Credo çulmanos sobre o Egito, do sé- O “credo” dos *cristãos con- culo VII em diante recebeu tam- tém um resumo daquilo em que bém o nome de “Igreja copta”, devem acreditar. Essa *profissão expressão árabe que remonta à de fé é proclamada nos *cultos. escrita antiga dos egípcios. Remonta ao século II. - Do latim “credo” = eu creio. Coral Grupo de cantores numa *co- Crepúsculo dos deuses munidade. - Canto gregoriano *Religião nórdica. (uma só voz), em contraposição ao canto orfeônico ou polifônico Cripta (mais vozes). - Do latim “cantus Galeria subterrânea em algu- choralis” = canto coral. mas *igrejas, utilizada para túmulo ou *capela. - Do grego Cordeiro de Deus “kryptos” = escondido debaixo. No *Novo Testamento, desig- nação para *Jesus Cristo (Jo Crisma 1,29). O cordeiro é figura de Je- *Sacramento administrado sus: Assim como os judeus ofe- pelo *Bispo aos jovens, hoje em reciam a Deus um cordeiro no dia. Através dele recebe-se o *Es- *Templo, também Jesus se ofe- pírito Santo. O Bispo impõe a rece a si mesmo ao Pai. *Agnus mão sobre a cabeça do crisman- Dei. do e unge-lhe a testa com o *óleo do Crisma. O crismado torna-se Coroinha “adulto” no sentido religioso, e é Ajudante, assistente, do *sa- recebido definitivamente na cerdote no culto católico. Sinô- *Igreja. Supõe-se que a Crisma nimos: Ajudante de missa, seja administrada junto com o acólito, auxiliar. Na maioria das *Batismo, que agora é assumido comunidades, os coroinhas são oficialmente. - Do latim “confir- meninos e meninas de nove anos matio” = confirmação, reforço. para cima, que ajudam às missas *Confirmação. e outras cerimônias. - Do latim “minister” = ajudante da missa, Cristãos servidor. Seguidores de *Jesus de Nazaré. Os discípulos de Jesus, Corpo de Deus judeus, foram chamados “cris- *Festa do Corpo de Deus. tãos” pela primeira vez na cida- 32
32. CRUZ de grega de Antioquia (At 11,26). vés da sagrada *Unção. - Do gre- Anunciaram *Jesus de Nazaré go = “o ungido” (em latim: como *Messias, “Christos” em Christus). grego. Daí em diante passaram a chamar-se cristãos. Crítica da Religião Análise das religiões. Essa Cristianismo análise é muitas vezes negativa. Conjunto, não somente dos Quem pensa, por exemplo, que a adeptos da Fé cristã, como tam- *religião não ajuda ninguém a bém daqueles que adotam o mes- viver, mas simplesmente oprime mo conteúdo de fé. Incluem-se os e embrutece, está exercendo uma adeptos de *Igrejas e *Confis- crítica negativa. Na época do sões como tais: *católicos, *pro- *Iluminismo eram principalmen- testantes, *ortodoxos, como tam- te os cientistas e filósofos que bém os membros das *Igrejas li- criticavam a religião como anti- vres. O Cristianismo é o maior quada e inútil. Ludwig Feuerbach movimento religioso da História. (1804-1872) achava que não foi - O conteúdo central do Cristia- Deus que criou o homem, mas foi nismo é a crença num Deus úni- o homem que fez Deus. Sigmund co, Criador do mundo, no qual Freud (1856-1939) via na religião judeus e muçulmanos também uma espécie de doença psíquica. acreditam. Esse Deus é um Deus E conforme Karl Marx (1818- amigo da humanidade. Os cris- 1883), a religião é boa unicamen- tãos acreditam que Deus falou e te como anestésico e “ópio do agiu de modo singular através de povo”. *Jesus de Nazaré, assim que eles vêem nele o próprio Deus. Jesus Crucifixo é cultuado no Cristianismo como *Cruz na qual Jesus é repre- o *Cristo. Anunciou o amor de sentado crucificado. - Do latim Deus a todos, e testemunhou esse “crucifixus” = aquele que está amor com a morte na cruz. E pregado na cruz. Deus o ressuscitou para a vida eterna. *Trindade divina. Cruz Dois madeiros, um atravessa- Cristo do no outro. Em muitas culturas, Os *cristãos veneram *Jesus há o *símbolo da cruz. No Cristi- de Nazaré como seu Rei e seu anismo, lembra o instrumento do Ungido. Antigamente os reis martírio de *Jesus Cristo. Esse eram investidos do cargo atra- madeiro não tinha formato de 33
33. CRUZ GAMADA cruz. Tinha, antes, a forma de um tarde, Jerusalém foi reconquista- T (t maiúsculo). A ligação entre o da pelos turcos muçulmanos. símbolo da cruz e o Cristianismo Houve ainda mais seis cruzadas, começa no século II. A cruz sim- todas com muitas perdas, termi- boliza os eixos do mundo e a li- nando sem êxito. Com a inten- gação entre o céu e a terra. ção de manter à distância os “ini- migos do Cristianismo”, muitos Cruz gamada pensaram em afastá-los da sua Antigo *símbolo do sol, di- terra. Assim muitos judeus euro- fundido por todo o mundo. No peus tornaram-se vítimas das cru- século XX foi usada pelos nazis- zadas. - Particularmente trágica tas como símbolo de seu despo- foi a “Cruzada das crianças”. Mi- tismo. lhares de crianças alemãs e fran- cesas partiram, em 1212, toma- Cruzadas das de fanatismo religioso, a fim Expedições militares prepa- de recristianizar Jerusalém. Que- radas na Europa Ocidental duran- riam ir de navio, saindo de Gê- te a Idade Média para enfrentar nova (Itália), ou de Marselha o domínio muçulmano na Pales- (França). Contudo a maioria mor- tina (assim chamava-se outrora a reu de fome ou de frio ou de *Terra Santa). Seu objetivo era doença no longo caminho até os restabelecer o livre acesso aos portos. Quem conseguiu chegar, *Lugares santos dos cristãos. - foi vendido como escravo. - Or- No ano 1070 os turcos tinham ganizaram-se também cruzadas conquistado *Jerusalém, e com semelhantes para aniquilar os isso, o túmulo de Cristo. O Papa *hereges. *Guerra santa. convocou os cristãos para uma guerra contra os *pagãos. Gran- Culpa des levas populares marcharam Sentimento de pesar por ter entusiasmadas sobre a Palestina, agido contra a consciência ou as mas foram aniquiladas. Organi- leis da *Moral. Numa palavra, zou-se uma cruzada (1096-1099) contra Deus. Podemos sentir-nos dirigida por Godofredo de culpados por termos feito o mal Bouillon. Seus cavaleiros prega- ou deixado de fazer o bem. A pes- ram uma cruz em sua armadura, soa deve estar livre em suas de- organizaram a expedição e parti- cisões para poder julgar-se cul- ram para Jerusalém, conseguin- pada. Deve ainda estar ciente da do recuperar a cidade para os sua responsabilidade *ética. As cristãos. Contudo, cem anos mais religiões podem influir na cons- 34
34. DAVI ciência e na moral de seus fiéis. Dança do sol Em diversas religiões há *ritos Grande *rito festivo que os que livram a pessoa da culpa. índios Lakota dos EUA celebram *Bode expiatório. *Dia da expi- anualmente no verão. Os homens ação. *Confissão. dançam durante quatro dias ao som de tambores, debaixo do sol Culto ardente, não comem nem bebem Orações, geralmente já pro- nada, e arrancam no fim um pe- gramadas, e ações rituais, leitura daço de carne do peito. Os Lakota da *Escritura Sagrada, oferta de acreditam que a dança do sol re- *sacrifícios (vítimas). O serviço nova o mundo e mantém os ín- divino, realizado na *sinagoga, dios unidos. *igreja, ou *mesquita, são ações cultuais. - Do latim = cuidado, Darma assistência. No *Hinduísmo, preceitos morais e religiosos que devem ser Culto divino observados. Celebração ou reunião religi- osa, com rito mais ou menos fixo, Datas pessoais consistindo em *oração, leitura Há certos momentos na vida das *Sagradas Escrituras e *pre- de alguém que têm significado gação, freqüentemente entre- especial porque marcam fases meado de *música, cânticos, dan- importantes. Assim: o dia do nas- ças (*Missa, *Prece muçulmana). cimento, da maturidade religio- sa, do casamento, da acolhida numa comunidade religiosa, o D convite para aceitar um cargo re- ligioso, a própria morte. Os adep- tos de várias religiões celebram esses acontecimentos com festi- Dalai-Lama vidades e celebrações marcantes. Título honorífico do chefe *Circuncisão, *Batismo, *Con- supremo dos *budistas do Tibete. firmação, *Crisma, *Ordenação, A sabedoria do Dalai-Lama é in- *Enterro. comensurável como o oceano. O Dalai-Lama é cultuado pelos bu- Davi distas como o *Bodhisattva. - Do Segundo rei de Israel (1000- tibetano e mongolês = mestre do 960 a.C.). Seu valor é ter conse- oceano. guido manter no povo a fé no 35
35. DECÁLOGO Deus único (*Monoteísmo). mal aos outros. - Do grego São-lhe atribuídos muitos *Sal- “daimon” = gênio do mal. mos (1Sm 16 até 1Rs 2; 1Cr 11- 29). Dervixe No *Islamismo, pessoas que Decálogo querem ficar totalmente unidas Os *Dez Mandamentos. Se- com Deus. Procuram consegui- gundo a *Bíblia hebraica, lo através de danças que levam *Moisés os recebeu no Monte ao *êxtase. Os dervixes vivem Sinai (Êx 20,2-17; Dt 5,6-21). em comunidades, semelhantes a um *mosteiro. - Do persa Decano “däruixe” = pobre ou peregrino. Dirigente de um território eclesiástico. O membro mais an- Deus tigo da comunidade. Sinônimos: Nessa palavra concentram-se Vigário regional, *superinten- as mais diversas concepções. As dente. - Do latim “decanus” = religiões monoteístas acreditam comandante de dez soldados. num Deus de poder infinito, supraterreno, “Pessoa” dotada de Delfos razão, vontade e sentimentos em Lugar da Grécia dedicado ao grau infinito. Ele é todo-pode- deus Apolo (*religião grega). roso, criou o mundo e participa Alguns séculos a.C. havia lá um da sua caminhada. Ele atua na *oráculo para atender pessoas marcha da História (*História da que desejavam conhecer o futu- Salvação), e se deixa invocar pe- ro. A sacerdotisa Pitonisa punha- los homens na *oração e no *cul- se em *êxtase, e respondia aos to. Quer a *salvação de todos, consulentes com frases desen- cujo objetivo final é voltar para contradas que um sacerdote in- Ele. Deus nunca foi visto por terpretava, usando expressões de alguém da terra, mas está pre- duplo sentido. sente em toda a parte, embora escondido. O *céu é estar com Demétrio Deus. - As religiões politeístas *Religião grega. (*politeísmo) adoram muitos deuses. Por isso cada um tem Demônios poder limitado e competência Deuses, espíritos ou poderes para determinada tarefa. - Ao que possuem quase só qualida- mesmo tempo há um sem núme- des negativas e procuram fazer ro de *teologias: sim, muitos 36
36. DILÚVIO deuses, mas um deles está mais Diaconisas alto que os outros. Outros acham Mulheres *evangélicas que que Deus criou o mundo, mas vivem em comunidade e ocu- depois se afastou desinteressada- pam-se com pessoas necessita- mente. - Do latim “Deus”. das. Têm vida semelhante às *freiras católicas. Se quiserem, Dez Mandamentos podem casar-se, mas deixam de Normas de vida que *Moisés ser diaconisas. - Do grego = recebeu diretamente de Deus no servidora. Monte Sinai, conforme a *Bíblia hebraica (Êx 20,2-17 e Dt 5,6- Diácono 21). Valiam para o povo de *Is- Já na *Igreja cristã primiti- rael, mas têm importância uni- va havia o ofício dos auxiliares versal para as *religiões no serviço à Igreja, aos enfermos monoteístas. Na Bíblia há diver- e aos pobres. Na *Igreja Católi- sas maneiras de enumerá-las. ca o diácono é uma pessoa orde- Seguem aqui, de maneira sucin- nada, que está um grau abaixo do ta, de acordo com a contagem *sacerdote. - Na *Igreja evangé- judaica: 1º Eu sou o Senhor, teu lica o diaconato está franqueado Deus. Ao meu lado não existe também para mulheres. Cha- nenhum outro deus. 2º Não faças mam-se diaconisas. - Do grego ídolos para ti. 3º Não abuses do = servidor. nome de Deus. 4º Guarda o dia de descanso. 5º Honra pai e mãe. Diáspora 6º Não mates. 7º Não destruas Grupos obrigados a viver nenhum casamento. 8º Não rou- fora de seu ambiente. É a situa- bes de ninguém. 9º Não mintas. ção de certas minorias religiosas. 10º Não pegues para ti o que Exemplos: Os *judeus na Alema- pertence a outro. - Do grego nha; os *protestantes na Itália; os “deka+logoi” = dez palavras. *muçulmanos na Nicarágua. - Do grego = “dispersão”. Dia da expiação *Yom Kippur. Dilúvio Grande inundação. Em algu- Diaconia mas religiões há o *mito, segun- Nome da maior organização do o qual existiam pessoas que evangélica de assistência, de não podiam continuar vivendo âmbito mundial. - Do grego por causa de seus *pecados, ou “diakonos” = serviço. pela incapacidade de cultuar de- 37
37. DIOCESE vidamente os deuses. Por isso Domingo de Ramos veio um dilúvio que destruiu a No Catolicismo, o Domingo vida, mas deixando a possibili- que precede a *Páscoa. Come- dade para recomeçar (*Gênesis, mora-se nesse dia a entrada de 6-8). *Gilgamesh. *Jesus de Nazaré em *Jerusalém, conforme o *Evangelho (Jo Diocese 12,12-16). Nesse dia benzem-se Território eclesiástico sob a os ramos, que depois são levados jurisdição do *Bispo (*Bispado). para casa e colocados junto de um - Do grego = dioikesis. *crucifixo. Dionísio Domingo *Religião grega. Dia festivo para os cristãos. O *Novo Testamento narra que, Direito eclesiástico num domingo de manhã, algu- Conjunto de leis que regula- mas mulheres foram testemunhas mentam a vida interna da Igreja. da *ressurreição de *Cristo. Por As Igrejas criaram leis próprias isso, desde os primeiros tempos, que regulam a maneira como os os cristãos reúnem-se aos domin- fiéis devem relacionar-se, e como gos para celebrar o *culto divi- deve ser esse relacionamento no. Na antigüidade cultuava-se o com as outras comunidades reli- sol nesse dia. giosas. Dominicanos Dispensa Membros de uma Ordem Na *Igreja Católica, libera- Religiosa católica, fundada no ção de um compromisso religio- século XIII pelo espanhol Do- so ou eclesiástico. mingos de Gusmão. O carisma dos Dominicanos, chamados Divali também de Pregadores, é a pre- Festival das luzes na Índia, gação e o estudo da *Teologia. celebrado em outubro. Há também o ramo feminino, que são as Dominicanas. Dogma Entre os *cristãos, um artigo Druidas imutável de fé. Exemplo: Jesus é *Sacerdotes da religião dos Filho de Deus. Plural: Dogmas. - celtas. Os celtas eram um povo Do grego = opinião, sentença, que viveu na Europa Central, In- tese. glaterra e Irlanda, do século VI 38
38. ELÍSEOS, CAMPOS a.C. até o início da nossa era. - ecumênicos, *jornadas de estu- Da língua celta = que tem conhe- dos, debates etc. - Do grego cimento firme. “oikoumene” = terra/mundo. Drusos Eda Um dos diversos grupos me- Coletânea de poemas, *mitos nores que se separaram do e lendas dos heróis escandinavos. *Islamismo no correr do tempo. *Religião nórdica. Eles estão esperando um salva- dor (o *Imã que deve vir). Seus Éden adeptos, em número de aproxi- Conforme a *Bíblia hebrai- madamente 250.000, estão con- ca, região indeterminada, onde centrados mais no Líbano, na estava situado o *paraíso, o Síria e em Israel. “jardim do Éden” (Gn 2,8). - Éden vem do hebraico = “de- Du’a lícia”. No *Islamismo, significa a oração livre e individual do mu- Edito çulmano, em contraposição à Na História das Igrejas, lei ou *Prece muçulmana, cujo cumpri- parte da lei que regulamenta al- mento é rigorosamente prescrito guma coisa. - Do latim “edictum” (*salat). - Do árabe = desejo de = ordem, prescrição, edital. bênção, oração. Elias Profeta dos *israelitas. Os E *judeus acreditavam num Deus único. Mas essa crença sofreu mudanças. Na *Bíblia hebraica se lê que os israelitas sempre se Ecumenismo voltaram para os deuses *Baal, Movimento que procura unir adorados pelos povos vizinhos. as Igrejas cristãs. O termo apli- Elias anunciou-lhes um só e úni- ca-se aos esforços das diversas co Deus de Israel, *Javé. Ele pro- Igrejas para descobrir o que elas punha o *monoteísmo. - Do têm em comum, e em quais pon- hebraico = meu Deus é Javé. tos discordantes podem tentar uma união, respeitando-se as ori- Elíseos, Campos gens de cada uma. Nessas tenta- Na *religião grega, é o lugar tivas incluem-se os cultos dos bem-aventurados na mansão 39
39. EMANUEL dos mortos, o *Hades. Uma es- to freqüente o sepultamento pro- pécie de *paraíso. priamente dito, isto é, a deposição do cadáver debaixo da terra. Emanuel Nome do filho de uma vir- Epicuro gem, cujo nascimento foi anun- Filósofo grego (341-270 ciado pelo *profeta Isaías (Is a.C.). O núcleo de sua doutrina é 7,14). Sua vida deve ser de im- a felicidade individual, que deve portância notável. Emanuel é ser alcançada através de uma vida nome honroso do *Messias. de prazer e alegria. Todos deve- riam poder viver na liberdade, Encarnação sem sofrer dor. Epicuro queria Segundo o Cristianismo, *Je- tirar da pessoa o pavor da morte sus Cristo é Deus e Homem ver- e o medo dos deuses, cujo culto dadeiro. Tomou carne humana ele depreciava. para trazer o *Evangelho ao mun- Epifania do. - Do latim = encarnar-se. Festa cristã celebrada popular- mente no dia 6 de janeiro; pela Encíclica Liturgia no domingo após a festa Documento mais ou menos da Sagrada Família. Os cristãos extenso do *Papa, dirigido direta- dizem: “A glória de Deus manifes- mente aos Bispos, depois aos fiéis tou-se a todos os homens”. O sen- da Igreja Católica, e a todos os ho- tido da festa é este: O *Messias mens de boa vontade. Nessas car- revelou-se não somente aos *ju- tas o Papa expõe sua posição so- deus, mas a todos os homens. Os bre diversas questões de Fé e Mo- “três reis”, que vieram adorar *Je- ral. - Do grego/latim “encyclica”, sus no presépio, deixam-no enten- “epistula” = carta circular. der claramente. O *Novo Testa- mento fala de “alguns magos” (Mt Enterro 2,1-12), e não de três. - Do grego Pela qualidade e maneira com “Epiphanie” = aparição, revelação. que são tratados os cadáveres, pode-se deduzir quanta importân- Epístola cia as famílias dos falecidos dão à Do grego “epistolé” = carta. morte, e o que pensam sobre uma *Carta. sobrevivência após a morte. As opções para o enterro são múlti- Eremita plas: vão desde o embalsamamento Pessoa que vive na solidão da até a cremação do cadáver. É mui- mata ou do deserto, tentando fi- 40
40. ESTATÍSTICA RELIGIOSA car mais perto de Deus. - Do gre- Espírito Santo go = eremita, ermitão. Para os judeus e cristãos é a Fortaleza divina (*Trindade di- Escatologia vina). Parte da *Teologia que se ocupa dos “novíssimos” (o que Espiritualidade vai acontecer com o indivíduo No Cristianismo, maneiras e depois da morte, e com toda a modos de relacionar-se com criação no fim dos tempos). - Do Deus através da *oração, do grego “eschata”. *culto divino, da leitura da *Bí- blia, e da *meditação. Escritura Sagrada As Sagradas Escrituras são Essênios veneradas em toda a parte pelos *Qumran. fiéis. Nelas estão recolhidas tra- dições antigas, úteis para a reli- Estatística religiosa gião. São fruto da *Revelação. Coleta de dados numéricos Entre as mais conhecidas con- referentes a adeptos das religi- tam-se os *evangelhos, os *Ve- ões. Tais dados somente podem das, os *Baghavad Gita, a *Bí- ser calculados aproximadamen- blia hebraica, o *alcorão. te, porque não é possível obter números exatos. Em milhões: - Esotérico Cristãos: 1750 (1030 católicos; 1. Doutrina secreta reserva- 380 protestantes; 300 ortodo- da para um círculo seleto de ini- xos; 40 outros). - Muçulmanos: ciados. 2. Religiosidade moder- 800 (660 sunitas; 130 xiitas; 10 na que recolhe o conteúdo de cul- de outros grupos). - Judeus: 17. turas e religiões diversas, fazen- Religiões ligadas ao Islamismo: do delas uma compilação própria. 24 (18 sikhs; 5,5 baha’i; menos - Do grego “esoteron” = interior. de 0,5 parses). - Budistas: 300 (170 mahayana; 110 hinayana; Espiritismo 20 de outros grupos). - Hindus: Crença segundo a qual as *al- 720. - Outras religiões asiáti- mas dos mortos podem entrar em cas: 44 (31 taoístas; 6 confu- contato com os vivos. Nas sessões cionistas; 3 xintos; 4 dschai- espíritas alguns (médiuns) tentam nas). - Religiões naturistas: receber mensagens dos mortos... 1.000 (cálculo muito incerto). - - Do latim “spiritus” = espírito, Ateus: 300 (cálculo muito in- sopro, hálito, vento, respiração. certo). 41
41. ESTOICISMO Estoicismo tas obrigaram os judeus a usar a Ideologia surgida na antiga cruz amarela de Davi, costurada Grécia do século III a.C., segun- ou pregada na roupa, para se do a qual a razão está acima da identificarem. lei universal. Deus ou os deuses não têm importância. O ideal de Ética vida dos estóicos era manter ab- Ocupa-se da pergunta: o que soluta indiferença, tanto diante se deve fazer ou deixar de fazer do bem como diante do mal. para viver bem consigo e com todos? É religiosa quando funda- Estola mentada na *Escritura Sagrada. Espécie de xale estreito usa- A eterna discussão é esta: Quais do pelo *sacerdote católico ou são os critérios corretos da Mo- *ortodoxo. Colocada no pescoço, ral ou conduta humana? - Do gre- fica pendendo dos lados. Sinal do go = doutrina dos costumes. ministério sacerdotal. - Do gre- go = veste comprida. Eucaristia Já na Igreja primitiva recita- Estrela de Davi va-se uma grande “ação de gra- ças (= Eucaristia) antes da cele- bração da *Ceia (Última). Mais tarde deu-se o nome de *Liturgia da Santa Ceia à celebração toda. *Missa, *Comunhão, *Taberná- culo, *Sacramento, *Corpo de Deus. - Do grego = ação de gra- ças. Estrela formada com dois tri- ângulos iguais que se entrelaçam. Evangélico Não se percebe claramente qual Assim denominou *Martinho a relação que há com o rei *Davi. Lutero, já em 1517, seu movimen- Já no século VII a.C. aparece a to de *reforma da Igreja. A ques- estrela de Davi, ligada de algum tão era, num tempo de acomoda- modo ao Judaísmo. Mas somen- ção religiosa, tornar a Igreja nova- te no século XIX torna-se o dis- mente “evangélica”, isto é, tintivo do *Judaísmo. O *sionis- recolocar o Evangelho no centro mo tomou-a para si como *sím- do Cristianismo. Os grupos bolo. O Estado de *Israel colo- reformadores tornaram-se mais tar- cou-a em sua bandeira. Os nazis- de comunidades com organização 42
42. EXISTENCIALISMO própria, a que chamavam Igrejas Exéquias “evangélicas”. Hoje “evangélico” No Catolicismo, ofício fúne- é tudo o que está em ligação es- bre ou cerimônia litúrgica para o treita com as Igrejas evangélicas. sepultamento. Obedece geral- mente ao seguinte *rito: missa, Evangelho bênção do cadáver, procissão até Para os cristãos o Evangelho o cemitério, sepultamento. - Do é a mensagem de Jesus: Deus latim “exequiae” = funerais. ama os homens, e seu reino já começou. - Sua mensagem e suas Exercícios espirituais obras foram consignadas, alguns Retiro espiritual. Uma série decênios após a morte, por ho- de exercícios (oração, *medita- mens que pessoalmente não o ção etc), que ajudam a fazer ex- conheceram. Mateus, Marcos, periências mais profundas de fé. Lucas e João coligiram o que foi contado e escrito sobre Jesus nas Exército da Salvação comunidades cristãs. Foram cha- Organização de assistência mados “Evangelistas”. Suas ano- fundada pelo *pastor evangélico tações trazem o título de “Evan- William Booth no século XIX, gelhos” e constituem o início do junto com sua esposa Catarina, *Novo Testamento. Do grego = para se ocupar com os numero- Boa-Nova. sos pobres de Londres. Deu-lhe o nome de Salvation Army = Excomunhão Exército da Salvação. Essa enti- Declaração pela qual se ex- dade trabalha hoje no mundo in- clui da comunidade religiosa o teiro, conjugando a pregação *pecador ou quem não mais par- missionária com as obras carita- tilha da mesma Fé. - Do latim tivas. Os membros dessa *Igreja “excommunicare” = excluir da livre são estruturados como no comunidade. regime militar (*hierarquia); vestem a farda quando estão em Exegese serviço na rua. É a arte de descobrir o que o texto de uma *Escritura Sagra- Existencialismo da quer significar. - Cada época Visão ateísta (*ateísmo) do gera novas perguntas para o mes- mundo: a vida é sem sentido e mo texto, que assim vai receben- cheia de males. O homem, con- do novas interpretações. - Do gre- denado à solidão, deve suportar go “exegesis” = interpretação. sua existência, seu destino aqui 43
43. ÊXODO na terra. Foram representantes maligno é intimado a ceder ao do Existencialismo, de modo es- poder divino. Hoje em dia tais pecial, os filósofos e escritores exorcismos são raros. - Do gre- franceses Jean-Paul Sartre, Si- go “exorkizein” = expulsar. mone de Beauvoir e Albert Camus. Êxtase Êxodo Emigração dos *israelitas do Egito na direção Leste, nar- rada no livro do Êxodo da *Bí- blia hebraica. Conseguiram fugir, apesar de grandes obstá- culos, vendo em tudo a inter- venção divina. Deus selou com eles uma *aliança no monte Sinai. Os judeus comemoram até hoje o êxodo na festa da *Páscoa. 1. Estado de arrebatamento. Pode acontecer inadvertida ou advertidamente através de vá- rios métodos: música, dança, je- jum, hipnose, exercícios de con- centração, até pelas drogas, como álcool ou fumo. 2. Na mística cristã, elevação física e psíquica até Deus. - Do grego “ekstasis” = sair de si. Exorcismo Esconjuração dos espíritos. F No Cristianismo, acredita-se na existência de um mau espírito Faraó que pode dominar o ser humano: Na *religião egípcia, título o *demônio. Tenta-se livrar o de honra dado ao rei, que era “possesso” do demônio pelo cultuado como se fosse um deus. exorcismo, através do qual o Faraó = grande casa. 44
44. FESTA DO CORPO DE DEUS Fariseu Mãe de *Jesus apareceu a três Grupo religioso e político, pastorinhos. presente no Judaísmo do ano 150 a.C. até 70 d.C. Queriam viver Fatwa seriamente a *Torá. Entre eles No Islamismo, parecer final havia diversas correntes doutriná- sobre uma questão jurídica. O rias. Os fariseus eram os mais fre- Islamismo procura colocar todas qüentes interlocutores de *Jesus. as questões da vida em consonân- Parecia condividir algumas idéi- cia com o *alcorão. Onde o as com eles, ou pertencia a uma alcorão não fornece uma respos- de suas correntes. Quando, mais ta adequada, os entendidos pro- tarde, surgiram os *Evangelhos, curam uma solução, confrontan- os fariseus tornaram-se os mais do textos ou recorrendo à tradi- importantes críticos judeus do ção. - Do árabe = opinião sobre *Cristianismo (*Paulo). Por isso, uma questão jurídica. a cada Evangelho que saía, a ima- gem dos fariseus tornava-se sem- Feitiço pre mais negativa. Nosso costu- Objeto ao qual são atribuídas me de empregar o termo “fariseu” forças mágicas (*magia). Os fei- como sinônimo de “hipócrita” tiços podem ser de madeira, pe- vem daquele tempo. - Do dra, barro, metal e outro mate- aramaico “perushim” = separado. rial. Aparecem mais vezes, mas não somente nas *Religiões Fatilha naturistas. - Da língua portugue- A primeira *sura do *alcorão. sa = ilegítimo, artificial, coisa Começa com estas palavras: “Em feita, falso, copiado etc. nome de Deus, o misericordioso, o compassivo. Louvado seja Festa das semanas Deus, o Senhor dos mundos”. - Do *Shavuot. árabe = o que abre. Festa do açúcar Fátima Expressão turca para desig- Tem ao menos dois sentidos: nar a festa que é celebrada no fim 1. Nome da filha de *Maomé e do *Ramadan. sua esposa Khadidja. Fátima ca- sou-se com *Ali e viveu de 607- Festa do Corpo de Deus 632. - 2. Nome de um centro de Festa litúrgica dos católicos, peregrinação em Portugal. Acre- celebrada dez dias depois de dita-se que lá, em 1917, *Maria, *Pentecostes. Nesse dia Jesus 45
45. FESTA DO SACRIFÍCIO *Eucarístico é levado pelas ruas vida que é lembrada. - As festas, em *procissão no *ostensório. quando celebradas ordenadamen- Segundo a crença católica, *Cris- te, são como que uma reprise da to está sempre presente no pão *História da Salvação, tornando eucarístico. presente o passado. - Os feriados semanais revigoram a comunida- Festa do sacrifício de e alimentam a fé (*Sexta-fei- Nessa festa, que dura oito ra, *Sábado, *Domingo). dias, os muçulmanos celebram a fé e a entrega de *Ibrahim Filactérios (*Abraão) e *Ismael (*Isaque, No Judaísmo, pequenas cai- *Mesquita do Rochedo). No pri- xas pretas contendo versículos da meiro dia imola-se um animal Bíblia escritos em pergaminho (cordeiro ou mesmo um camelo); (Gn 3,1-10; 11,16; Dt 6,4-9; 1,13- a carne é repartida com os pobres 21), amarradas firmemente no e consumida no banquete festivo. braço esquerdo e na fronte com tiras pretas de couro. São usadas Festa dos Tabernáculos pelos judeus (acima dos 13 anos) Festa judaica celebrada no na oração matinal, exceto aos sá- verão. Originariamente festa das bados. Seguem com isso o *Pre- colheitas, mais tarde passou a ser ceito, da *Bíblia hebraica (Êx a festa da *romaria, quando os 13,9;): “Seja para ti um sinal na judeus *peregrinavam para *Je- mão, um memorial na fronte, rusalém. Durante a Festa dos para que tenhas na tua boca a lei Tabernáculos, que dura uma se- do Senhor”. - Do hebraico mana, os judeus constroem abri- “tefillin” = tira. gos provisórios com ramos de ár- vores. Conforme o clima passam a semana dentro deles: Tomam as refeições nas tendas e dormem lá dentro. Essas tendas lembram a saída do Egito. *Êxodo. - Do hebraico “sukkot” = tendas. Festas Interrupção alegre do dia-a- dia. Nas festas para pessoas (*ini- ciação, *datas pessoais) ressal- ta-se a importância da fase da 46
46. GANDHI Fortuna de 1875. Aos conhecimentos ci- *Religião romana. entíficos sobre a *criação do mundo contrapunha a narrativa Franciscanos bíblica. Hoje em dia são tidas *Ordem católica fundada no como fundamentalistas todas as século XIII pelo jovem italiano correntes religiosas que se Francisco de Assis. Prescreveu apóiam no sentido literal da *Es- pobreza absoluta aos seus discí- critura Sagrada, e não desen- pulos. Há diversos ramos da Or- volvem sua doutrina em conso- dem Franciscana, predominando nância com o mundo moderno os ramos femininos. e as descobertas científicas (*Exegese). - Do latim “funda- Freiras mentum” = alicerce, base, funda- Pessoas que renunciam, por mento. certo tempo ou por toda a vida, ao casamento e à família, à pro- priedade e aos prazeres, para po- der dedicar-se inteiramente ao seu ideal religioso. Há freiras no G Hinduísmo, Budismo, Cristianis- mo e também no Islamismo. Ge- Gabriel ralmente vivem em comunidade Conhecido como o “Anjo da no *mosteiro ou *convento. - Do Anunciação”, porque veio anun- latim “nona” = educadora, ciar o nascimento de Jesus (Lc pagem. 1,26). O Anjo (Arcanjo) Gabriel ocupa um dos lugares mais ele- Fuji-Yama vados. A *Bíblia, que tem várias A montanha mais alta do Ja- passagens sobre os *Anjos, cita pão, sagrada para os japoneses. Gabriel quatro vezes. - Do Para os *xintoístas é centro de hebraico = homem de Deus. *romaria. Gaia Fundamentalismo *Religião grega. Originariamente era a desig- nação dos *protestantes norte- Gandhi americanos, que queriam enten- Advogado e político indiano, der ao pé da letra cada versículo Mohandas Karamchand Gandhi da *Bíblia. O movimento defendeu sozinho e sem violên- fundamentalista surgiu por volta cia o seu país, e assim conseguiu 47
47. GANESA libertar a Índia do domínio britâ- Gênesis nico. Por respeito foi chamado Primeiro livro da *Bíblia “Mahatma” = grande alma. Nas- hebraica. Narra a criação do ceu em 1869 e morreu assassina- mundo e fala de importantes an- do em 1948. tepassados da fé, como *Abraão, Isac, *Jacó e José. É chamado freqüentemente “1º Livro de Moisés”. - Do grego = origem. Getsêmani Nome de um jardim em Je- rusalém. Lá *Jesus foi preso, an- tes de ser crucificado. Gilgamesh Herói cuja história lendária Ganesa já tem quatro mil anos. Surgiu No Hinduísmo é o Deus do na Babilônia, numa região pró- bem-estar, da sabedoria e da fe- xima dos rios Eufrates e Tigre licidade. É figurado com corpo (hoje Iraque; *Babel). Gilga- de homem e cabeça de elefante. mesh foi um rei que deve ter vi- vido por lá no começo do tercei- Ganges ro milênio a.C. A tradição fala Rio sagrado para os *hindus. de suas aventuras, descreve a O mais comprido da Índia. Quem luta contra o touro, a procura da se banha no rio Ganges, segundo vida eterna, e como encontrou os hindus, lava-se das culpas. um herói que lhe contou a histó- ria do *dilúvio. Gautama Nome de família de *Buda. Glória Assim começa uma oração Gemará de louvor e pedido, que se recita No Judaísmo, explicações ou se canta no *culto divino. Co- do Mishná (um dos livros do meça com as palavras com que *Talmude) dadas pelos *rabi- os anjos no *Novo Testamento nos. - Do hebraico = aperfei- anunciaram aos pastores o nas- çoamento, conclusão, tradição cimento de Jesus (Lc 2,14). - Do aprendida. latim = louvor, glória. 48
48. GREGORIANO Gnosticismo *gueto medieval de Praga. - Do Corrente espiritual do tempo hebraico = massa disforme. do Cristianismo nascente. Embo- ra tendo muitos pontos em co- Gólgota mum com o Cristianismo, discor- Lugar onde *Jesus foi cruci- dava em outros, o que provocou ficado. - Do aramaico = lugares séria controvérsia. Os gnósticos, do crânio. adeptos do Gnosticismo, procu- ravam dar uma resposta à pergun- Gospel ta “como apareceu o mal no mun- Canções afro-americanas, do”. Acreditavam que o homem, semelhantes ao jazz e à música desde o dilúvio, foi afastando-se popular, cantadas freqüente- sempre mais de Deus, até restar mente por solistas, coro e povo. apenas uma centelha do divino, - Do inglês = Evangelho. escondida em cada um. O ho- mem, como tal, não é pecador Graça mas dentro dele trava-se uma luta Dom espontâneo, sobre o perpétua entre o Bem e o Mal. qual o agraciado não tem direito. Esta era a meta do Gnosticismo: Doação amorosa de Deus. Uma detectar e analisar essa luta. Essa prova desse amor para os cristãos centelha divina poderia ser libe- foi *Jesus Cristo que, sendo rada através do conhecimento e Deus, tornou-se Homem tam- assim conseguir-se-ia a redenção. bém. O perdão da *culpa é um - Do grego = conhecimento, in- ato da Graça. teligência. Gregoriano Goin Cantochão, cantado a uma só Nome que os judeus dão para voz e sem acompanhamento de os não-judeus. - Palavra hebraica instrumentos musicais. Não sabe- que originariamente significava mos exatamente como eram can- “povo”. tadas essas melodias pois, até o século XI não havia a escrita Golem musical com pautas. O Papa Personagem da saga judaica. Gregório I (São Gregório Mag- Figura humana formada do bar- no), que governou a Igreja de 590 ro, que ganhou vida por um pas- até 604, foi o primeiro a estabe- se de mágica. Há diversas versões lecer normas para o canto de igre- dessa lenda. Uma delas, particu- ja. O gregoriano ainda é execu- larmente famosa, acontece no tado, mas quase somente nos 49
49. GUERRA DE RELIGIÃO *mosteiros. Nas *comunidades ver, principalmente na Polônia, católicas não é mais costume. encurralados em guetos, onde *Música. acabavam sendo presos, morren- do de fome ou assassinados. As- Guerra de religião sim aconteceu, p. ex., em 1943 Guerra motivada por motivos em Varsóvia. - Do italiano = quar- religiosos. - Sempre se promo- teirão. vem guerras no mundo inteiro. Motivos diversos levam os povos Guru a se guerrearem: Além do desejo No *Hinduísmo, o mestre de enriquecer, de alargar o poder, que reúne discípulos e os intro- pode haver também, o de subme- duz na vida espiritual. Na língua ter os outros à própria religião; antiga dos hindus significava au- oprimindo assim a *religião toridade, peso. - No hindu atual: alheia. Freqüentes vezes promo- mestre religioso. ver guerra por causa de *religião é um mero pretexto. Pelo seguin- te: Há muitos fiéis que não estão dispostos a arriscar a vida para defender a pátria ou ideais polí- H ticos, mas prontificam-se quan- do se trata da causa de Deus. Em Hábito tais casos usa-se até a expressão Vestimenta dos *monges e *Guerra santa, *Cruzadas, *freiras cristãos. - Atualmente há *Jihâd. novos costumes e novas normas a respeito do hábito sacerdotal ou Guerra santa religioso. Do latim “habitus” = Guerra promovida em nome maneira habitual de se apresen- da religião ou para defender um tar, costume. ideal religioso (*Santo, *Cruza- das, *Jihâd). Hades *Religião grega. Gueto Provavelmente, um bairro de Hadith judeus em Veneza, no século Antologia das palavras e XVI. Com o tempo as áreas das ações de *Maomé, de grande va- cidades, reservadas aos judeus, lor para os muçulmanos, que se passaram a ter o mesmo nome. - esforçam para imitar o *Profeta. Os nazistas obrigaram-nos a vi- - Do árabe = tradição. 50
50. HASHEN Hadji povo adorava muitos deuses. Quem, uma vez na vida, fez Antes, porém, havia pessoas que, a *Hajj. sem serem judeus, cristãos ou *parses, acreditavam num só Hafiz Deus. O alcorão dá o nome de Muçulmanos que sabem de hanif a esses primeiros *mo- cor o alcorão. São a memória noteístas. O Islamismo conside- viva do alcorão. - Do árabe = ra também *Abraão o primeiro aquele que preserva. monoteísta. Hagadá Hare Krishna Livro que contém todo o rito No Hinduísmo, invocações a da celebração que precede a Pás- Deus: Ó Hare! Ó Krishna! Ori- coa judaica: o que se deve ler, ginariamente significavam “ama- falar e fazer. Narra também a sa- relo/louro” e “preto”. - O movi- ída (*êxodo) dos judeus do Egi- mento Hare Krishna estabeleceu to. - Do hebraico = narrativa. como objetivo a adoração abso- luta do deus *Krishna. Essa co- Hajj munidade religiosa denomina-se Peregrinação a Meca. O mu- oficialmente “Sociedade Interna- çulmano, estando em condições, cional para conhecimento do deve uma vez na vida ir a *Meca Krishna”. Seus membros vivem em *peregrinação. - Do árabe numa *ascese rigorosa, desper- haddsch = peregrinação. tam a atenção pela cabeça raspa- da e as longas roupas amarelas Halahá com que se vestem. Enquanto Aquela parte da tradição es- possível cantam “Hare Krishna” crita dos judeus que enumera ininterruptamente e ganham seu seus direitos e deveres religiosos. sustento através da mendicância. As normas do Halahá têm uma A central do Movimento está na interpretação para cada caso con- Índia, mas seus adeptos encon- creto. - Do hebraico = conduta, tram-se espalhados pelo mundo uso. inteiro, mormente na América do Norte e na Europa. Hanif Monoteístas primitivos. Hashen *Maomé pregou a fé no Deus Os judeus não pronunciam, único já no século VII, na Penín- por respeito, o nome de Deus. Em sula Arábica, onde a maioria do lugar dele dizem Hashen ou 51
51. HASSIDISMO Adonai, que significa “o Senhor”. Hera - Do hebraico = nome. *Religião grega. Hassidismo Herege No *Judaísmo, corrente reli- Quem rejeita a doutrina en- giosa que acentua o amor à ora- sinada pela sua Igreja. Na Idade ção, como um dos caminhos para Média os hereges eram persegui- se praticar a Fé judaica. Surgiu dos pela *Inquisição, e executa- na Europa Oriental no século dos como inimigos do Estado. XVI, e preconiza a vida de pie- dade: *Oração e estudo da *Bí- Heresia blia ajudam a ver Deus em tudo. Tese que se desvia da doutri- - Do hebraico = “os piedosos”. na comumente aceita (*dogma). As Religiões e *Confissões reli- Hebreu giosas definiram mais ou menos Os termos hebreu e judeu o que faz e o que não faz parte são, praticamente, sinônimos na do seu elenco doutrinário. Caso Bíblia. Judeu, originariamente, o membro da comunidade em era empregado para os andantes questão sustente uma opinião for- e nômades sem pátria. *Abraão temente contrária, esta é conde- é chamado hebreu (Gn 14,13). nada como heresia, conforme o princípio: Uma doutrina que leva Hedonismo ao erro, já é errônea. - No caso Conduta de quem faz tudo de graves heresias, pode-se che- para seu próprio interesse, tendo gar até à exclusão da comunida- como supremo ideal o próprio de. *Excomunhão. *Herege. - Do bem-estar. - Do grego “hedoné” grego “hairesis” = diferença, es- = prazer, alegria. colha. Hégira Hermes No ano 622 d.C. *Maomé *Religião grega. emigrou, com sua família e al- guns adeptos, de *Meca para Hierarquia Jatrib. O calendário muçulmano Seqüência de graus, na qual começa a partir desse aconteci- os cargos estão dispostos à ma- mento, que se denominou neira de degraus, como acontece hidschra. A cidade de Jatrib pas- com os *sacerdotes, militares e sou a chamar-se *Medina mais outras entidades. - Do grego = tarde. - Do árabe = emigração. domínio santo. 52
52. HÓSTIA Hinayana 11; Ef 1,3-14; Cl 1,15-20. - Do Veículo, senda. - Corrente grego “hymnus”. religiosa do *Budismo, segundo a qual somente chegam ao História da Salvação *nirvana os que vivem como História da ação positiva de *monges e *freiras. - Poucos se Deus na vida religiosa de um utilizam desse veículo para che- povo, desde a criação até a con- gar ao destino. Todos os outros sumação final. Essa história devem nascer de novo. Do anti- acontece primeiramente no ínti- go hindu = veículo pequeno. - mo das pessoas. - História é a *Reencarnação. evolução de uma pessoa, de um povo ou de um país. História da Hindu *Salvação é a nossa História sob Seguidor do Hinduísmo. a ação divina. - Essa História en- contra-se na *Escritura Sagrada. Hinduísmo É a religião da Índia. Não há Hodsha um corpo de doutrina bem orga- No Islamismo, o comentador nizado e regulamentado, mas um e intérprete do *alcorão. sem número de teorias e práti- cas religiosas dentro do Holi Hinduísmo. O que une os hindus Festa da Primavera na Índia, é a crença na reencarnação. Al- durante a qual as diferenças de guns adoram um Deus único, *casta são suspensas. mas a maioria tem muitos deu- ses diferentes. - A mais conhe- Holocausto cida é a trindade dos deuses que Extermínio planejado de saiu do Deus criador “Brahma”: muitos judeus pelo Nazismo. Os *Vishnu, que mantém a vida; judeus preferem usar a palavra *Civa, que destrói a vida. - A hebraica “shoah” (devastação, maior parte dos hindus está pre- aniquilamento total) para os as- sa ao sistema de *castas. sassinatos em massa de seus *Carma, *Samsara. patrícios. - Do grego = cremação total (da vítima). Hino Cântico de festa e louvor, Hóstia cantado já na Igreja primitiva. Pão não fermentado que as Textos de hinos de louvor encon- Igrejas cristãs usam nas celebra- tram-se, por exemplo, em Fl 2,6- ções da *Ceia Eucarística. A 53
53. HUGUENOTES massa é preparada e assada em não em latim, como era costume placas finas e depois recortada na época). No Concílio em forma de pequenos discos. Ecumênico de Constança (1414- Hóstia significa também “oblata” 1418), Hus foi condenado à mor- = oferecida. - Do latim = sacrifí- te; morreu queimado vivo em cio, animal do sacrifício, vítima, 1415, embora antes lhe tivessem o abatido. prometido salvo-conduto. Seus seguidores (hussitas), procura- Huguenotes ram lutar pelas *reformas nas Calvinistas franceses. - Tam- “guerras dos hussitas”. Conse- bém na França a *Reforma Pro- guiram, em parte, as reivindica- testante ganhou adeptos, aceita- ções solicitadas. ram a doutrina de Calvino, reformador suíço, e por isso fo- ram chamados correligionários (huguenotes). Os próprios suíços consideram-se correligionários. I Esses protestantes franceses fo- ram fortemente perseguidos pe- Ibrahim los reis católicos da França. Na Forma arábica de *Abraão. assim chamada “Noite de São Bartolomeu” (24 de agosto de Ichthys 1572), numerosos huguenotes Peixe em grego. Símbolo de foram assassinados por causa da Cristo. - Os primeiros cristãos usa- sua crença. Muitos deles fugiram vam o peixe como símbolo de Cris- da França e se estabeleceram nas to. Com as letras pode-se sole- regiões protestantes da Alema- trar uma profissão de fé: I = Iesus; nha, entre elas, Brandeburgo. - Ch = Christos; th = theu; y = hyios; Do francês huguenot. s = soter. Traduzido para o portu- guês: Jesus Cristo, Filho de Deus, Hus Salvador. - Do grego = peixe. Jan Hus viveu entre 1370- 1415 em Praga. Liderou um mo- Ícone vimento que queria *reformar a Quadros de *Cristo ou dos Igreja Católica. Esse movimento *santos das *Igrejas Ortodoxas, questionava certos abusos, espe- pintados em fundo dourado, mui- cialmente a riqueza na Igreja; in- tas vezes cercados com moldu- centivava a *pregação e leitura ras em ouro e prata. Nos cultos da *Bíblia na língua do país (e das Igrejas ortodoxas os ícones 54
54. IGREJA LIVRE são como “janelas voltadas para depreciativamente. Em vez de o céu” descrevendo a glória de condenação deve valer o *diálo- Deus. - Do grego eikon. go inter-religioso. - Seu sentido original = pequeno deus. Iconoclasmo Movimento contra as ima- I-ging (ou I-king, I-ching) gens dos santos, iniciado no sé- Livro importante do culo VI. - Pessoas religiosas *Confucionismo. É o livro das questionam se podemos repre- mudanças (*Yin e Yang). sentar *Deus com imagens; ou se as imagens podem receber nossa Igreja veneração. As idéias eram tão Tem vários sentidos no Cris- diversas, que se chegou à tianismo: Edifício onde os fiéis iconoclastia: Os adversários das celebram seus cultos; a comuni- imagens retiram ou destroem dade dos cristãos; igualmente os quadros, pinturas, estátuas com grupos particulares, tanto de ca- sentido religioso. Tornou-se fa- tólicos como de evangélicos. - Do moso o iconoclasmo do tempo da grego “kyriake” = casa do Se- *Reforma Protestante: Muitos nhor. - Tornamo-nos membros da protestantes retiraram as imagens Igreja através do *Batismo. Na ou *ícones de suas igrejas. No Alemanha, quem quer renunciar *Judaísmo, nas *igrejas da Re- a essa pertença deve fazer decla- forma Protestante e no ração expressa numa repartição *Islamismo há severa proibição estatal. com respeito às imagens. Igreja livre Idolatria *Igreja independente do Es- Em diversas religiões ima- tado (do rei, antigamente), que gens e objetos são adorados como organiza livremente sua vida. - se Deus estivesse presente neles, As Igrejas livres não recolhem atribuindo-se-lhes uma força es- impostos. Mantêm-se com as pecial. O termo idolatria tem sen- contribuições dos seus membros, tido pejorativo e depreciativo. - que colaboram com até dez por Do grego “eidolon + latreia” = cento de suas rendas. Quem de- adoração de imagens. seja ingressar numa Igreja livre deve fazê-lo quando adulto “por Ídolos livre decisão”. Não pode, como Os deuses de outras religiões na Igreja popular, ser batizado às vezes são chamados ídolos, quando criança. 55
55. IGREJAS UNIDAS Igrejas Unidas “Campos Elíseos” ou “Elysion” As Igrejas Unidas são aque- (do latim “Elysium”). - Os celtas las *Confissões religiosas que pro- (*Drusos) também acreditavam movem união entre si. Assim, há numa “ilha dos bem-aventura- as *Igrejas Ortodoxas que, embo- dos”, à qual davam o nome de ra não estando sujeitas ao *Papa, “Avalon” = terra das maçãs. têm alguma comunhão com a *Igreja Católica Romana. - A Iluminação “Igreja Evangélica da União” foi No Budismo, revelação pro- fundada em 1817 pelo rei da funda recebida por Buda, após Prússia Frederico Guilherme III; longa meditação. ele queria conseguir no seu impé- rio a união da Igreja luterana com Iluminismo a Igreja da Reforma Protestante. Movimento filosófico que dá ênfase maior à razão. No século Ikhnáton XVIII as ciências, especialmen- Cognome do rei Amenotep te as físicas e naturais, suscita- IV, que foi rei do Egito no século ram muitos conhecimentos novos XIV a.C. Queria que no Egito se e importantes na Europa. Tais adorasse somente o deus Aton, descobertas pareciam estar em um dos muitos deuses da *reli- contradição com a Bíblia e a Fé. gião egípcia. Após a morte de Já que as Igrejas só lentamente Amenotep a religião *monoteísta chegaram a entender o alcance de Aton foi proibida novamente. dessas descobertas, acabaram - Da antiga língua egípcia = agra- perdendo em credibilidade, e o da ao Aton. *ateísmo ganhou terreno. Ilha dos bem-aventurados Imã Região do sossego após a Aquele que entoa a *Prece morte. - Nas *religiões gregas muçulmana na *mesquita. - Do pensava-se que o *além-túmulo árabe = chefe. fosse o reino sombrio dos mor- tos e ficasse debaixo da terra (rei- Imortalidade no das sombras). Paralelamente Crença segundo a qual a havia narrativas de regiões *alma continua vivendo, embo- paradisíacas, onde reinavam eter- ra o corpo se decomponha. Em namente a luz do sol e a alegria. quase todas as religiões há a idéia Essas regiões recebiam os nomes de que, após a *morte, nem tudo de “ilha dos bem-aventurados”, se acaba simplesmente. Muitos 56
56. INQUISIÇÃO acreditam numa vida depois da tões de Fé e *Moral. Ao fazê-lo, morte, embora haja diversidade deve estar firmado na *Bíblia e de opiniões a esse respeito. na *Tradição da Igreja. - O *dogma da infalibilidade do Papa Imprimatur foi promulgado por ocasião do 1º Licença dada para a impressão *Concílio Vaticano em 1870. de livros. É costume na Igreja Ca- Nem todos os católicos estavam tólica pedir-se licença ao *Bispo de acordo. Alguns críticos sepa- para a impressão de livros religio- raram-se e fundaram a Igreja dos sos, particularmente para livros *Veterocatólicos. catequéticos. - Do latim “impri- matur” = pode ser impresso. Inferno No Cristianismo, o afasta- Índice mento interminavelmente longo Na Igreja Católica, lista dos e eterno de Deus após a morte. - livros proibidos. Antigamente Muitas vezes o inferno foi apre- havia uma lei que mandava se- sentado como lugar onde os con- parar certos livros julgados con- denados são atormentados por trários à Fé e à Moral. Foi abolida horríveis suplícios. É a casa do em 1965. - Do latim “index” = *demônio ou satanás. - O infer- lista. no também pode ser entendido como uma situação: Quem não é Índios purificado da *culpa no *purga- Habitantes primitivos das tório, e deseja estar junto de Deus Américas. Quando Colombo no *céu, esse encontra-se no in- chegou à América julgou, erra- ferno. (*Religião nórdica). - Da damente, ter atingido as Índias. língua germânica = Hel. Por isso deu o nome de “índios” aos seus moradores. Iniciação Cerimônia que inicia alguém Indra na vivência de uma religião. No *Hinduísmo, antigo deus Exemplos de iniciação: *Circun- da guerra, responsável também cisão, *Batismo, *Crisma, *Con- pela chuva. firmação, *Datas pessoais. - Do latim = introdução, inauguração. Infalibilidade Segundo a concepção católi- Inquisição ca, o *Papa não pode errar quan- Na Igreja Católica, tribunais do toma uma decisão sobre ques- criados a partir do século XII, 57
57. INSPIRAÇÃO para processar pessoas, tidas ma das quatro *castas. Uma lei como *hereges ou pecadoras. recente os igualou legalmente aos Nos interrogatórios empregava- demais cidadãos. se freqüentemente a violência e a tortura, de modo particular nos Investidura processos das bruxas (*Juízo de Tomada de posse de um car- Deus). O castigo ia desde a peni- go, p. ex., do Bispo na sua tência pecuniária até a cremação diocese. - Nos séculos XI e XII (*Hus). - A Inquisição foi parti- houve a questão das investiduras cularmente rigorosa na Espanha, dos Bispos. O *Papa Gregório onde funcionava como institui- VII e o rei Henrique IV levanta- ção estatal. Milhares de judeus, ram a questão: quem tem o direi- que haviam passado para o Cris- to de empossar, o Papa ou o Rei? tianismo, foram processados e O direito ficou para o Papa. julgados. Em alguns países a Inquisição funcionou até o come- Irmandade Herrnhuter ço do século XIX. - Do latim Comunidade evangélica “inquisitio” = investigação, inter- surgida na Alemanha no século rogatório. XVIII, cujo objetivo é viver como numa família. Está basea- Inspiração da no amor fraterno e na livre No campo religioso, a atua- organização. - Foi fundada pelo ção direta de Deus junto aos que conde Nicolau von Zinzendorf. escreveram a *Escritura Sagra- Herrnhut significa = sob a prote- da. - Também os artistas têm uma ção do Senhor. - *Pietismo. inspiração quando, estimulados por algum acontecimento ou Isaque emoção, criam uma obra de arte. Filho de *Abraão e sua es- - Do latim = ato de inspirar. posa Sara. A *Bíblia, numa his- tória (Gn 22,1-19) de difícil in- Interdito terpretação, narra como Deus Na Igreja Católica, proibição querendo submeter Abraão a de participar de atividades uma prova manda sacrificar eclesiais, p. ex., do *culto divi- Isaque, seu filho único. Ele mes- no. mo impede a consumação do sa- crifício. Intocável Na Índia, gente pobre, sem Ísis direito, que não pertence a nenhu- *Religião egípcia. 58
58. JAINISMO Islamismo terá”. Os descendentes de Jacó Religião fundada por foram chamados “povo de Is- *Maomé (570-632). Seus adep- rael”, e o seu país “Terra de Isra- tos (muçulmanos) adotam um el”. O povo judeu designa-se a si Deus único. Eles acreditam que mesmo como “Israel”. - Distin- esse Deus criou o mundo, é todo- ga-se do moderno país de “Is- poderoso e cuida dos que lhe rael” criado em 1948. Nele vi- prestam obediência. Revelou- vem 4,7 milhões dentre os 18 mi- lhes o *alcorão através do seu lhões de judeus existentes no *Profeta Maomé no século VII. mundo. Em Israel vivem tam- bém adeptos de outras religiões, p. ex.: *muçulmanos, *cristãos, *Drusos e *Baha’is. Israelitas Povo que morava no Israel bíblico. Os habitantes do atual Estado de Israel, criado em 1948, O Islamismo faz parte das gran- são chamados israelenses. Mais des religiões de âmbito mundial. de 80% deles são judeus. Somando-se às diversas *Confis- sões, chega a 800 milhões de fi- éis. - Do árabe “islão” = entrega. Ismael J Filho de *Abraão e de sua escrava Agar. O *alcorão narra Jacó que Deus exigiu de Abraão o sa- É tido como o tronco e patri- crifício do próprio filho, a fim de arca de Israel (*Israel). experimentar a sua obediência. *Isaque. Jainismo Religião que surgiu na Índia Israel no século V a.C. Jina (o vence- Novo nome de Jacó. - A *Bí- dor) era o título de honra do fun- blia hebraica descreve a luta de dador Mahavira. Recomendava *Jacó com o anjo de Deus (Gn aos seus seguidores uma condu- 32,25). Daí por diante passa a ta ascética (*ascese) de vida, para chamar-se “Israel”, o que signi- poder receber um bom *Carma. fica em hebraico “Deus comba- Preceito supremo do Jainismo: 59
59. JAVÉ Nenhum ser vivo, seja homem, reconstruída. É tida como santa, planta ou inseto, pode ser morto. não somente pelos judeus, mas - Do hindu = adepto de Jina. também pelos cristãos e muçul- manos (*Mesquita do Rochedo). Javé Assim é chamado na *Bíblia Jesidas hebraica o Deus único, em quem Comunidade religiosa dos tanto judeus, como cristãos e curdos, nascida do Islamismo. muçulmanos acreditam. Mas os Conforme a crença dos jesidas, judeus, por respeito, não pronun- Deus fez o mundo mas depois se ciam esse nome. Quando apare- retirou, entregando o governo de cem na Bíblia as quatro letras tudo ao “bondoso anjo pavão”. hebraicas de Javé, em lugar dele Os muçulmanos têm os jesidas dizem *Adonai ou Há-Schem. - como *hereges. Do hebraico = talvez “Eu estou aqui”. Jesuítas Membros de uma *Ordem Jejum católica, fundada na Espanha Renúncia à comida (e bebi- pelo basco Inácio de Loyola. Os da) por um tempo determinado. jesuítas obrigam-se a uma obe- Pode significar abstinência total diência especial ao *Papa. Tare- ou parcial de alimentos. Em mui- fa dos jesuítas é a propagação da tas religiões usa-se o jejum como Fé através da *Missão e da cura meio de interiorização, de *pe- das almas (pastoral). Sua sigla é nitência, e apoio da oração S.J. (Societas Jesu = Companhia (*Quaresma). de Jesus). Jerusalém Jesus de Nazaré Antiga capital do Reino ju- É a figura central do Cristia- daico, e capital do novo Estado nismo. A ciência moderna tentou, de *Israel. - O rei *Davi conquis- através do *Novo Testamento, tou-a da mão dos jebuseus no ano completar a descrição de sua car- 1.000 a.C. Seu sucessor, o rei reira terrena. Os *Evangelhos Salomão, construiu o *Templo de não pretendem fazer um relato Jerusalém (1Rs 6). Com isso Je- histórico, mas antes de tudo rusalém tornou-se o centro do anunciar a Boa-Nova de Jesus Judaísmo. A história da cidade é Cristo. Não obstante, deixam cla- cheia de vicissitudes: Foi cerca- ras algumas datas importantes de da, reconquistada, destruída, sua vida. - Nasceu ainda antes da 60
60. JONAS nossa era, provavelmente em Jihâd Nazaré. Supõe-se que seu pai era Preocupação, esforço pela carpinteiro ou artesão. Talvez Je- causa de Deus. Significa o com- sus tenha aprendido o mesmo bate às próprias fraquezas e fa- ofício. Com a idade aproximada lhas, a luta por melhores condi- de 30 anos, saiu pelas regiões da ções humanas, como também Palestina, pregando a chegada do pela expansão do Islamismo no Reino de Deus. Ajuntaram-se dis- mundo inteiro. Somente em caso cípulos em torno dele. Quando extremo “Jihâd” pode significar estava em *Jerusalém com seus um compromisso com a guerra. Apóstolos, foi acusado de blas- - Do árabe = guerra santa. fêmia. Prenderam-no, tortura- ram-no e o crucificaram. Os cris- Jó tãos acreditam que Deus ressus- Personagem da *Bíblia citou Jesus. - Era judeu, como hebraica. Sua história é contada também seus primeiros seguido- no livro de Jó: Embora sendo um res. Estes estavam convencidos homem piedoso e justo, teve de que era o *Messias esperado. Por passar por terríveis sofrimentos. isso deram-lhe nomes honrosos O livro levanta perguntas como como “Filho de Deus”. Eles vi- estas: Por que temos de sofrer? ram, nos escritos posteriores do Por que Deus permite o sofrimen- Novo Testamento, que as *pro- to? A boa conduta tem a ver com fecias da Bíblia hebraica tinham os acontecimentos da vida? sido cumpridas: seu nascimento em Belém; sua inclusão na lista Jonas dos descendentes de *Davi. - Je- *Profeta do AT. O livro de sus trouxe “o novo mandamento Jonas da *Bíblia hebraica nar- do amor”. Acreditou, com os ju- ra a sua história. Deus o encar- deus de seu tempo, num Deus regou de ir à cidade de Nínive único, que criou o mundo, e no a fim de pregar *penitência. fim dos tempos vem pedir con- Jonas escusou-se e fugiu num tas de todos. Deixou claro que o navio. Este foi surpreendido por amor a Deus e aos homens é mais uma tempestade, Jonas deixou- importante que o cumprimento se jogar no mar e foi engolido de prescrições do *culto. Cuidou por um peixe. Finalmente, após dos doentes e necessitados. - Em três dias, o peixe o lançou na geral os cristãos o chamam sim- praia, e Jonas ainda cumpriu plesmente de *Cristo. Esse nome sua missão. Essa história nos já é uma profissão de fé. ensina que Deus se compadece 61
61. JORNADA ECLESIAL dos homens quando fazem *pe- doze tribos de Israel). - O conteú- nitência. do mais importante da fé judaica é a sua crença num único Deus (*monoteísmo). Ele criou o mun- do e deu a Torá aos homens, para que possam viver de tal maneira que agrade a Deus e seja bom para seu povo. Deus convocou todos os povos do mundo para servi-lo. Ao povo judeu, porém, confiou a responsabilidade especial de cum- prir a Torá. - Hoje em dia há ju- Jornada eclesial deus no mundo inteiro. As mais Em diversas religiões: con- das vezes possuem o título de ci- gressos populares com discursos, dadania nos países onde nasce- debates, celebrações e cultos. A ram, mas pertencem ao povo de “Jornada evangélica alemã” co- Israel. - Hoje nem todo o judeu é meçou em 1949. Cerca de cem religioso. Durante toda a sua his- mil evangélicos tomam parte nes- tória o Judaísmo foi alvo de hos- sas concentrações. - O encontro tilidades e opressões. O *anti- dos católicos chama-se “jornada semitismo atingiu o auge da cru- católica”. eldade nos campos de extermínio dos nazistas, onde 6 milhões de Judaísmo judeus foram assassinados. Pode significar pertença a um povo e pertença a uma religião. Judeu/judia Essas pertenças eram, no início, Membro do *Judaísmo. É uma coisa só: O Judaísmo saiu do judeu quem nasceu de mãe judia. povo de *Israel. Lá não havia dis- Outros podem ser admitidos tinção entre o campo religioso e o como judeus após a decisão de profano. Tudo era baseado nas um conselho de três rabinos, o orientações da *Torá. A História banho ritual e a *circuncisão israelita termina com a destruição (quando se tratar de homens). de *Jerusalém pelos babilônios (586 a.C.). Desde a nova funda- Judite ção do Estado de Israel, depois do Com coragem e astúcia li- cativeiro babilônico, pode-se dis- vrou os *israelitas do general tinguir Judaísmo de judeus (Essa inimigo. Sua história é contada palavra vem de Judá, uma das no livro de Judite da *Bíblia. Para 62
62. KIPÁ os evangélicos esse livro está entre os *apócrifos. Juízo de Deus Crença segundo a qual Deus pode julgar pessoalmente quan- do os juízes, diante de um réu acusado, não sabem dizer se é culpado ou não. Os suspeitos de- fim de rodear a Kaaba, rezando e viam submeter-se a provas hor- procurando tocar na pedra negra. ríveis. Por exemplo, na “prova de Nesse momento confessam como- fogo”, pegar num ferro em brasa vidos que só existe *Alá, o Deus ou cingir-se com ele. Se morres- único. - Quem não é muçulmano sem, ficava provado que eram não pode entrar na cidade. Os mu- culpados. Se sobrevivessem, çulmanos no mundo inteiro, onde eram absolvidos, o que aliás quer que estejam, ao fazer sua ora- acontecia mui raramente. ção voltam-se para a direção de Meca, porque lá se encontra a Jul Kaaba. *Hajj, *Mihrab. *Religião nórdica. Kami No Xintoísmo, tudo o que K está acima daquele que está fa- lando. Espíritos dos mortos, de vários graus. Kaaba Kidush Nome do famoso templo No Judaísmo, oração sobre a maometano de *Meca. É um edi- taça com vinho, na véspera do fício cúbico, com cerca de onze *sábado (sexta-feira à noite). - metros de altura e uma só abertu- Do hebraico = santificação, con- ra para receber a luz. Junto ao edi- sagração. fício, pelo lado sudeste, encontra- se uma pedra negra que é sagrada Kipá para os muçulmanos. Kaaba já era Pequeno boné ou gorro, com lugar de *romaria antes que o o qual os homens judeus cobrem Islamismo se instaurasse lá. Anu- a cabeça. Usam esse gorro em almente acorrem centenas de mi- diversas solenidades, (por vezes, lhares de peregrinos para Meca a o dia inteiro), mas ao menos na 63
63. KÍRIE ELEISON *sinagoga durante a oração, e no Lakshmi cemitério. (*Cobrir a cabeça). Deusa hindu da felicidade e da beleza, esposa do deus Vishnu. Kírie eleison Antigamente os senhores Lamaísmo (patrões) eram cumprimentados Modalidade do Budismo, com essa saudação. Os primeiros praticado principalmente no cristãos aplicaram-na para *Jesus Tibete e Mongólia. *Monges Cristo. No início do *culto divi- exercem influência no Budismo, no essa invocação é cantada ou que é dirigido por dois príncipes- recitada três vezes. - Do grego = sacerdotes: o *Dalai-Lama, che- Senhor, tem piedade. fe político; o *Panchem-Lama, chefe espiritual. - Do tibetano = Kismet Superior. No Islamismo, muitos pen- sam que Deus dirige totalmente a Lâmpada eterna nossa vida. Mas deve haver um Nas *igrejas católicas e *si- mal-entendido: Os muçulmanos nagogas, luz acesa dia e noite, não acreditam que sua vida é como sinal da presença de Deus. marcada por um destino cego. Essa luz pode ser uma vela, uma Antes, sabem e sentem que é Deus lamparina a óleo ou lâmpada elé- quem os guia. - Do turco/árabe = trica. - Nas igrejas católicas, in- tomar parte, participar da sorte. dica que há hóstias consagradas no sacrário ou tabernáculo. Por Krishna isso recebe o nome de “lâmpada Deus indiano, encarnação do do Santíssimo”. deus *Vishnu = negro. Lao Tsé Filósofo chinês do século IV L a.C. É tido como autor do livro “Tao Tê Ching”, e fundador do *Taoísmo. - Do chinês = velho mestre. Ladainha Oração alternada (em dois Lei coros), formada por invocações, Na religião judaica, prescri- às quais se responde com o mes- ções que regulamentam o que os mo refrão. Por exemplo: Santa judeus devem fazer ou deixar de Maria, rogai por nós! fazer. Esses mandamentos e proi- 64
64. LOGOS bições também são chamados pela Constituição. Na Alemanha abreviadamente “a Lei”. Para atinge-se a “maioridade religio- eles, observar a lei, não é peso sa” aos 14 anos. mas alegria, porque sabem que estão cumprindo a vontade de Liturgia Deus. *Torá. No Cristianismo, culto ofi- cial da Igreja. Tudo o que se re- Leigo laciona com o *culto divino: No Catolicismo, aquele que Festas, organização, formas di- não é clérigo, isto é, não recebeu ferentes etc. - “Litúrgico” é o as Ordens sacras. - Na linguagem adjetivo de liturgia. Há pessoas popular, aquele que não é perito litúrgicas (*sacerdote), livros e em determinado assunto. - Do objetos, vestes e linguagem grego “laos” = do povo. litúrgicas etc. - Do grego = Obra em favor do povo, obrigação Levitas com o Estado, dever do sacer- Membros da tribo israelita dote. de Levi. Eram os sacerdotes dos *israelitas, mais tarde, apenas Liturgia das Horas servidores no *Templo de Jeru- Oração oficial dos *sacerdo- salém. - Antigamente, na Igre- tes católicos ou dos *religiosos. ja Católica, eram chamados le- Em diversos momentos do dia vitas os *diáconos que ajuda- rezam, sozinhos ou em comuni- vam os *sacerdotes nos cultos dade, *salmos e outros textos, solenes. conforme uma *liturgia determi- nada. Chama-se “Laudes” a ora- Liberdade religiosa ção solene da manhã; “Vésperas” Direito de pertencer à reli- a oração da tarde; “Completas” a gião da qual gostamos. Direito oração que completa o dia. de mudar de religião, ou de não *Breviário. pertencer a nenhuma religião. Ao Estado cabe não privilegiar Logos e nem prejudicar os credos reli- Segundo alguns filósofos, giosos. É direito das religiões re- que viveram antes de nossa era, gulamentar sua vida sem inter- há uma espécie de Senso divino ferência de ninguém. - Infeliz- e universal que sustenta o cos- mente em muitos países não há mos. O Novo Testamento diz que liberdade de religião. Nos paí- esse sentido divino reside na pes- ses democráticos, é garantida soa de *Jesus Cristo feito Ho- 65
65. LOTOS-SUTRA mem (Jo 1,1-14). - Do grego = vou na Bíblia que não podemos palavra, pensamento, razão, sen- comprar a Graça de Deus. So- tido, senso. mente podemos confiar na sua misericórdia. Protestou contra o Lotos-Sutra comércio das indulgências, se- *Lotus Sutra. gundo o qual ofertas em dinhei- ro mereceriam a dispensa das Lotus Sutra penas temporais. Não se arre- Escritura Sagrada do Budis- pendeu do que ensinou. - Lutero mo. Conforme ela, Buda nunca traduziu a *Bíblia do hebraico foi para o *nirvana, mas está por e grego para a língua alemã. Por aí, a fim de ajudar as pessoas em causa de suas teses (a fé é mais sua redenção. *Bodhisattva, importante que as boas obras, e *Rissho Koseikai. outras), surgiu uma questão com o *Papa em Roma. A Igre- Lúcifer ja o excomungou, mas ele con- É propriamente o nome da tinuou reunindo-se com seus estrela da manhã, Vênus. adeptos, para ler a Bíblia e ce- Lúcifer na *Bíblia é um *anjo lebrar o ofício divino. - Desse que rebelou-se contra Deus e, movimento nasceu a *Igreja como castigo, foi precipitado do evangélica. *céu para o *inferno. Na tradi- ção cristã, há uma equiparação de Lúcifer com o personagem do Mal, o *demônio (Is 14,12; Lc 10,18). - Do latim = que traz a luz. Lutero, Martinho (1483-1546) Fundador e incentivador da *Reforma Protestante. Quando monge, pregou contra os maus costumes na Igreja Católica. O povo havia-se acomodado. Al- guns fiéis pensavam até que se podia comprar com dinheiro a Graça de Deus e a libertação dos castigos causados pelo pe- cado. Martinho Lutero obser- 66
66. MANÁ Luz sus. - Do italiano = minha Se- Em todas as religiões, *símbo- nhora. lo antiqüíssimo para exprimir o divino, a vida, a verdade, a fonte Madrinha do bem. A luz expulsa a escuridão *Padrinho. e o mal, que é o que agrava a vida do homem, até levá-lo à *morte. Magia Poder de dirigir e influenciar o mundo e a natureza com as pró- M prias forças, apenas empregando corretamente um *rito secreto. Do ponto de vista das religiões, pode ser também uma *superstição. Fre- Maat qüentes vezes estão em jogo tru- Na *religião egípcia, deusa ques mágicos. - Do grego = Evo- que representa a ordem inteligen- cação de forças supra-sensíveis. te do mundo, que mantém o equi- líbrio do cosmos. Mahayana *Veículo Grande. Maçonaria Organização que afirma ter Mahatma Gandhi como objetivo o bem da huma- *Gandhi. nidade. Seus adeptos devem su- perar barreiras religiosas e naci- Maitreya onais. Os maçons não são uma No Budismo do *Veículo sociedade secreta, mas fechada. Grande, há a crença numa futura Sua origem remonta aos pedrei- aparição de *Buda, para livrar a ros ambulantes do século XVI, todos do sofrimento. que difundiram o espírito do *Iluminismo. Os *símbolos ma- Maná çônicos (martelo, prumo e com- Alimento dos israelitas no passo) foram copiados da profis- deserto. Narra a *Bíblia hebraica são de pedreiro. Igualmente a hi- (Êx 16,1-35; Nm 11,1-9) que, erarquia de mestres, companhei- após deixar o cativeiro egípcio ros e aprendizes. (*Êxodo), no caminho para a Ter- ra Prometida foi dada aos Madona israelitas a comida prodigiosa do Na Igreja Católica, nome de maná. - Do hebraico “man hu” = honra para *Maria, mãe de Je- o que é isto? 67
67. MANDALA Mandala jejum nos dias prescritos; contri- buir com o dízimo. Mani Fundador, no século III d.C., da religião do *Gnosticismo, Maniqueísmo. Manitô Em várias tribos dos *índios, No Budismo, figuras dispos- Força ou Espírito invisível que tas em círculos divididos em qua- sustenta o mundo e difunde a drados concêntricos. São utilizadas vida. Manitô = espírito. no ritual e na *meditação. - Do antigo hindu = círculo mágico. Mansão dos mortos Os vivos não sabem para Mandamento onde vão os mortos depois da Prescrição, dever ou proibi- morte. Há diversas ideologias ção fundamentados no religioso. sobre a mansão dos mortos: *in- Assim: As normas gerais que re- ferno, *céu, *Hades, *Ilha dos gulam a convivência humana, bem-aventurados, *paraíso. - como os *Dez Mandamentos, Geralmente imaginamos a man- sobretudo o mandamento máxi- são dos mortos como um lugar mo do amor a Deus e ao próxi- bem afastado da terra, que não se mo. - Acrescentem-se ainda pres- compara com nada daqui. crições religiosas especiais que dizem respeito ao alimento, ves- Mantra tuário, limpeza ou ações *rituais. No Hinduísmo e no Budismo, fórmulas que se pronunciam para Mandamentos da Igreja se chegar ao repouso e à concen- No Catolicismo, além dos 10 tração. *Om. - Do antigo hindu = mandamentos da Lei de Deus fórmula, palavra mágica. (*Decálogo), há outros 5 promul- gados pela Igreja. Praticamente Maomé são desdobramentos do *Profeta dos muçulmanos. Decálogo. São eles: Ir à *missa Nasceu em *Meca no ano 570. aos domingos e dias santos; con- Cresceu junto de parentes, casou- fessar-se ao menos uma vez por se diversas vezes e teve um harém. ano; fazer a Páscoa; guardar o Dos sete filhos, seis morreram 68
68. MEDITAÇÃO quando Maomé vivia ainda. So- *graça divina durante toda a sua mente sua filha Fátima sobreviveu vida, sendo por fim elevada ao ao pai. Maomé era um *hanif. Pro- céu. A seu respeito encontram-se curava o Deus único, embora seu referências nos quatro *evange- mundo circunstante fosse lhos. Seu culto começou a difun- politeísta (*politeísmo). Com 40 dir-se já antes do século IV. As anos, no encontro com o anjo Igrejas Católica e Ortodoxa hon- Gabriel, recebeu o nome de pro- ram a Maria na *liturgia (dedican- feta. Saiu pregando a nova Fé. Por do-lhe muitas festas e comemo- isso foi perseguido em sua cidade rações), e apoiam as numerosas natal. Fugiu com seus adeptos manifestações de devoção do para Jatrib (*Medina). Mais tarde povo. - Diversas religiões, nome- conseguiu atrair Meca para sua adamente o Islamismo, dedicam doutrina. Morreu no ano 632. Os especial veneração a Maria. muçulmanos veneram Maomé como “selo dos profetas”, isto é, Mártires o último dos profetas, superando Pessoas que se mantiveram todos os profetas da Bíblia. Se- fiéis à sua convicção ou sua fé, gundo a crença muçulmana, embora tivessem de enfrentar Maomé recebeu de Deus a última morte violenta. - Do grego revelação, contida no alcorão. “martyros” = testemunha. Maranata Meca Invocação usada nas celebra- Cidade da Arábia Saudita. ções dos primeiros cristãos. Era, Cidade santa dos muçulmanos e numa palavra, uma profissão de centro de romarias, mundialmen- fé a *Jesus como sendo o *Cris- te célebre, porque lá se encontra to (o Ungido). Por outro lado, a *Kaaba. Terra natal do *profe- nessa invocação está o pedido a ta *Maomé. Jesus para voltar logo a fim de completar a obra (1Cor 16,22). - Medina Do aramaico = Vem, Senhor! Ou Cidade da Arábia Saudita. No o Senhor chegou! ano 622 *Maomé fugiu para Jatrib, que mais tarde passou a Maria chamar-se Medina. Depois de Mãe de *Jesus, e segundo a Meca, é a cidade santa do fé cristã, Mãe de Deus. Enrique- Islamismo. Maomé foi enterrado cida com o privilégio da Imacu- aí. - Do árabe = a cidade (do Pro- lada Conceição, foi repleta da feta). 69
69. MEIA LUA Meditação então o candelabro de sete bra- Reflexão silenciosa, recorda- ços tornou-se um símbolo para o ção, concentração sobre um pen- Judaísmo. Há um fac-símile em samento ou objeto. Os objetos pre- ponto grande diante do Knesset, feridos para favorecer a concen- o Parlamento do novo Estado de tração são coisas singelas, figuras *Israel em Jerusalém. que levam para um centro, como a *mandala. - Do latim “medita- tio” = intervenção, meditação. Meia lua O quarto crescente (ou meia lua) há muito tempo é tido como símbolo do crescer e diminuir. A meia lua aparece nos estandar- tes de muitos países islâmicos. Nesses países a “Meia Lua Ver- melha” é uma organização se- melhante à “Cruz Vermelha”, Mesquita com o mesmo objetivo: salvar Casa onde os muçulmanos vidas. reúnem-se para a *Prece muçul- mana e o estudo do alcorão. - Do Menonitas árabe = lugar onde se prostra. Membros de uma *Igreja li- vre, evangélica, surgida no sé- Mesquita do Rochedo culo XVI, fundada por Menno Pedra existente em *Jerusa- Simons (1496-1561). Seus lém, sagrada para judeus e muçul- membros recebem o *Batismo manos. *Abraão, assim se conta, depois de adultos, rejeitam o ju- queria sacrificar a Deus seu filho ramento e o serviço militar. No *Isaque em cima dessa pedra. Mais mundo há cerca de 800 mil tarde foi edificado o *Templo nes- menonitas. se lugar. Depois que o Templo foi destruído, o califa muçulmano Menorá Abad al-Malik, no ano 691, man- Candelabro de sete braços dou fazer lá uma construção que ficava no *Templo de Jeru- octogonal encimada por uma cú- salém. Foi levado para Roma pula: é a “Mesquita do Rochedo”. após a destruição do Templo pe- Conforme a tradição muçulmana, los romanos no ano 70. Desde *Maomé deve ter começado nesse 70
70. MIDRASH rochedo sua viagem noturna de invéis, pode descrever e explicar *Meca a Jerusalém. cientificamente as leis da nature- za. *Teologia. - Do grego = de- pois da Física, além da Física. Metodistas Adeptos de uma *Igreja livre, evangélica, fundada por John Wesley no século XVIII. Origina- riamente a expressão “metodista” era um termo depreciativo usado pelos adversários, porque seus fi- éis cultivavam a piedade confor- me um método determinado. Mais tarde tornou-se nome oficial. O Metodismo tem cerca de 50 mi- lhões de seguidores no mundo. Messias Mezuzá Na crença judaica, é o rei do Pergaminho contendo versí- reino de Deus na terra, reino de culos da *Bíblia hebraica (espe- paz e justiça. Os judeus esperam cialmente duas passagens do o Messias no fim dos tempos. Os Deuteronômio 6,14-19 e 11,13- cristãos afirmam que *Jesus de 21), acondicionado num pequeno Nazaré é esse Messias esperado. estojo, que os judeus colocam no *Cristo. - Do hebraico “Messi- batente direito da porta de suas ca- as” = o Ungido. sas ou no corpo da pessoa (na tes- ta e no braço). *Filactérios. - Do Metafísica hebraico = batente. Ciência que procura esclare- cer, pelo caminho da reflexão, Midrash aquelas coisas que se encontram Interpretação da *Bíblia fora do mundo visível ou já exis- hebraica. Os textos da *Escritu- tem antes da origem dele. Questi- ra Sagrada são sempre entendi- ona “por que, principalmente, al- dos e explicados de maneira nova gumas coisas existem e outras e diferente. No Judaísmo, há mui- não”. A metafísica pode apenas tos livros nos quais estão reuni- apresentar ponderações que não se das as diversas “midraschim” (in- podem demonstrar. - A Física, ao terpretações). - Do hebraico = in- 71
71. MIHRAB formar-se sobre, procurar na Es- ma Ceia e o *sacrifício redentor critura a resposta divina. da Cruz. *Eucaristia. - Do latim *Talmude. “mittere” = enviar, mandar. Mihrab Missa primicial Nicho existente na parede de A primeira missa solene de cada *mesquita, mostrando a di- um *padre católico. - Do latim reção da cidade santa de *Meca “primus” = o primeiro. com a *Kaaba. A oração é feita na direção marcada pelo nicho. Missão Empenho de difundir a pró- Milagre pria fé entre os adeptos de outras Fato ou caso inexplicável pela religiões ou *confissões. Especi- razão e pela ciência. Muitas pes- almente os cristãos e os muçul- soas piedosas encaram como di- manos manifestam esse ardor vina e milagrosa a cura de um missionário. doente desenganado. - Há também narrativas de milagres feitas em Missão interior linguagem simbólica, que podem União (1849) das Organiza- ter diversas interpretações, à ma- ções beneficentes das Igrejas neira dos *símbolos. Quando um Evangélicas. Hoje denomina-se cego volta a enxergar, todos “Obra diagonal”. A Organização acham que foram curados tam- Católica correspondente chama- bém, mesmo aqueles que têm boa se “Caritas”. visão (fenômeno coletivo). Não somente o taumaturgo é importan- Missionário te, mas também o miraculado, *Missão. quando tem fé naquele de quem veio a *cura. - Do latim Mistério “miraculum” = caso prodigioso. Verdade de fé que não se ex- plica somente pela razão. Exem- Minarete plo: *Jesus ressuscitou. *Místi- Torre da *mesquita, de onde ca. - Do grego = mistério, segre- o *muezim chama para a oração. do. - Do árabe = luzeiro, farol. Mística Missa *Meditação religiosa com o No Catolicismo, ato litúrgico objetivo de enxergar o imenso, o com que a Igreja celebra a *Últi- divino, o *santo, e abismar-se 72
72. MOISÉS nele. Encontra-se em muitas re- Do grego = fala, narrativa. *Di- ligiões a procura de concentração lúvio. mística. *Mistério. - Do grego “myein” = fechar-se. Mitra Barrete especial (alto e Mithra cônico), usado pelo *bispo ou Nome persa de um deus do *abade católico durante a cele- Direito e da Ordem estatal. Já no bração solene. século XIV a.C., Mitra era cultuado em diversas culturas. Moinhos de oração Adquiriu grande importância no Tiras de papel com versículos século I d.C., quando seu *culto da *Escritura Sagrada colocadas no Império Romano tornou-se a em pequenos recipientes redon- religião dos soldados. Encontra- dos. O recipiente está preso a um vam-se em lugares subterrâneos eixo, que gira, ativado pelos mo- para reuniões secretas, nas quais vimentos rítmicos da mão. Os tomavam refeição de pão e vinho. budistas tibetanos, por quem são Provavelmente era sacrificado e usados, acreditam que com esses consumido um boi nessas reuni- movimentos a força e eficácia das ões, e o sangue aproveitado para palavras são multiplicadas. Cada uma espécie de *Batismo. Não se volta corresponde a uma repetição admitiam mulheres nas reuniões. do versículo, e cada repetição é *Última Ceia. *Natal. - Da lín- meritória perante a divindade. O gua persa = Acordo; mais tarde, maquinismo repete a oração mais amigo, amor. vezes em menos tempo e descan- sa a voz do orante. Podem-se fa- Mitos zer moinhos maiores, que são Narrativas que ajudam a en- movidos pelo vento ou pela água. tender o mundo e sua origem, atribuindo tudo à intervenção di- Moisés vina. Exemplo: A narração da cri- Convocado por Deus para ação do mundo, no início da *Bí- retirar os *israelitas do Egito blia. Sabemos hoje em dia que a (*Êxodo), conforme conta a *Bí- formação da terra não durou seis blia hebraica. Recebeu de Deus dias, mas alguns milhões de anos. o *Decálogo no monte Sinai. Essa narrativa é de fundo mito- Moisés é tido no Judaísmo como lógico. Não quer explicar cienti- *profeta, legislador e fundador de ficamente, mas dar uma lição re- *Israel. Os cinco primeiros livros ligiosa: “Deus fez tudo bem”. - da *Bíblia têm o nome dele. 73
73. MOKSHA Moksha tam a convivência humana. As Esforço para escapar do cir- Religiões e *Confissões religio- cuito da reencarnação. Libertação sas ocupam-se com a Moral da condição humana, limitada e quando, sob o ponto de vista de precária. - Do hindu = redenção. sua doutrina, formulam pergun- tas como estas: “O que devemos Monges fazer?” “O que devemos deixar Pessoas que renunciam, por de fazer?” A Moral tem questões certo tempo ou por toda a vida, como estas: “Podemos pegar o ao casamento e à família, à pro- que desejamos ter?” “Ou, pode- priedade e aos prazeres, para po- mos pegar o que precisamos, para der dedicar-se inteiramente ao não morrer de fome?” - Do latim seu ideal religioso. Há o “moralis” = que diz respeito aos monaquismo no Hinduísmo, Bu- costumes. dismo, Cristianismo e também no Islamismo. *Freiras. Mórmons Membros da “Igreja de Jesus Monoteísmo Cristo dos santos dos últimos Crença num só Deus. Religi- dias”. Essa religião foi fundada ões que acreditam num só Deus, em 1830 por Joseph Smith nos chamam-se monoteístas. Exem- EUA. Para os mórmons, o “Li- plos: Judaísmo, Cristianismo, vro de Mórmon” tem o mesmo Islamismo. - Do grego “monos” valor que a *Bíblia. Os mórmons + “theos” = um Deus. acreditam que esse livro foi es- crito pelo “anjo Moroni”. No Moon mundo todo há uns 6 milhões de Fundador da “Igreja da mórmons. União” em 1954. Sun Myung Moon (Mun) nasceu de uma fa- Morte mília *confucionista no Sul da Sorte de todos (1Rs 2,2). Coréia, e mais tarde converteu- Nós, viventes, não sabemos o que se ao *Cristianismo. Mun afir- nos espera depois da morte. Os mou ser o *Messias que voltou. crentes de todos os tempos refle- Essa Igreja tem 200 mil membros tiram muito sobre o que vai acon- espalhados pelo mundo. tecer. Seremos julgados? Sere- mos recompensados pelas nossas Moral boas ações? Receberemos casti- Sistema organizado de nor- go pela má conduta? Há outra mas e princípios que regulamen- vida após a morte? Vamos para a 74
74. MUEZIM *mansão dos mortos ou para o mente quente, fétido e doloroso. céu com Deus? Os mortos torna- - Também os muçulmanos acre- rão a viver em outro corpo? - ditam numa vida após a morte. Muitos se apóiam nos Quem viveu conforme a vontade ensinamentos de sua religião. de Deus, vai para o *paraíso, Nas *religiões gregas houve di- onde tudo é bom. As *religiões versas opiniões a respeito do monoteístas acreditam numa vida *além-túmulo. O reino de eterna face a face com Deus. - Os *Hades era um abismo sombrio hindus e budistas acham que jun- debaixo do chão. A *Ilha dos tamos *carma bom e mau duran- bem-aventurados, entretanto, era te a vida. Se ele tiver suficiente representada como um lugar carma bom, poderá unir-se com onde sempre brilha o sol e reina o *Brahman e diluir-se no a alegria. Também os celtas co- *nirvana. Mas enquanto existir, nheciam um lugar *paradisíaco deverá passar por diversas vidas. a que chamavam de Avalon. De Explicando: Após a morte renas- primeiro os israelitas não acredi- cemos para uma nova vida. Esse tavam numa vida após a morte. circuito de vida, morte e Para eles a morte era o fim da renascimento continua aconte- vida. As *almas vagavam num cendo até a pessoa conseguir mundo subterrâneo, longe de quantia suficiente de bom carma. Deus. Com o passar do tempo criaram novo conceito: as almas Mosteiro dos mortos vão para Deus e lá Habitação de *monges e continuam vivendo. A esperança *monjas ou *freiras. - Do latim de uma *ressurreição de todos “claustrum” - espaço fechado. (que começou com Jesus), é ago- *Convento. ra o ponto central da Fé cristã. *Jesus de Nazaré, executado na Muçulmano cruz, foi ressuscitado por Deus e Adepto do Islamismo. O ter- vive com ele. Este “estar com mo “maometano” não deveria ser Deus” freqüentemente é chama- usado, porque o muçulmano entre- do *céu pelos cristãos. Quem não ga-se a *Alá, e não a *Maomé. - quiser ir para Deus após a morte, Do árabe = aquele que se entrega. porque persiste na vida má, en- caminha-se para o *inferno. In- Muezim ferno é a separação de Deus. An- Pessoa encarregada de con- tigamente os cristãos imagina- vocar, do *minarete, os muçul- vam o inferno um lugar extrema- manos para a oração. 75
75. MÚMIA Múmia Musas Cadáver embalsamado. Deusas protetoras da arte e da Pelo embalsamamento e disse- ciência na *religião grega. cação, um cadáver pode ser pre- servado da decomposição, vi- Música e canto rando múmia. Na religião Elementos importantes nas *egípcia os cadáveres de pes- cerimônias religiosas de muitas soas importantes eram mumifi- culturas. Servem para evocar di- cados. A resina era um dos in- vindades e espíritos, ou para des- gredientes no processo de con- pertar os mais diversos sentimen- servação. - Do árabe “mumija” tos de paz, alegria, arrebatamen- = resina. to, reflexão. Onde se canta jun- to, nasce a comunidade. - Já na Muro das lamentações *Bíblia hebraica encontram-se Muro ocidental do *Templo diversas passagens sobre música; de Jerusalém, a única parte que p. ex.: O rei *Davi, autor de vá- restou da destruição. Desde a rios *salmos bíblicos, dedilhan- Idade Média os judeus costu- do a harpa. O canto da *sinago- mam rezar ali, como numa *si- ga nasceu da música que era nagoga. Ficou chamado “muro tocada no *templo judaico (*can- das lamentações” porque naque- tor). As orações dos judeus são le lugar se levantaram muitas cantadas. A música cristã foi pro- queixas contra a destruição do vavelmente introduzida por santo templo. Ambrósio *Bispo de Milão (339- 397). Há mil anos que se usa o órgão para acompanhamento. Mulheres e meninas não podiam, desde a antigüidade até os tem- pos mais recentes, participar do canto na igreja, como também de outras funções *litúrgicas. Por isso nas igrejas, as vozes altas (soprano e alto) eram executadas por meninos e jovenzinhos. Os corais dos “meninos cantores de Viena” ou o coral de Leipzig mantiveram esse costume. *Bach, *Cantata, Canto gregoriano, *Evangelho, *Hino, 76
76. NOVILHA BRANCA DO BÚFALO *Oratório, *Órgão, *Paixão, Ninfas *Réquiem, *Negro Spirituals, Na *religião grega, gênios *Te Deum. femininos que moram nas ár- vores, nos lagos, nos rios, no mar e nos montes. - Do grego N “nymphai” = noivas, jovens. Nirvana Apagamento total da vida, Natal saída do circuito dos renascidos. No Cristianismo, festa do O apagar-se no nirvana é a últi- nascimento de *Jesus de ma aspiração dos budistas. - Do Nazaré, dia 25 de dezembro. Os antigo hindu = apagar-se, dissi- cristãos o adoram como Messi- par-se. as e Filho de Deus (*Encarna- ção). - Do latim “natalis” = nas- Noviço(a) cimento (Lc 2). No Catolicismo, candidato à *profissão religiosa num *mos- Negro Spirituals teiro ou *convento. É noviço du- Cantigas religiosas dos anti- rante algum tempo, até fazer a gos americanos brancos. Os afri- profissão, emitindo os votos de canos, levados como escravos pobreza, castidade e obediência. para os EUA, pegaram para si Os noviços ficam conhecendo o essas canções e lhes deram for- dia-a-dia da comunidade, prati- ma própria. Uma dessas famosas cam regularmente os exercícios cantoras de “Spirituals” e *Evan- religiosos, trabalham em casa, na gelhos foi Mahalia Jackson oficina ou no jardim do mostei- (1911-1972). - Do inglês = espi- ro. O tempo de preparação cha- ritual. ma-se Noviciado. *Conselhos evangélicos. *Ordem religiosa. - Nicho da prece Do latim = novato. Fica na parede da *mesqui- ta, voltada para *Meca. Quem Novilha branca do búfalo preside (*imã) a *Prece muçul- Personagem principal na mana deve permanecer diante do *mitologia dos índios Lakota. nicho, com o rosto na direção de Trouxe para os Lakota o *ca- Meca, no que é imitado por to- chimbo sagrado, *símbolo da dos os fiéis presentes. - Do árabe comunidade entre si, e com “mihrab” = nicho da prece. *Wakan Tanka. 77
77. NOVO TESTAMENTO Novo Testamento Para os cristãos, a segunda parte da Bíblia. Fala sobre *Je- O sus de Nazaré e o início da *Igre- ja. O Novo Testamento é forma- Objetos de devoção do pelos quatro *Evangelhos Objetos que alimentam a pi- (Mateus, Marcos, Lucas e João), edade popular. Por exemplo: Atos dos Apóstolos, 21 Cartas às *Terço ou rosário, quadros de comunidades cristãs e a “Reve- santos (*ícone) etc. - Do latim lação” (livro *apocalíptico). Os “devotio” = veneração ou devo- primeiros escritos do Novo Tes- ção. tamento foram as Cartas do *Apóstolo *Paulo (cerca de 50 Observância d.C.). - Chama-se Novo Testa- Seguimento rigoroso de pres- mento porque Deus fez uma nova crições ou regras religiosas. - Do *Aliança com os cristãos, como latim “observatio” = observância. fizera antes com seu povo *Isra- el. *Bíblia, *Bíblia hebraica, Ocultismo *Antigo Testamento. Estudo sobre fenômenos ou manifestações que não podem ser N. T. explicados pelas leis da nature- Abreviação de *Novo Testa- za. A elas pertencem: movimen- mento. to de objetos sem causa conheci- da, telepatia, clarividência etc. As Núncio Apostólico ciências ocultas podem basear-se Representante do Papa jun- no seguinte: As forças da nossa to ao governo de um país. O psique são mais fortes que as leis *Vaticano, centro da Igreja Ca- da natureza; os espíritos existem; tólica, está dentro de a capital e as coisas têm também uma italiana, mas é um país autôno- *alma. - Do latim “occultus” = mo. Como qualquer outro país, escondido. *Astrologia, *Magia. o Vaticano envia seus mensagei- ros para outras nações do mun- Óleo do Santo Crisma do. O mensageiro do Vaticano é Óleo empregado nas *unções sempre um *Bispo. A sede do rituais. É preparado com óleo de Núncio fica na capital do res- oliva e bálsamo perfumado, e sa- pectivo país, e chama-se Nun- grado na *Quinta-feira Santa ciatura. - Do latim “nuntius” = pelo *Bispo. Na Igreja *Católi- mensageiro. ca é usado em diversos *Sacra- 78
78. ORÁCULO mentos (*Batismo, *Confirma- bém trabalhar para se sustentar. ção, *Ordem). *Unção. Numa palavra: Manter a oração e o trabalho em boas relações. - Om Do latim “ora et labora” = reza e Sílaba sagrada dos hindus. trabalha. Aparece em todas as orações. Praticamente não significa nada, Oração mas é traduzida freqüentemente Diálogo com a divindade como “vida”. Quando repetida através de palavras e gestos (jun- muitas vezes, ajuda na *medita- tar as mãos, ajoelhar-se etc.). A ção. oração pode consistir em palavras isoladas, longos textos prepara- Opus Dei dos, ou num diálogo livre e es- Sociedade semi-secreta den- pontâneo. Os fiéis podem orar tro da Igreja Católica, cujos sozinhos ou em comunidade; em membros submetem-se a rigoro- momentos já programados (*Pre- sas prescrições religiosas (*Ob- ce muçulmana, *Liturgia das servância). Essa organização é Horas); ou ficar completamente semelhante a uma *Ordem reli- à vontade; freqüentes vezes uni- giosa. Seus membros contudo dos nas *ações cultuais (*culto não usam traje especial nem mo- divino). Em qualquer situação na ram em *conventos. O “Opus qual estejamos, sempre se encon- Dei” luta para manter os princí- tra espaço numa dessas modali- pios católicos em toda a parte e dades de oração: Adoração, lou- por todos, também pelos não-ca- vor, agradecimento, pedido, quei- tólicos. Foi fundado em 1928 xa. pelo *sacerdote espanhol José Maria Escrivá de Balaguer. A Oração dezoito entidade é tida por muitos cris- Oração principal do culto nas tãos de todas as confissões como *sinagogas judaicas. Nessa ora- antidemocrática e inimiga do pro- ção Deus é louvado, mas também gresso. - Do latim = obra de invocado em todas as situações Deus. da vida. Ora et labora Oráculo É o lema dos *monges Sede ou culto de alguma di- *Beneditinos fundados por Ben- vindade especial, onde se res- to de Núrsia. E significa que os pondia às perguntas dos interes- monges devem rezar, mas tam- sados. Supunha-se que o deus 79
79. ORATÓRIO em questão manifestasse expres- Ordenação samente sua vontade, direta ou Nas Igrejas cristãs, incorpo- indiretamente através de uma ração solene de *sacerdotes e pessoa que pudesse entender e *párocos no seu cargo ou posi- interpretar o oráculo. Ficou cé- ção. - Na Igreja Católica, recep- lebre o oráculo de *Delfos, *Ma- ção do *Sacramento da *Ordem gia, *Agouro. - Do latim = fala através do *Bispo. - Do latim dos deuses. “ordinatio” = Tomada de posse de um cargo. Oratório 1. Importante peça musical Órgão com solistas, coral e orquestra. É o instrumento mais impor- Geralmente é baseado em temas tante da música sacra, e o rei dos bíblicos e executado também fora instrumentos sacros. Para cada tom da igreja. Oratórios famosos: há tubos, que são soprados através “Oratório do Natal”, de Johann de foles. O organista aciona o te- Sebastian *Bach (1734); “Mes- clado com as mãos, e os pedais sias”, de Georg Friedrich Händel com os pés. Podem-se introduzir (1742); a “Criação”, de Joseph tonalidades diversas através dos Haydn (1798). - 2. Pequeno ni- assim chamados “registros”. Os cho para guardar imagens religi- grandes órgãos têm alguns milha- osas. - Do latim “orare” = orar, res de tubos. Toda a igreja de ta- rezar. manho maior tem um órgão para solenizar os ofícios divinos. Ordem Religiosa Comunidade das Igrejas cris- Ortodoxos tãs, onde seus membros convi- Assim se denominam diver- vem, seguindo Regras próprias. sos grupos religiosos. Há ortodo- Comprometem-se a viver na po- xos cristãos, principalmente na breza, castidade e obediência. Europa Oriental, Rússia, Grécia, Exemplos de Ordens religiosas como ainda os *Coptas. Também (masculinas e femininas): no Judaísmo há correntes religi- *Beneditinos, *Franciscanos, osas que se dizem ortodoxas. *Dominicanos, *Jesuítas, *Car- Acentuam o amor à tradição. - Do tuxos, *Carmelitas, *Palotinos, grego = ortodoxo = correto. *Trapistas, *Cistercienses. Há também em outras religiões: Ostensório *Sangha, *Dervixe, *Monges, Na *Liturgia católica, peça *Freiras. de ouro ou prata, na qual é apre- 80
80. PAIXÃO sentada aos fiéis a Santa *Hóstia Pagão ou alguma *relíquia. Na antigüidade, quem acre- ditava em muitos deuses. Assim, os adeptos da religião *egípcia, P *romana, *grega, *germânica. - Diz-se hoje de quem não é bati- zado. Atualmente esse termo é tido como depreciativo. *Goin. Pã Na *religião grega, o deus da Pagode floresta e dos pastores. Daí vem Na tradição budista, templo a palavra “pânico”. Os pastores com vários andares, onde são atribuem-lhe o reencontro da conservadas *relíquias. flauta, quando a perdem. Pai-de-família Pachamac Na antiga Roma o pai tinha Na religião dos Incas, nome uma posição especial dentro da do Deus criador. O império dos família: Presidia aos *ritos pres- incas nos Andes da América do critos da *religião romana como Sul perdurou do século XIV até *sacerdote da casa. - Do latim meados do século XVI. - Da lín- paterfamilias. gua quechua = Criador do mun- do. Pai-nosso Oração por *Jesus de Nazaré Padre aos seus discípulos. Começa com Do latim “pater”. *Sacer- estas palavras: Pai nosso, que dote. estais no céu... (Mt 6,9-13). O pai-nosso figura entre as orações Padrinho básicas de todos os cristãos. É Pessoa com funções seme- recitado em todos os cultos divi- lhantes às do pai (ou da mãe). nos. Escolhido por ocasião do *Batis- mo e *Crisma, compromete-se a Paixão ajudar os pais na educação reli- 1. Sofrimento intenso de *Je- giosa do afilhado. Se este ficar sus de Nazaré, traído, levado pre- órfão, quem assume sua forma- so, torturado e finalmente prega- ção é o padrinho. - Do latim do na *cruz. - 2. Peça musical de “pater”, “mater” = segundo pai e Johann Sebastian *Bach, acentu- segunda mãe. ando a Paixão dolorosa de Jesus. 81
81. PALESTINA - 3. Na Igreja evangélica, é o tem- Panteon po que vai da Quarta-feira de Santuário para todos os deu- Cinzas até a *Páscoa. - Do latim ses, para religiões que acreditam “passio” = sofrimento, paixão. em vários deuses (*Politeísmo). - Totalidade dos deuses de uma Palestina religião. - Do grego “pantes Assim era chamada antiga- theoi” = todos os deuses. mente, pelos comerciantes e mari- nheiros gregos, a região situada na Pantokrator Costa Leste do mar Mediterrâneo. Aquele que tudo abarca. Desde o ano 1200 a.C. lá viveram *Jesus é adorado no Cristianis- os povos *israelitas e filisteus. Por mo como Senhor do mundo. isso a Palestina era conhecida Encontramos figuras de Cristo como “Terra dos filisteus”. Os ju- Pantokrator nas igrejas antigas, deus a chamavam Terra de Judá. geralmente no teto das cúpulas. Mais tarde foi ocupada pelos ro- É representado assentado no manos e no ano 135 d.C. voltou a trono, segurando o Evangelho chamar-se “Palestina”. com uma das mãos, e com a outra abençoando. - Do grego Palotinos “pantokrator” = Senhor de Membros da *Congregação tudo. religiosa fundada em Roma pelo sacerdote católico Vicente Papa Pallotti. Seu nome oficial é “So- *Pastor supremo da Igreja ciedade do Apostolado Católico”. Católica, com sede em Roma. O Dedica-se à pastoral das Paróqui- Papa é eleito pelos *Cardeais. as e à Missão. Freqüentes vezes o Papa é sau- dado com o título honroso de Panchem Lama “Santo Padre”. Também o chefe Chefe religioso do *Budismo dos cristãos egípcios, os *coptas, tibetano, antigo rival do *Dalai- traz o título de “Papa”. Lama. Paraíso Panteísmo Estado de paz e felicidade. Concepção filosófica, segun- Conforme diversas concepções do a qual o mundo é deus: Deus religiosas no início o mundo era e a natureza se identificam. - Do um paraíso. As pessoas, porém, grego “pan” + “theos” = tudo é destruíram-no, ou foram expul- deus. sas de lá. Em algumas religiões 82
82. PÁSCOA imagina-se freqüentemente que Irã, indo para a Índia, onde vive há um lugar fora do mundo, para o grupo mais numeroso dos onde vão as *almas depois da parses. São chamados também morte, caso tenham levado vida “zoroastrinos”. correta. Na língua persa chama- se “jardim, parque”. Parto virginal Nascimento sem a colabora- Párias ção do homem no momento da Na Índia, nome dado a todos concepção. Segundo o conceito os hindus que não pertencem a de algumas religiões, pessoas nenhuma das quatro castas. Até houve, de santidade tal ou atri- há pouco tempo eram pobres e butos divinos tais, que não foram não possuíam direitos. Na Índia geradas de maneira normal, mas moderna foram equiparados aos vieram ao mundo através de uma demais cidadãos. virgem. Exemplo de parto virgi- nal é *Jesus. Pároco Dirigente de uma comunida- Páscoa de cristã. - Do grego “paroikos” Festa judaica para comemo- = Forasteiro, sem os direitos de rar a libertação da escravidão do cidadania. Os primeiros cristãos Egito (Êx 12). Na véspera da denominavam-se “hóspedes so- Páscoa celebra-se nas famílias bre a terra”. judaicas uma ceia *ritual, cha- mada Seder = Ordem. A *Bíblia Parses hebraica conta que, na noite da Adeptos de uma religião que fuga, o *anjo de Deus matou to- surgiu no Irã. Remonta ao *pro- dos os filhos primogênitos dos feta Zoroastro (também egípcios, não porém os filhos Zaratustra). Não se pode preci- dos *israelitas. Eles tinham sar quando viveu o seu fundador. pintado suas portas com o san- Terá sido entre o ano 1000 e 700 gue dos cordeiros imolados. a.C. Concebeu a história do mun- Esse era o sinal para o anjo re- do como uma luta entre o Bem e conhecer as suas casas. - 2. Fes- o Mal. O bom Deus “Ahura ta máxima dos cristãos, na qual Mazda” está em constante briga celebram a *ressurreição de com o Espírito Mau, “Angra Cristo. Na Europa cai na prima- Maju”, mas vencerá no fim dos vera. A origem da palavra é obs- tempos. No século VIII o cura. Em outras línguas nota-se parsismo foi obrigado a deixar o uma relação entre a Ressurrei- 83
83. PASTOR ção e a *Páscoa dos judeus: Pecado Pâques em francês; Pasqua em Ação que fere um preceito Italiano; Paaske em dinamar- divino ou religioso, acarretando quês etc. - Do hebraico “Pes- o sentimento de *culpa. sah” = passagem. *Hagadá. Pedagogia da Religião Pastor Ocupa-se especialmente da Título dos coordenadores das transmissão de conteúdos religi- Igrejas cristãs. - Do latim osos na família, na escola e na “pastore” = pastor. comunidade eclesial. - Do grego “paidagogos” = educador, guia, Patrono condutor. 1. Construtor ou fundador de uma *igreja ou de um *mostei- Pedro ro. - 2. O *santo sob cuja prote- Um dos doze *apóstolos de ção foi colocada uma igreja. - 3. *Jesus de Nazaré. O *Novo Tes- Santo que nos deu o nome. - Do tamento conta que Jesus passou latim “patronus” = padroeiro. para ele uma responsabilidade toda especial na direção da *Igre- Paulo ja (Mt 16,17-18), e deu-lhe o so- Saulo de Tarso viveu no tem- brenome de Pedro. Morreu em po de Jesus na *Palestina. Como Roma no ano 67 d.C. - Os cris- judeu, pertencia ao grupo dos tãos *católicos atribuem-lhe o *fariseus, e era adversário dos encargo de *Papa. Seu nome pró- cristãos. Trazia o título de cida- prio é Simão. O sobrenome Pedro dão romano. Um encontro com é “petros” em grego, e “kephas” *Cristo fez dele um cristão, tor- em aramaico. nando-se o maior *missionário da Igreja nascente. Pregou a Fé Peixe cristã entre os *“pagãos” e ex- *Ichthys. pandiu o Cristianismo para além do território judaico. Escreveu Penitência cartas para muitas comunidades, Sentimento de ter feito algo que ficaram conservadas no errado, com o desejo de se emen- *Novo Testamento. Suas viagens dar. Esse arrependimento torna- levaram-no, além de outras ter- se concreto através de obras ras, até a Grécia, Síria e Roma, penitenciais: boas obras, recon- onde morreu martirizado no ciliação com alguém, oração, je- ano 67. jum. 84
84. POGROM Pentateuco prios cristãos tornaram-se, por Nome dos cinco primeiros vezes, perseguidores e opresso- livros da *Bíblia hebraica, isto res, sobretudo dos judeus, mas é, dos cinco livros de Moisés. - também de outros (índios, p. ex.). Do grego “pente” = cinco + “teuchos” = vaso, peça, rolo de Pessah livro. *Páscoa. Pentecostes Pietá Festa na qual os cristãos co- Representação de *Maria memoram o nascimento da com seu Filho *Jesus, morto, no *Igreja pela infusão (descida) do regaço. Obra famosa de *Espírito Santo (At 2,1-13). Pen- Michelangelo. - Do italiano tecostes tem lugar sete semanas “pietá” = piedade. depois da *Páscoa. - Do grego pentekoste = 50º dia (depois da Pietismo Páscoa). Movimento surgido no sécu- lo XVII na *Igreja Evangélica. Peregrino Os pietistas dão ênfase a uma Aquele que caminha para grande piedade, à vocação dos um lugar onde a presença de *leigos no anúncio do *Evange- Deus ou dos deuses é mais pal- lho (sacerdócio comum), e ao pável: *Templos ou *igrejas, es- amor prático com o próximo. - tátuas de *Buda, a cidade de Do latim “pietas” = piedade. *Meca, o rio *Ganges, mestres notadamente sábios, lugares san- Pilares da fé tos, e muito mais. - Do latim A religião do *Islamismo é “peregrinus” = estranho. *Relí- sustentada por cinco “pilares” quias, *Romaria. que todo o muçulmano deve ob- servar: 1. A *Shahada; 2. A *Pre- Perseguição dos cristãos ce muçulmana, ritual e regular Tentativas de abafar a Fé cris- (*Salat); 3. Donativo para os ne- tã, prejudicando, castigando, tor- cessitados; 4. O *jejum no mês turando e até matando seus adep- de *Ramadan; 5. Uma peregri- tos. Nos primeiros três séculos nação a *Meca. d.C., os cristãos foram vítimas diversas vezes de perseguições Pogrom por parte do Império Romano. Violências e agressões con- Nos séculos posteriores os pró- tra as minorias (sociais ou religi- 85
85. POLITEÍSMO osas). Os judeus têm sido Predestinação freqüentemente o alvo de massa- Em algumas religiões há a cres organizados. *Anti-se- suposição que Deus teria deter- mitismo, *Holocausto, também minado, já antes do nosso nasci- *Huguenotes. mento, se vamos alcançar a sal- vação ou a condenação. - Do la- Politeísmo tim “praedestinatio” = Crença em muitos deuses. predestinação. Exemplos: *Religião egípcia, *Religião romana, *Religião gre- Pré-existência ga, *Religião nórdica, *Religião Expressão aplicada principal- germânica, *Hinduísmo. - Do mente a *Jesus Cristo (Jo 1,1). grego “polys” = muito, e “theós” Os primeiros cristãos viram em = Deus. Jesus de Nazaré o Messias, e ado- raram-no como Filho de Deus. Posseidon Perguntavam-se o que teria sido *Religião grega. dele antes de seu nascimento, e chegaram à seguinte conclusão: Prece muçulmana *Cristo sempre existiu junto de No Islamismo, oração *ritu- Deus; não foi, mas é sempre Deus al que se faz cinco vezes ao dia. (*Trindade divina). - Do latim Consiste em versículos do “prae” = antes; “existentia” = alcorão, orações e fórmulas de existência. bênçãos. Deve ser feita onde es- tivermos, num lugar ritualmente Pregação limpo, na direção de *Meca. Instrução para esclarecer e *Salat. fortalecer a Fé. É parte importan- te do *culto cristão aos domin- Preceito gos. Também é feita nas *sina- Prescrição, obrigação ou gogas, e *mesquitas. - Do latim proibição de fundo religioso. “praedicare” = anunciar. Exemplos: 1. Prescrições que re- gulam a conduta moral, como o Presbítero *Decálogo, sobretudo o manda- Na religião evangélica, mu- mento supremo que é o amor a lheres e homens que formam a li- Deus e ao próximo. - 2. Normas derança de uma comunidade. De- especiais que dizem respeito ao liberam sobre todas as questões e alimento, vestuário, higiene ou administram o dinheiro. - Na Igre- *ações cultuais. ja primitiva, presbíteros eram os 86
86. PROFISSÃO RELIGIOSA suplentes do *Bispo, e desempe- *Bispos, mas de todos os cristãos nhavam as tarefas que o *pároco engajados, mesmo que sejam desempenha hoje. A equipe de *leigos. A própria palavra proces- presbíteros chama-se presbitério. so deixa entrever que longo é o - Do grego “presbytes” = homem caminho até se alcançarem os idoso, ancião, reverendo. objetivos, mas é preciso seguir caminhando. Presépio Representação plástica do Profano local e dos personagens do nas- O que não pertence à esfera cimento de *Jesus. Na narrativa do *sagrado, do divino; o que é do seu nascimento (Lc 2,1-19), mundano, rotineiro, não consa- fala-se que foi reclinado num pre- grado. - Do latim “profanus” = sépio, isto é, numa manjedoura fora do terreno sagrado. de animais. Daí nasceu a suposi- ção que teria nascido num está- Profeta bulo, o que na *Bíblia não está Pessoa que prega e atua por mencionado. Daí também nasceu mandato divino. Diversas religi- o costume de se representar a ões têm profetas que foram con- cena como se o nascimento tives- vocados e chamados diretamen- se acontecido num estábulo. Já no te por Deus (*Elias, João Batis- século VIII havia em Roma des- ta, *Maomé). - Do grego; origi- sas representações. Difundiram- nariamente = adivinho, anun- se rapidamente depois que, em ciador do *oráculo. 1223, Francisco de Assis (*Franciscanos) montou o pri- Profissão de fé meiro presépio em Greccio. Do *Credo. século XVIII em diante tornou- se costume a montagem de pre- Profissão religiosa sépios nas casas de família. No Catolicismo, emissão dos votos temporários (por algum Processo conciliar tempo) ou perpétuos (para toda Movimento *ecumênico de- a vida) de pobreza, castidade e sencadeado nas últimas décadas obediência. Agora o(a) neo- do século XX, em favor da paz, professo(a) pertence cano- da justiça e da ecologia. É cha- nicamente à Ordem ou Congrega- mado “processo conciliar” por- ção na qual proferiu os votos. - Do que pelo termo *Concílio não se latim “professio” = profissão. entende apenas a assembléia dos *Noviço. 87
87. PROSÉLITOS Prosélitos Purim Originariamente, aqueles que Festa judaica, que comemo- passaram de outras religiões para ra a libertação dos judeus persas o Judaísmo. Hoje, todos que mu- no século V a.C. Conta-nos esse dam de religião são conside- fato o livro de Ester da *Bíblia rados prosélitos. - Do grego hebraica, escrito por volta do ano “proselytos” = estrangeiro, re- 300 a.C. e lido até hoje na *sina- cém-chegado. goga por ocasião da festa. As cri- anças fazem barulho com matra- Protestantismo cas cada vez que é pronunciado Todas as modalidades de o nome de Amam, inimigo dos Cristianismo nascidas da *Re- judeus. Purim é uma festa alegre, forma Protestante. Na dieta de com comidas especiais, roupas de Espira em 1529 os *evangélicos fantasia e presentes. protestaram contra os represen- tantes católicos do imperador, Puro que mantiveram a condenação Tudo o que, conforme as de Martinho *Lutero. Por isso prescrições judaicas, pode ser foram chamados “protestantes”, comido, bebido, vestido ou usa- e o movimento reformista, “Pro- do. - Da língua judaica = válido, testantismo”. correto, limpo. Puja Devoções que se praticam no Hinduísmo. - Do hindu = vene- ração. Q Purgatório Quakers Conforme a crença católica, Comunidade cristã fundada no uma situação de purificação século XVII na Inglaterra por após a morte, antes do encontro George Fox. Os Quakers acredi- definitivo com Deus. Até um tam que há uma “luz interior de tempo não muito remoto havia Deus” em cada pessoa. Rejeitam uma corrente teológica, segun- o *Credo pré-fabricado, a *hierar- do a qual passávamos pelo fogo quia eclesiástica e os *Sacramen- a fim de nos purificar dos peca- tos. Em lugar disso, reúnem-se para dos. - Do alemão antigo “vegen” fazer uma devoção silenciosa. = purificar. São pacifistas. No mundo há uns 300 mil Quakers. Os primeiros 88
88. Rabino Quakers costumavam tremer de grutas, encontraram manuscritos emoção durante a oração. Origina- da *Bíblica hebraica e outros so- riamente a palavra “Quacres” era bre temas religiosos, com mais de tida como alcunha. O nome oficial dois mil anos de idade, dentro de é “Sociedade dos amigos” (Jo velhos potes de barro. 15,15). - Do inglês “to quake” = tremer. Quaresma No Cristianismo, os quaren- R ta dias que precedem a *Páscoa. Nesse tempo os fiéis fazem jejum Rabino conforme o costume ou renunci- Mestre, pregador e juiz (mas am a algum prazer ou lazer (ál- não dirigente) de uma comunida- cool, doces, cigarro, televisão de judaica. Esta, via de regra, ele- etc.). *Jejum. A Quaresma come- ge um conselho diretor que, por ça na Quarta-feira de Cinzas. Nos sua vez indica o rabino. O rabino *domingos não se jejua. *Carna- não preside à oração no culto da val; *Ramadan. *sinagoga; quem o faz é o can- tor. Ele é autoridade em todas as Quinta-feira Santa questões que dizem respeito à Dia em que os cristãos recor- Bíblia, à *Torá e à tradição dam de modo especial a *Última (*Halahá). - Do hebraico “rabbi” Ceia, celebrada por Jesus com = mestre, meu mestre. seus discípulos. Isso acontece três dias antes da *Páscoa. *Sex- ta-feira Santa. Qumran Lugar junto à margem norte do Mar Morto na Palestina. Entre o ano 150 a.C. até 68 d.C., existiu lá uma espécie de *mosteiro, cujos membros submetiam-se a um re- gulamento rigoroso, e não tinham contato com judeus fora da comu- nidade. - O lugar tornou-se conhe- cido em 1947 quando alguns fi- lhos de pastores, brincando nas 89
89. RAMADAN Ramadan sultado foi a separação da Igreja, Mês do ano muçulmano, no criando dois campos inimigos. qual *jejuam desde o nascer até Os defensores da Reforma Pro- o pôr-do-sol. Já que o calendário testante concentraram-se numa muçulmano não se orienta pelo única *confissão: o *Protestan- curso do sol mas pelo da lua, o tismo. *Igreja Evangélica, Ramadan pode cair em qualquer *Lutero. - Do latim = mudança, época do ano. O jejum durante o melhoria, restauração. Ramadan faz parte dos *pilares da fé do Islamismo. Regra de ouro Fazei aos outros tudo aquilo Redenção que quereis que façam a vós (Mt Libertação da *culpa e esca- 7,12). É a norma geral da boa pe da *morte. Em muitas religi- conduta. ões a culpa e a morte são tidas como as maiores ameaças à vida, Relicário chegando a dificultar o relacio- Caixa ou cofre próprios para namento com Deus. Essa liber- guardar relíquias. tação ou redenção vem através de um salvador (*Jesus Cristo). Em Religião algumas religiões, porém, é a Difícil de ser definida, já que pessoa que se auto-redime está presente em todos os tempos (*Bodhisattva, *Gnosticismo, e em todas as culturas, sob as *Moksha, *Cientologia). mais diversas formas. Religião tem a ver com as questões fun- Reencarnação damentais do homem: Quem sou Concepção segundo a qual as eu? De onde vim? Por que e para pessoas, após a morte, renascem que eu vivo? O que devo fazer? para uma outra vida. O O que vai acontecer comigo de- Hinduísmo e o Budismo pregam pois da morte? São questões a a libertação desse circuito respeito do transcendente, do di- reencarnacionista. *Samsara, vino, do *sagrado. - A origem do *alma, *carma. termo religião tem várias expli- cações. Segundo alguns, vem de Reforma Protestante “religare” = reatar. Segundo ou- No Cristianismo, movimen- tros, vem de “relegere” = reler, to do século XVI que pretendia observar conscienciosamente; renovar a *Igreja e reconduzi-la lembra o respeito devido às pres- para sua fonte, a *Bíblia. O re- crições da *religião romana. 90
90. Religião egípcia Religião chinesa ou templos. - Pertenciam à classe Tem alguns milhares de anos. dos deuses: O deus sol Rá (ou Ré), Segundo ela, todo o universo está denominado Amun-Re mais tarde; sujeito a uma ordem predetermi- o deus da ressurreição Osíris, sua nada. Essa ordem procura ver, p. esposa Ísis; Horus com cabeça de ex., como estão organizados o cos- falcão; Anubis, deus do céu e do mos, a convivência humana e o rei, deus da morte com a cabeça poder estatal. Aí reside o princípio de chacal. O gato era um animal de forças opostas que se sagrado. Havia outros animais sa- complementam: *yin e yang. grados como o boi Apis, o carnei- “Yang” significa tudo o que é mas- ro, o crocodilo, o hipopótamo, o culino: força e claridade. “Yin”, o falcão e o pássaro íbis. O escara- feminino: fraqueza e obscuridade. velho era cultuado como *símbo- Os dois juntos contrabalançam a lo do sol nascente e do renasci- ordem do mundo. - Os chineses mento, e usado como adorno ou cultuavam seus deuses, e o impe- *amuleto. Também no antigo Cris- rador exercia seu mandato como tianismo era sinal da ressurreição. “filho do céu”. O *Confucionismo e o *Taoísmo nasceram mais tarde da antiga religião chinesa. Religião egípcia Os antigos egípcios, cuja his- tória cultural começa 4 mil anos a.C., viviam da agricultura e pecu- ária no vale do rio Nilo. Esse vale, tanto no oriente como no ociden- te, é rodeado pelos imensos deser- tos do Norte da África. Todos os anos era inundado pelo barro ferti- lizante do rio. Os egípcios obser- O Faraó, rei do antigo Egito, era vavam cuidadosamente os fenô- adorado como filho do sol e ima- menos da natureza. Seu mundo gem divina, Deus e Homem ao estava marcado pelo princípio do mesmo tempo. - De particular im- constante nascer e renascer. - Ado- portância era a crença no *além- ravam muitos deuses (*politeísmo) túmulo. A sepultura, tida como pas- na figura do sol, do firmamento, sagem para o outro mundo, era mo- da terra e dos diversos animais. biliada com móveis e outros obje- Dedicavam-lhes lugares sagrados tos que fossem úteis na outra vida. 91
91. RELIGIÃO GERMÂNICA O corpo do morto era transforma- Religião germânica do em *múmia. Acreditava-se no Os germanos não vieram de julgamento dos mortos e no infer- uma só raça, mas de vários tron- no. - Sendo um ser divino, igual a cos e grupos. No começo da nos- Deus, o faraó ia para o céu após a sa era, habitavam mais ou menos morte, e tornava-se um com o deus a atual Alemanha do Norte, a cos- do sol. Mais ou menos durante a ta marítima do norte e do leste, a metade do III milênio a.C., sepul- Dinamarca e o sul da Escan- tavam-se os reis nas célebres pirâ- dinávia. - Eram politeístas mides. A maior de todas é a pirâ- (*politeísmo). Seu deus mais po- mide do faraó Cheops em Gizeh, deroso era Wodan ou Odin. - situada a sudoeste do Cairo. Tem Vários deles são lembrados até 145 metros de altura, portanto qua- hoje no calendário da semana de se a altura da catedral de Colônia. alguns países. Terça-feira - O faraó Amenotep IV reinou de (Dienstag, em alemão, e tuesday, 1365 até 1349 a.C., mais ou me- em inglês): Ziu, deus da guerra. nos. Mudou seu nome para “Ikhnáton” = com quem Deus Aton se compraz. Aton era o deus do sol no seu ponto mais alto, o zênite. Ikhnáton rejeitou a religião politeísta (*politeísmo), que vigo- rava até aquela época, e proclamou Aton como deus único. A esposa de Ikhnáton era a bela rainha Nefretite. Após sua morte a religião *monoteísta de Aton foi proibida como sendo uma *heresia. O faraó Quarta-feira: Wodan, o deus mais Tutancâmon restaurou o antigo poderoso de todos. Quinta-feira culto ao Amun-Re. - No ano 332 (Donnerstag, em alemão, e a.C., Alexandre Magno conquistou Thursday, em inglês): Donar, o Egito. No ano 30 a.C., tornou-se deus do trovão, manejando o província do Império Romano. martelo e lançando raios. Sexta- Desde a conquista pelos califas no Feira (Freitag, em alemão) é ano 640 d.C., o Egito tornou-se um dedicada à deusa da fertilidade, país predominantemente islâmico. Freya. Havia ainda Baldur, deus Cerca da terça parte dos egípcios da primavera; Loki, deus do fogo, pertence hoje à religião dos e vários outros. - Celebravam-se *Coptas. *cultos a esses deuses, durante os 92
92. RELIGIÃO GREGA quais ofereciam-se *sacrifícios Júpiter como o pensamento. de pessoas e animais no meio do Também Apolo é um deus da sa- campo, nos bosques sagrados, bedoria e das artes. Edificou-se junto a fontes e pântanos, mais para ele um lugar de culto em tarde também nos *templos. - *Delfos, onde a sacerdotisa Cavalo, javali, touro, veado e cer- Pitonisa (Pítia) proclamava os tos pássaros eram tidos como *oráculos. Sua irmã Artemis é a animais e aves sagrados. Com a deusa da caça, Afrodite, a deusa conversão ao Cristianismo (fe- do amor e da beleza. O mensa- chada há cerca de mil anos para geiro dos deuses e deus do co- a maioria das tribos), desapare- mércio chama-se Hermes. ceu a religião germânica. *Reli- Posseidon reina sobre os mares gião nórdica. com seu tridente. Demétria é a deusa da agricultura e da fertili- Religião grega dade. Dionísio, deus do cresci- Os habitantes da Grécia an- mento e do vinho. - Na mansão tiga acreditavam num grande nú- dos mortos reina Hades, irmão de mero de deuses (*politeísmo). Há Zeus, com sua esposa Perséfones. diversas e diferentes narrativas O guia, de nome Caronte, trans- sobre o começo do mundo, en- porta os mortos em seu barco volvendo os deuses. Uma delas para a outra margem do rio conta que a deusa primitiva Estige. Os antigos imaginavam “Gaia” (= a terra) gerou o céu, que os mortos permaneciam os mares, as montanhas e nume- como sombras debaixo da terra. rosa descendência de deuses. Formam famílias e parentela, como se faz na terra. Têm filhos que vão crescendo. Habitam o monte sagrado, o Olimpo, os mares, as águas. *Hades, deus do mal, fica na mansão dos mortos. - Zeus, pai dos deuses, é o deus do céu e do tempo (meteo- rologia), rei dos deuses, governa o mundo do alto do monte Olimpo. Casou-se com sua irmã Hera, protetora das mulheres e do matrimônio. - A deusa da sabe- doria, Atene, nasceu da cabeça de 93
93. RELIGIÃO NÓRDICA Acreditava-se também que lá eles bre todos. Aos seus pés assenta- sofrem castigos pelos seus peca- vam-se as Nornes, três deusas, dos, e devem fazer penitência que teciam os fios do destino dos executando trabalhos interminá- homens. Os heróis tombados na veis. Sísifo, p. ex., conforme a batalha iam para o Walhall; e os lenda, tinha de empurrar monta- outros, para a mansão dos mor- nha acima uma pedra pesada que, tos. - Parte integrante da religião ao chegar no alto, rolava nova- nórdica é a crença no fim do mente para baixo. Daí vem a ex- mundo. Esperava-se por um “cre- pressão “executar um trabalho de púsculo dos deuses”, em cuja Sísifo”. Os gregos construíam ocasião deuses e homens perece- *templos e lugares de *culto para riam no incêndio geral, antes que seus deuses, cultuavam-nos com tudo desaparecesse num dilúvio orações de súplica, comprome- de água. Após o extermínio ge- tendo-se com eles através de *vo- ral surgiria das águas um mundo tos. Ofereciam-lhes animais de purificado. - As ações *cultuais abate e alimentos. Procurava-se consistiam no *sacrifício de ani- interpretar a vontade dos deuses mais e até pessoas. Os crimino- através de sinais diversos, para o sos eram jogados nos pântanos que se consultavam os videntes. sagrados. O lugar mais célebre de *Oráculo. culto era o *templo de Upsala na Suécia. A Eda fala também das Religião nórdica runas, isto é, da escrita usada pe- Os povos da Islândia já eram los antigos germanos. Odin é tido cristãos há mais de 200 anos. - como seu autor. Atribuíam-se- Os deuses da religião nórdica lhes efeitos *mágicos. - Nomes, correspondiam aos da *religião figuras e representações da *mi- germânica. Os deuses nórdicos tologia nórdica foram transmiti- Odin, Tor e Tyr chamavam-se dos principalmente através da Wodan, Donar e Ziu entre os *Eda. Eda é uma coleção de can- germanos. O grupo dos deuses ções sobre os deuses e as faça- escandinavos chamava-se Ases. nhas dos heróis. Seu reino acima da terra, Asgard; o reino subterrâneo, deserto e Religião oficial frio, Hel; e o reino intermediá- Confissão religiosa prescrita rio, Midgard, isto é, reino dos e apoiada pelo Estado. Então homens. Yggdrasil, a sempre ver- acontece muitíssimas vezes que de árvore do universo (árvore os adeptos de outras religiões são freixo), estendia seus ramos so- postergados; e os que deixam a 94
94. RELIGIÕES INDÍGENAS oficial, castigados. Nesses países pria sobre a *mansão dos mor- não há *liberdade religiosa. tos. Por isso adotaram os con- ceitos gregos. Orco era o nome Religião romana desse mundo; e Plutão, o deus Na Roma antiga, crença num dele. - A religião significava para grande número de deuses os romanos o cumprimento exa- (*politeísmo). Essa religião qua- to de prescrições. A vontade dos se não teve *mitos. Eles acredi- deuses era interpretada através tavam que todos os setores da de oráculos (*agouro). As vida estão sob a influência de um *ações cultuais consistiam prin- deus. - Muitos deuses romanos cipalmente em sacrifícios (ali- correspondem aos deuses gre- mentos, animais) e orações. gos, mudando-se apenas o nome. Muitas ações cultuais eram exe- O Deus máximo é Júpiter, seme- cutadas pelo chefe de família lhante ao Zeus grego. Seu tem- (*pai de família); havia também plo estava no Capitólio, uma das o sacerdócio oficial. As *vestais sete colinas de Roma. Era o san- pertenciam a ele. Por isso eram tuário máximo do Império Ro- chamadas sacerdotisas. Sobre o mano. Júpiter é o senhor do céu fim da religião romana: *virada e do tempo, o deus protetor de constantiniana. todos os romanos e guarda do Direito. - Juno, sua esposa, é Religiões africanas como a deusa grega Hera, pro- Já antes da pregação dos tetora das mulheres, do matri- muçulmanos e cristãos, havia di- mônio e da família. - Minerva, versas religiões na África. Por como seu modelo Atene, é a deu- mais diversas que sejam, o pon- sa da arte e da ciência. - Diana, to comum da maioria delas é a como Artemis na Grécia, é a crença num Ser supremo, cujo deusa da caça. - Vênus, como poder domina o universo. Os Afrodite, é a deusa do amor. - *antepassados são cultuados em Mercúrio, mensageiro dos deu- todas elas. *Totemismo, *Unim- ses e deus do comércio, trazido boti. para Roma pelos comerciantes gregos, corresponde a Hermes Religiões indígenas da Grécia. - Netuno, deus do As diversas tribos indígenas mar, ao grego Posseidon. - Ceres da América têm também religi- é a deusa da fertilidade; Baco, ões diferentes. O que é comum deus do vinho. - A princípio era- entre eles é a ligação com a natu- lhes estranha uma doutrina pró- reza. - Muitas religiões indígenas 95
95. RELIGIÕES MUNDIAIS cultuam uma força misteriosa especiais, recuados no passado, que os assiste e protege. É cha- como o *êxodo dos *israelitas, ou mada por alguns “Wakan Tanka” a *crucifixão de Jesus, para os ou “Grande Espírito”. É bem di- cristãos. - Mas há povos que não fundido o rito do *cachimbo sa- desenvolveram nenhuma escrita. grado (*Wakan Tanka; *Weisse A maioria deles não construiu ca- Büffelkalb-Frau). sas reforçadas, mas viveram mais em contato com a natureza ou no Religiões mundiais meio dela. A religião deles está São religiões que se dirigem fortemente marcada pela nature- ao mundo inteiro com sua men- za: A própria terra, os montes, os sagem. Transmitem a mesma fé, rios, os bosques, as fontes e os ani- embora com expressões diferen- mais são *sagrados para eles. - ciadas, a todas as partes do mun- Aqui entram, por exemplo, as re- do e a todas as culturas. Exem- ligiões de algumas tribos africa- plos de Religiões mundiais: Bu- nas, dos habitantes primitivos da dismo, Cristianismo, Islamismo. Austrália, dos aborígines. *Totem, O Hinduísmo e o Judaísmo são *Índios. tidas como “religiões nacionais”. Embora estejam abertas a todos, Relíquias dirigem-se em primeira linha aos Objetos deixados por alguma membros de seu povo. O Budis- pessoa *santa ao morrer: restos mo originou-se do Hinduísmo. mortais, roupa, adornos, objetos Não se entende o Cristianismo e de uso próprio, escritos etc. As o Islamismo sem a influência do relíquias são veneradas principal- Judaísmo. mente no Catolicismo, mas tam- bém em outras religiões. Costu- Religiões naturistas mam ser expostas aos fiéis em A elas pertencem os povos preciosas tecas (relicários, mais antigos, cuja vida estava sacrários, *ostensório). Podem marcada fortemente pela nature- ser vistas nos *altares de muitas za. São chamadas inexatamente, *igrejas católicas. mas não pejorativamente, Religi- ões naturistas. - Milênios atrás Réquiem houve povos que desenvolveram No Catolicismo, *Missa pe- uma escrita. Podiam editar livros, los mortos. O texto litúrgico, an- e deixar registrada sua História. A tigamente em latim, começava religião desses povos alimenta-se com a palavra “Réquiem”. - Di- da lembrança de acontecimentos versos músicos (Verdi, Brahms 96
96. RITUAL etc.) compuseram missas de “Ré- Rissho-Koseikai quiem” que se tornaram famosas. Uma espécie de *Confissão Do latim “requiem” = repouso, religiosa no *Budismo japonês. descanso. Seus membros devem ser estimu- lados a manter relacionamento Ressurreição harmônico com todos através da *Jesus retorna à vida. É a recitação diária do *Lotus-Sutra mensagem central da Fé cristã, e reuniões de comunidade. Deve- segundo a qual *Jesus Cristo não se aos fundadores, Nisano permaneceu na morte após a Nikkyo (nascido em 1906) e a crucifixão, mas passou para uma Naganuma Myoko (1889-1957), nova vida junto de Deus. O a forma atualizada das antigas *Novo Testamento não descreve doutrinas budistas. Há vários o acontecimento, mas entende a milhões de adeptos no mundo, ressurreição de Jesus como uma com a central em Tóquio. A tra- *ascensão para Deus. *Páscoa. dução de Rissho-Koseikai é: So- ciedade para estabelecimento do Revelação Direito e das relações com o pró- Manifestações de Deus na ximo. natureza, no sonho, nas experi- ências boas e más, nos livros. Rito Exemplos: Deus revelou-se aos Ação (litúrgica) executada israelitas no *Êxodo; aos cristãos, conforme determinadas normas, na pessoa de *Jesus de Nazaré; repetida sempre da mesma forma. aos muçulmanos, no *alcorão. - Exemplos: O *batismo cristão, a O *Apocalipse, último livro do *Prece muçulmana. - Do latim *Novo Testamento, significa “re- “ritus” = costume religioso. velação”. Ritual Rig-veda Manual contendo os ritos de Antiqüíssima coleção de tex- uma entidade religiosa ou social, tos do *Hinduísmo, anterior ao e a forma de executar as cerimô- ano 1000 a.C. Poetas diversos nias. - Há rituais para as mais di- compuseram 1028 *hinos aos versas ocasiões: nascimentos, deuses. No Rig-veda encontram- debutantes, casamentos, funerais; se poesias que desde séculos fo- e rituais para as ações diárias, no ram sendo transmitidas oralmen- correr do ano, ou para determi- te. - Do antigo hindu = livro de nadas ocasiões: catástrofes, inau- canções. guração de casas etc. 97
97. RODA DO ENSINO Roda do ensino Romaria Em muitas religiões, visita aos *lugares santos: túmulos de pes- soas singulares, igrejas e lugares onde aconteceram *milagres etc. - Os muçulmanos devem, ao me- nos uma vez na vida, empreender uma romaria para *Meca, caso a Segundo a concepção budis- saúde e as finanças o permitam. - ta, *Buda deixou uma doutrina Quem empreende uma romaria, para os homens de todos os tem- chama-se romeiro ou peregrino. O pos, que os ajuda a viver melhor. termo antigo para peregrinar era Ele colocou em movimento essa “caminhar”. Hoje usa-se o mes- “roda”, que gira até hoje. mo termo, mesmo quando se vai embarcado. Roma Capital atual da Itália e, na antigüidade, centro do Império Romano. Foi na cultura desse império que nasceu a *religião S romana. Sendo o eixo central do Sábado mundo, então conhecido no pri- Sétimo dia da semana, feria- meiro século d.C., Roma foi do para os judeus. Conforme a também o objetivo da viagem história da criação do mundo (cuja dos *apóstolos *Pedro e *Pau- narrativa se encontra no início da lo, que queriam testemunhar e Bíblia), Deus descansou do traba- defender a fé cristã diante do lho no sétimo dia (Gn 1). O sába- imperador. Ambos foram execu- do, para os judeus e adventistas, tados (martirizados) lá. Com o vai do pôr-do-sol da sexta-feira até tempo Roma tornou-se o centro o pôr-do-sol de sábado. Começa da Igreja cristã, pois foi nela que com uma *bênção *ritual na ceia o *Papa estabeleceu a sua sede da véspera. Aos sábados os judeus (*Vaticano). Roma manteve sua não podem fazer nenhum traba- importância também depois da lho, mas devem empregar o tem- queda do Império Romano. A po livre no estudo da *Torá. *Igreja Católica chama-se ofi- cialmente “Igreja Católica Apos- Sacerdotes tólica”. Alguns acrescentam Intermediários entre Deus e “Romana”. a humanidade. Presidem o *cul- 98
98. SACRISTÃO to e executam os *ritos sagrados. uma faca muito bem afiada, num *Presbítero. - Do grego “pres- golpe só. Assim fazendo, o animal bytes” - que preside. perde logo os sentidos. Dá-se uma bênção antes e depois do abate. A Sacramentais vítima não pode ser maltratada ou Na Igreja Católica, alguns ferida. Caso contrário, não é mais objetos de devoção e bênçãos. um animal “*puro”, no sentido bí- Exemplos: Exéquias, *rosário blico. (terço), água benta. Sacrifício humano Sacramentos Imolação de pessoas segun- No Catolicismo, sinais de do um *rito religioso. Em mui- salvação, instituídos por *Jesus tas culturas houve grupos ou mi- Cristo, e entregues à Igreja. Os norias que foram acusados injus- católicos e ortodoxos têm os se- tamente de praticar tais crimes. guintes Sacramentos: *Batismo, Por exemplo, judeus e cristãos *Confirmação, *Penitência, em Roma no tempo da *religião *Eucaristia, *Matrimônio, *Or- romana. Especialmente os judeus dem, *Unção dos enfermos. - No eram vítimas dessa acusação. Se Cristianismo, *ritos com *símbo- fosse encontrada morta uma cri- los, palavras da *Bíblia e orações ança dos cristãos, a suspeita re- que exprimem a deferência de caía sobre os judeus, que a teri- Deus para conosco. - Os evangé- am usado em seus ritos. - Desde licos reconhecem como Sacra- o tempo das *Cruzadas (século mento apenas o Batismo e a Ceia. XII), o povo foi instigado a tor- turar e matar judeus. Assim, co- Sacrifício animal munidades inteiras foram exter- Abate de animais, conforme minadas. - A farsa do sacrifício um rito próprio. - Os judeus somen- (ritual) humano foi praticada te podem comer a carne dos ani- também pelos nazistas, a fim de mais “puros” na linguagem bíbli- justificar seu ódio *anti-semita. ca. A carne de porco, p. ex., é proi- Hoje ainda há comunidades reli- bida. Torna-se permitida somente giosas, suspeitas de induzir seus quando o abate foi feito conforme membros a praticar o sacrifício um método próprio, que se chama humano ou suicídio. “schechita” em hebraico. O abate deve ser feito por um perito. Tra- Sacristão quéia, esôfago e tubo digestivo do Aquele que zela por uma animal devem ser separados com *igreja, cuida do *culto divino 99
99. SACRISTIA e o prepara. Nesses prepara- Sagrar tivos incluem-se: bater o sino, Ato de “santificar” pessoas ou ajeitar os objetos e livros da coisas para o *culto divino: igre- Liturgia, ajudar os *celebran- jas, cálices, também *sacerdotes e tes a se paramentarem etc. No- *bispos. Quando se trata de bispos mes análogos: guarda, zelador. e sacerdotes, usa-se o termo “or- - Do latim “custos” = guarda, denar”. Sair da Igreja. *Igreja. vigia. Salat Sacristia Palavra árabe para designar Dependência da igreja onde *Prece muçulmana. ficam os celebrantes e auxiliares antes do culto; onde se revestem dos paramentos para a *Liturgia; onde se guardam os paramentos e demais objetos sacros. - Do la- tim “sacrum” = sagrado. Saduceus Grupo de conotação política que existiu no Judaísmo desde a metade do século II a.C. até o ano Salmos 70 d.C. Preocupavam-se em Modalidade de cantos de lou- manter coexistência pacífica com vor, súplicas ou queixas, execu- o poder dominante de *Israel, na tados individualmente ou em co- época. Em questões políticas e munidade. Os salmos são conhe- religiosas eram adversários dos cidos em todas as religiões, mas *fariseus. Dominavam o *Con- quando se fala em salmo, selho Supremo. Rejeitavam as referimo-nos geralmente aos 150 teorias do *Halahá e não acredi- Salmos da *Bíblia hebraica. - Do tavam numa vida após a morte. - grego “psalmos” = o dedilhar do O nome deriva provavelmente de instrumento de corda. “Sadoc”, *sumo sacerdote, que reinou sob *Davi e *Salomão. Salvação Sadoc, palavra hebraica, signifi- Libertação de todo o mal. Si- ca “o justo”. tuação de quem está inteiro, ile- so, intacto. Estar bem é o ideal Sagrado de todos. O que mais fazemos, O oposto de *profano. porém, é a experiência do mal. - 100
100. SANGUE O homem religioso espera a sal- passamos por muitas vidas até o vação que vem de Deus, pois um nosso *carma tornar-se apto para de seus atributos é a sanidade e alcançar a redenção. *Moksha, santidade absoluta (*santo). - Em *Brahma. - Os budistas também algumas religiões há uma tradi- crêem na reencarnação, mas a ção, segundo a qual reinava so- meta é o *nirvana. - Do antigo bre a terra o estado de integrida- hindu = circuito. de que, entretanto, foi destruído por *culpa do homem. Deve vir Sanatana Dharma um *Salvador para restabelecer Assim os hindus denominam o estado original de sanidade. sua religião. - Do antigo hindu = ordem eterna, doutrina eterna. Salvador Aquele que traz a salvação e Sangha a cura. *Messias. - Do latim Assim se chama a *Ordem “salvator” = salvador. fundada por Buda, isto é, toda a comunidade das *freiras e dos Samaneu *monges. Em sentido mais amplo, Em algumas *Religiões também os *leigos budistas. - Do naturistas, é a pessoa que, devi- antigo hindu = comunidade. do ao seu contato direto com a natureza, procura entender os apelos da criação para poder aconselhar a respeito de doenças e outras necessidades. Pode tam- bém estabelecer contato com as *almas dos mortos (*antepassa- dos). Para chegar a isso, o “Samaneu” dança e pula bastan- te, até cair em *êxtase. Em se- guida invoca os espíritos. - Do antigo hindu “sramana” = aque- Sangue le que se esfalfa. Em muitas religiões repre- senta a força vital, ou a própria Samsara vida. Beber o sangue possibilita Conforme os hindus seqüên- apropriar-se dessa força ou vita- cia de várias vidas ou reencarna- lidade. O sangue pode ser impor- ção. Acreditam que, após a mor- tante como agente na expiação da te, renascemos em outra vida, e dívida ou no afastamento de al- 101
101. SANNYASINS guma desgraça. Em algumas re- dia entrar nesse recinto somente ligiões (*Judaísmo e *Testemu- uma vez no ano. Ali guardava-se nhas-de-Jeová, p. ex.) é severa- a *arca da aliança. No tempo de mente proibido beber sangue. Jesus (já era o segundo templo), o santo dos santos estava vazio. Sannyasins Ainda hoje nenhum judeu pode No Hinduísmo, *monges pisar na área antiga do templo, itinerantes. - Nome aplicado tam- com receio de pisar inadvertida- bém aos seguidores do Mestre mente no lugar onde esteve o hindu Rajneesh Chandra Mohan, “santo dos santos”. cognominado “Bhagwan”, o ve- nerável. Nos anos 70 do século Santo Padre XX, Bhagwan tornou o Título de honra e fórmula de Hinduísmo conhecido na Euro- saudação para o *Papa. pa e América do Norte, atraindo muitos jovens. Enquanto seus Santos alunos e alunas pediam esmolas *Canonização. pelas ruas da cidade com aquela roupa vermelha, Bhagwan diver- Santos do gelo tia-se na farra. Hoje o movimen- (Cat.) Santos cuja festa recai to chama-se “Osho”. - Do antigo nos dias gelados de maio na Eu- hindu = asceta (*ascese). ropa: São Mamerto, dia 11; São Pancrácio, dia 12; São Servácio, Santo dia 13; São Bonifácio, dia 14; O que pertence a Deus e está Santa Sofia (Sofia gelada), dia sob sua influência. - Com o ter- 15. Nesse mês ainda pode sobre- mo “santo” faz-se distinção en- vir uma onda de frio com geada. tre profano, comum e rotineiro do Segundo observações feitas du- que é divino e sagrado. rante longos anos, isso acontece de 11 até 15 de maio. Esses dias Santo dos Santos são designados pelo nome do O *templo judaico estava em *santo celebrado neles. A partir *Jerusalém. No ano 70 d.C., foi desses dias até o outono (outu- destruído pelos romanos. Nele bro na Europa), é difícil haver havia um recinto reservado, cha- uma noite gelada. mado “Santo dos santos”. Con- forme a crença judaica, Deus fi- Santos protetores cava presente ali de maneira in- No Catolicismo, desde o sé- visível. O *sumo sacerdote po- culo IX, há a crença de que, en-
102. SEXTA-FEIRA tre os *santos, especialmente 14 Seder deles (homens e mulheres) socor- Véspera da *Páscoa judaica, rem prontamente nas mais diver- na qual os fiéis comemoram a sas necessidades. Cada um deles saída dos *israelitas do Egito. tem uma especialidade: São Jor- *Êxodo. *Hagadá. ge protege os animais domésti- cos contra a peste; Santa Marga- Seita rida é a padroeira (*patrono) das Grupo menor que se separa gestantes. Os outros são: Santos da grande comunidade. O termo Braz, Erasmo, Pantaleão, Vítor, tem caráter depreciativo (*Teolo- Cristóvão, Dionísio, Ciríaco, gia). Se não queremos preconi- Átaco, Eustáquio, Egídio, Bárba- zar nem depreciar, prefiramos a ra, Catarina. expressão “comunidade especi- al” ou simplesmente “comunida- Santos Reis de religiosa”. Exemplos de “sei- O *Novo Testamento conta tas” ou sectários: *Hassidim para que, por ocasião do nascimento os judeus; *Testemunhas de de Jesus, um número indeter- Jeová para os cristãos; *alevitas minado de magos veio a *Jeru- para os muçulmanos. - Pode ori- salém (Mt 2,1-12). O texto cita- ginar-se do latim “secare” = cor- do fala de três presentes precio- tar, separar. Ou do termo latino sos: ouro, incenso e mirra. Daí a “sequi” = seguir. tradição deduziu terem sido três os reis que vieram ao presépio de Sereias Jesus. - Por ocasião da festa da Na *religião germânica, gêni- *Epifania nas regiões católicas, os das águas, representados como as crianças saem pelas ruas ves- belas jovens, que tentavam atrair tidas de reis magos, abençoando os homens para o fundo. - Do indo- as casas e recolhendo dinheiro germânico = lavar, banhar. para as crianças carentes. Sexta-feira Satã Dia festivo dos muçulmanos. Na *Bíblia hebraica, satã Nesse dia a oração do meio-dia aparece como *anjo antigo que na *mesquita é mais longa que seduz os homens procurando habitualmente. Em alguns países, desencaminhá-los. No Cristianis- onde a maioria é *muçulmana, as mo é equiparado com o *demô- escolas permanecem fechadas. nio. *Lúcifer. - Palavra hebraica Porém muitos trabalham. Na Tur- = inimigo, adversário. quia o domingo é feriado oficial. 103
103. SEXTA-FEIRA SANTA Sexta-feira Santa Shavuot Dia em que os cristãos come- Festa dos judeus, celebrada moram as dores da Paixão e a sete semanas depois da *Páscoa. Morte de *Jesus Cristo. - Do ale- Por isso é chamada também “Fes- mão antigo “Kara” = sofrimento. ta das semanas”. É uma festa de ação de graças pelos primeiros Shahada frutos do ano. Recorda ao mes- A mais curta e a mais impor- mo tempo a promulgação do tante profissão de fé do muçulma- *Decálogo aos *israelitas. *Pen- no. É assim: “Afirmo que não há tecostes. - Do hebraico = festa das outro deus senão *Alá, e *Maomé, semanas. o enviado (*profeta de Deus). Essa fórmula é recitada mais ve- Shekiná zes no dia e em ocasiões especi- Convicção judaica de que ais (nascimento, morte etc.). Deus está presente no meio de seu povo. - Do hebraico = habi- Shalon tação de Deus. Saudação dos judeus que quer dizer “paz”. Mas significa Shintoísmo (ou Xintoísmo) muito mais que simplesmente o Religião nacional do Japão. contrário de conflito ou guerra. O termo significa “Caminho dos Significa: Tudo bem, harmonia e deuses”. Cultua a natureza e os felicidade. - Do hebraico = paz. *antepassados. Os adeptos do Shintoísmo acreditam na existên- Shari’a cia de um grande número de se- Manual dos muçulmanos. O res divinos, chamados *kami. O Islamismo não é somente uma chefe supremo do Shintoísmo é religião que quer mostrar aos o imperador do Japão, o “Teno”, muçulmanos o caminho para tido como descendente de um Deus. Preocupa-se também com “Kami” divino. outras realidades terrestres, como o Direito: Nesse manual estão organizadas pelo sistema muçul- mano todas as perguntas sobre Direito. Há coisas que o homem deve fazer. Além disso há coisas proibidas e coisas permitidas. - Do árabe scharia = Caminho a seguir. 104
104. SINCRETISMO Shofar duas partes, depois de juntadas, Trombeta que é tocada em formavam um todo. As religiões determinadas circunstâncias da estão cheias de símbolos que fa- vida do judeu: No Ano Novo ju- lam de Deus e dos poderes divi- daico, no dia da *expiação, no nos, e atestam o temor e o res- início do *sábado. peito do homem. Sol, luz, água, pão, vinho, flores, incenso, árvo- Shulhan Aruh re, montanha etc. podem ser sím- Código de leis do Judaísmo bolos. Igualmente as *festas, nar- *ortodoxo, onde se encontra bem rativas, e *ritos podem ter impor- regulamentado como devemos tância simbólica. - Todos os sím- proceder na vida diária e em to- bolos têm múltiplos significados: dos os casos especiais, a fim de devem ser interpretados. Ao con- que as diretivas da *Torá possam trário dos sinais que têm somen- ser mantidas. - Do hebraico te um significado (as placas de “Shulhan Aruh” = mesa coberta. trânsito, por exemplo). - Do gre- go “symbolon” = alegoria, sinal Siddhartha Gautama distintivo. Nome do homem que, mais tarde, chamou-se *Buda. Sinagoga Lugar de reunião das comu- Sikhs nidades judaicas. A sinagoga Adeptos de uma religião é casa de culto e de ensino hindu, que surgiu no século XV ao mesmo tempo. - Do grego d.C., pela fusão do Hinduísmo “synagoge”. com o Islamismo. O *guru Nanaque (1469-1538) ensinava uma crença monoteísta. A Escri- tura Sagrada dos sikhs é o Adi- Granth. Os homens, tradicional- mente, usam barba, turbante e sabre. - Do hindu “sikh” = discí- pulo. Símbolo Sinal visível ou figura que Sincretismo significa uma realidade invisível. Concepções religiosas diver- Por símbolo entendia-se antiga- sas que se misturam. Um cristão, mente um sinal distintivo cujas por exemplo, que acredita na *re- 105
105. SINO encarnação, está sendo sin- *Novo Testamento (Mateus, Mar- cretista. - Do grego = mistura. cos, Lucas) chamam-se sinópticos porque têm longos trechos muito Sino semelhantes, até na palavras. - Do Peças, geralmente fundidas grego = vista de conjunto. em bronze, para ressoar. Já na antigüidade fundiam-se sinos Sionismo em metal, que eram dependura- Movimento iniciado em dos e batidos com o badalo. 1896 por Teodoro Herzl para Quanto maiores, mais sonora- dar aos judeus um país próprio. mente ressoam. São utilizados - Após a destruição pelos roma- para convocar o povo para reu- nos do *templo de *Jerusalém, niões e atos religiosos, ou comu- no ano 70, os judeus, seus ha- nicar alguma coisa, porque o bitantes, foram dispersados som é ouvido a grande distân- pelo mundo. Viviam em gran- cia. Para isso há sinos nos *tem- de parte na *diáspora, espalha- plos, e nas *igrejas, como tam- dos entre os cristãos, e mais tar- bém nos navios e nas câmaras. - de entre os muçulmanos. Fica- O carrilhão consiste num con- ram sujeitos a muitos ataques junto de sinos pequenos e gran- no decorrer de séculos (*anti- des, afinados de acordo. Na Ale- semitismo). - Sião era uma de- manha foram os *missionários signação da cidade de Jerusa- irlandeses que no século VIII lém; depois passou a significar introduziram os primeiros sinos “pátria dos judeus”. - Finalmen- e trouxeram o nome (do antigo te em 1948, após longas e difí- irlandês “cloan” = sino). ceis negociações, pôde ser cri- ado o Estado de *Israel na an- Sínodo tiga Palestina. No Cristianismo, reunião dos dirigentes da Igreja (*Bispos) e Sol invicto departamentos eclesiásticos, no Termo latino que significa qual deliberam e decidem sobre “deus do sol invicto”. Sua festa questões doutrinárias e assuntos foi marcada para o dia 25 de de- administrativos. *Concílio. zembro, no ano 274, pelo impe- rador Aureliano. Os primeiros Sinopse cristãos colocaram propositada- Justaposição de textos para mente nessa data a festa do *Na- constatar possíveis semelhanças. tal de Jesus. Pretendiam provar Os três primeiros *evangelhos do que *Jesus Cristo é maior que o 106
106. SUNA “Sol invicto”; Ele é a verdadeira Stupa Luz para o mundo. No Budismo, edifício respei- tado como um monumento que Solstício abriga *relíquias. Do antigo Na Europa, 21 de junho é o hindu = depósito de relíquias. dia mais longo do ano; 21 de de- *Pagode. zembro o dia mais curto. Quan- do os dias, a partir do verão, se Sucot tornam mais curtos, diz-se que é *Festa dos Tabernáculos. o solstício de verão. E quando, a partir do inverno, eles se tornam Sufismo mais longos, é o solstício de in- Corrente no Islamismo que verno. O solstício de inverno, de dá menos valor aos *Pilares da modo particular, é celebrado fes- fé, pois prefere sentir a presença tivamente em muitas religiões de Deus através da *meditação, porque simboliza a “luz que se da dança e da música. É a cor- levanta” e com isso, a vida que rente dos místicos do Sufismo. - desperta. Do árabe “suf” = lã branca. Os “sufis” vestem-se com roupa fei- Stonehenge ta dessa lã grosseira. *Dervixe, Construção do II milênio a.C. *Mística. no sul da Inglaterra, perto de Salisbury. Lá estão erguidos dois Sumo sacerdote círculos de pedra com mais de 4 Principal funcionário do metros de altura. Hoje não se *Templo de Jerusalém. Era o su- pode dizer quem prestou culto a premo sacerdote e Juiz dos ju- quem nesse lugar. Chama a aten- deus. Somente ele podia, uma vez ção o fato seguinte: No *solstício no ano, entrar no *Santo dos San- de verão, o sol passa pelo portão tos do Templo e invocar o nome de pedra e bate na pedra do meio, de Deus *Javé. Era o presidente que devia ter sido um altar. do *Conselho Supremo. Suna Antologia dos costumes (de Maomé). O *Profeta é modelo em tudo para os muçulmanos. Eles devem procurar fazer como ele fazia, ou tentar descobrir o que ele faria hoje. Para os *sunitas a Suna 107
107. SUNITAS é, ao lado do *alcorão, parte inte- do dia-a-dia. É dar aos fatos e às grante da doutrina muçulmana. - coisas uma força que eles não têm. Do árabe “Suna”. Exemplos de superstição: tentar ler o futuro, afastar influências malé- Sunitas ficas através da *magia. - O termo Adeptos da mais forte corren- superstição costuma ser usado de- te muçulmana. Entre os funda- preciativamente por alguns. Como mentos do Islamismo sunítico se dissessem: “Pura imaginação inclui-se, junto com o *alcorão, que não tem nada a ver com nossa a *Suna. Vem a ser, portanto, a religião”. *Amuleto, *Astrologia, direção traçada por Maomé, da *Talismã. maneira como foi transmitida e se encontra na coleção de senten- Sura ças denominada “Adite”. Para os Capítulos do *alcorão. O sunitas também é importante a alcorão consta de 114 suras, dis- questão seguinte: Quem deve ser postas mais ou menos de acordo o sucessor (“califa”) de Maomé? com o tamanho. As mais longas Depois de quatro califas, saídos vêm no começo. - Do árabe da família de Maomé, os outros “sure” = linha, capítulo. que se lhe seguiram não foram mais escolhidos pelo critério da Sutras origem familiar, mas da capaci- Textos doutrinários dos dade. Nesse ponto os sunitas dis- hindus. - Do antigo hindu = mé- tinguem-se dos *xiitas. todo, guia. Superintendente Swami Aquele que dirige uma cir- Título de honra dos cunscrição *evangélica. A cir- *brâmanes. No antigo hindu sig- cunscrição é formada por várias nifica “senhor”. comunidades. - Do latim = supervisor. Superstição Pontos de vista que diferem da T doutrina ensinada oficialmente por uma Religião. - Sinal da supersti- Tabernáculo ção é acreditar em forças e efeitos No Catolicismo, caixa bem que contradizem as leis conheci- adornada onde são conservadas das da natureza e as experiências as *hóstias consagradas. - Do la- 108
108. TAPETE DA ORAÇÃO tim “tabernaculum” = tenda, ca- 15,38-41). - Do hebraico “talit” bana. = manto. Tabu Talmude Em algumas culturas, a cren- No Judaísmo, livro contendo ça de que determinadas coisas e a explicação da Torá. São nume- pessoas têm tanto poder e força rosos os sábios que, ao longo dos desconhecidos, que é preciso séculos, discutiram a Torá e fi- evitá-los. Da língua polinesiana zeram comentários em torno = fortemente marcado. dela. Chama-se “Mishná” o cerne da coleção dos escritos do Taizé talmude, que surgiu no ano 200. Aldeia francesa onde, em Com as muitas opiniões em tor- 1940, o pastor evangélico Roger no da Mishná (*Gemará), nos Schutz fundou um *mosteiro. A séculos V e VI, surgiu esse livro comunidade dos *monges é que até hoje serve de base, quan- *ecumênica. Lá convivem mon- do se trata de descobrir o que a ges evangélicos, católicos e or- *Bíblia hebraica quer dizer. - Do todoxos, dedicando-se principal- hebraico “Talmud” = estudo, en- mente ao estudo do *ecu- sino. menismo. Taizé tornou-se, espe- cialmente para os jovens, um Tao ponto internacional de encontro. Palavra chinesa que quer di- zer “caminho”. Para o mestre da Talismã ciência Lao Tsé, que viveu no Objeto que pode trazer sorte século VI, Tao era o fundamento e livrar de prejuízos. Do árabe de tudo o que existe. Tao é infi- “tilasm” = figura mágica. nito, indescritível, perfeitamente bom. Se os homens observarem Talit o Tao, portanto, se andarem no Manto ritual. Manto com “caminho”, viverão em paz e har- que os *judeus do sexo mascu- monia. A base do Taoísmo é o li- lino cobrem-se durante a oração. vro de Lao Tsé intitulado “Tao Tê É um pano de formato retangu- Ching” = livro sobre o caminho. lar, de algodão, lã ou seda, qua- se sempre branco, com listas Tapete da oração azuis nas bordas, com franjas de No Islamismo, pano para for- lã ou seda em cada canto, e um rar o chão onde se faz a prece ri- número prescrito de nós (Nm tual. - Quando os muçulmanos 109
109. TE DEUM fazem a *Prece muçulmana, de- modo especial como descenden- vem lavar-se primeiramente e ter te de um deus. bem limpo o local da oração. A oração deve ser feita não somen- Teodicéia te na *mesquita, mas onde a pes- Estudo sobre Deus. - Se Deus soa estiver. O pequeno tapete ga- é o Todo Poderoso e o Amor ab- rante um chão limpo, pois cobre soluto, por que então existe todo alguma possível sujeira. o tipo de males no mundo? As- sim questionam as pessoas que Te Deum vêem uma contradição entre o Primeiras palavras do hino de bom Deus e o mundo cheio de louvor a Deus, conhecido como sofrimento. Foram dadas diver- *hino de Santo Ambrósio. O tex- sas respostas para esse e outros to já era conhecido no século V, problemas: Deus manda os ma- e foi musicado por importantes les como castigo ou provação. compositores: Hector Berlioz, Deus não pode impedir o sofri- Anton Bruckner etc. - Do latim mento. Ele não ama os homens, “Te Deum laudamus” = Ó Deus, coisa nenhuma. O sofrimento não nós vos louvamos. é tão ruim assim... - Não há uma Teodicéia aceita por todos. O pa- Tefilin pel da liberdade humana é avali- Tradução hebraica de ado de maneira muito diversa. *filactérios. *Predestinação. - Do grego = Explicação, defesa de Deus. Teísmo Corrente religiosa cujos Teofania adeptos acreditam num Deus pes- Aparição de Deus na terra. soal, absolutamente diferente do Diversas religiões acreditam que mundo. - Do grego “theos” = Deus deixou seu reino (*céu) por Deus. um determinado tempo para vi- ver na terra. - Do grego “theos” Templo = Deus, e “phainomais” = apare- Casa construída para uma di- cer. *Natal, *Epifania. vindade. - Do latim “templum” = templo. Teologia Doutrina sobre Deus. Quem Teno discorre sobre Deus está fazen- No *Shintoísmo, nome do do teologia. No sentido estrito, imperador do Japão, cultuado de teologia é uma ciência que se 110
110. THERAVADA ocupa de Deus. No Cristianismo, do-as pelos dedos enquanto divide-se em quatro áreas prin- oram, não é necessário mais con- cipais: Exegese ou estudo da Bí- tar o número prescrito de orações blia, História da Igreja, Teologia ou invocações. Dogmática, Teologia Pastoral. - Do grego “theos” = Deus, e Terra Prometida “Logos” = palavra, ensinamento. Para *Israel, expressão de respeito. Teologia Feminista *Teologia de “mulheres para Terra Santa mulheres”. Deus não é nem ho- Entre judeus e cristãos, mem nem mulher. Contudo os ho- circunlóquio para *Israel. mens marcaram a fé na Igreja du- rante séculos e séculos. A “Teolo- Testemunhas-de-Jeová gia Feminista” estuda, de modo Membros de uma religião especial, que papel cabe às mulhe- fundada em 1874 pelo america- res na Bíblia, na Igreja e na Socie- no Charles Taze Russell (1852- dade. Pretende tornar claro o “lado 1916). Os testemunhas-de-Jeová feminino” de Deus, e fazer valer interpretam a *Bíblia literalmen- os pontos de vista e os anseios da te, mas não acreditam na *Trin- mulher. - Do grego “Theologia” = dade divina. - Baseando-se numa doutrina sobre Deus, e do latim falsa interpretação pensava-se “femina” = mulher. antigamente que o nome de Deus na *Bíblia hebraica era Jeová. Terço Daí por que os adeptos dessa re- No Catolicismo, cordão com ligião querem ser “testemunhas diversas “contas” que se passa de Jeová”. Fazem-no percorren- pelos dedos, enquanto se recita do as ruas e oferecendo suas re- um número determinado de Pai- vistas (“Torre de vigia”), ou ba- nossos e Ave, Marias. A recita- tendo às portas dos moradores ção do terço é uma das devoções para pregar a *Missão. No mun- com que os católicos honram a do os testemunhas-de-Jeová são *Maria. Esse cordão de contas cerca de 4,6 milhões. chama-se também rosário porque as Ave, Marias formam como que Theravada um ramalhete de rosas com que Corrente que marcou o *Bu- Maria é adornada. - Entre hindus dismo de Hinayana. - Do antigo e muçulmanos, usam-se tais cor- hindu = seguindo o discurso dos rentes de oração porque, passan- antigos. 111
111. TIARA Tiara Totemismo Coroa do *Papa durante Concepção de algumas *Re- muito tempo. Era formada por ligiões naturistas, segundo as três anéis sobrepostos. Signifi- quais um grupo humano origi- cava o senhorio supremo do nou-se de determinado animal. Papa e seu encargo tríplice de Esse animal não deve ser consu- *Sacerdote, Pastor e Mestre da mido pela tribo, pois é o “totem” Cristandade. Em 1964 o Papa da raça. *Tabu. Paulo VI depôs esse sinal de domínio. Queria com isso renun- ciar aos direitos e títulos mun- danos, ligados à tiara. - Da lín- gua persa = espécie de chapéu com que os reis se cobriam. Ou do latim “tri-regnum” = reinado tríplice. Todos os Santos No Catolicismo, festa cele- brada no Domingo seguinte ao dia 1º de novembro. Nesse dia são lembrados especialmente os *santos que não constam no ca- lendário do *ano litúrgico. Tohuwabohu Grande confusão. Expressão Tradição hebraica tirada do Gênesis (1,2), Transmissão, oral ou escrita, onde se fala que no começo da de acontecimentos e costumes criação a terra era um tohu wa para a posteridade. A tradição é bohu = deserta e vazia. importante para as religiões por- que ajuda a regulamentar ques- Torá tões que surgem no dia-a-dia, No Judaísmo, os cinco livros mas não são tratadas nem na *Es- de *Moisés ou Lei judaica. O ide- critura Sagrada e nem nos livros al do Judaísmo é sacralizar a de *Teologia. Exemplos: Procis- Torá, venerando-a e aplicando-a são de São Martinho, dia 11 de na vida de cada dia. novembro na Alemanha; Brin- quedos na festa judaica de 112
112. ÚLTIMA CEIA *Chanuca. - Do latim “traditio” = costume, transmissão. U Transcendente Que ultrapassa nossa experi- Última Ceia ência e o conhecimento que po- Refeição ritual realizada demos adquirir com nossos sen- por *Jesus de Nazaré com seus tidos. Deus é transcendente pois amigos, os *Apóstolos, antes ninguém pode ver a Deus, nem de morrer. O *Novo Testamen- experimentá-lo com os sentidos to narra que ele a celebrou na da visão, do olfato, do sabor etc. véspera de sua Paixão (Mt - O homem religioso que procu- 26,26-29; Mc 14,22-25; Lc ra a Deus, de algum modo trans- 22,15-20; 1Cor 11,23-26). Os cende. - Do latim “transcendere” cristãos a celebram na *Quin- = passar por cima, ultrapassar. ta-feira Santa. - Em cada *cul- to divino e em cada *Missa re- Trapistas alizam essa Ceia, proferindo Membros de uma *Ordem uma *bênção sobre o Pão e o católica. Vivem, segundo uma Vinho, em memória de Jesus. regra muito severa, em constan- Eles acreditam na sua presen- te silêncio, isolados do mundo. ça debaixo das espécies de pão O nome vem do primeiro mos- e vinho. *Eucaristia, *Festa do teiro, fundado em Trapa (França), Corpo de Deus. em 1098. Tributo eclesiástico Na Alemanha e outros países, é o tributo dos membros das Igre- jas. É recolhido diretamente pelo governo, descontando-se no sa- lário, ou pago junto com o im- posto de renda. Trindade divina *Dogma cristão. Ensina que há um só Deus em três pessoas realmente distintas: Deus Pai, Deus Filho, Deus Espírito San- to. 113
113. UMMA Umma Comunidade de todos os mu- Unimboti çulmanos. Quem pertence à Membros da tribo africana do “umma” declara-se a favor da Deus Bassar. Para eles Unimboti *Shahada. *Maomé foi o primei- é o princípio invisível da vida, ro a dirigir a umma. Nessa co- mas também muito afastado do munidade há sábios, mas nenhu- homem. *Religiões africanas. ma *hierarquia. Upanixade Unção Escritas sagradas do Hin- Ato de ungir com óleo bento duísmo. Apareceram já no sécu- segundo rito próprio. Antigamen- lo VIII a.C. Ensinam a união da te era difícil confeccionar óleos *alma com o *Brahman. Não e ungüentos porque ficavam ca- precisamos ter medo da morte, ros. Ordinariamente eram usados pois passamos para um novo ser. na comida; mas no corpo somen- Se o homem se desprender de te de modo extraordinário. - Un- toda a cobiça durante a vida, pode gir com óleo era um sinal sagra- tornar-se um com o Princípio de do que todos entendiam: Derra- tudo. - Do hindu = assentar-se mava-se óleo sobre a cabeça de para ouvir uma instrução se- quem era escolhido para rei. Essa creta. infusão significava a missão sa- grada que vinha de Deus. - O óleo Urbi et orbi também era utilizado no trata- mento dos enfermos. Nesse sen- Em ocasiões solenes (na ce- tido ele é utilizado em diversas lebração natalina ou pascal), o religiões. *Crisma, *Cristo, *Sa- *Papa dá uma *bênção solene cramento, *Unção dos enfermos. “Urbi et orbi”, isto é, para a ci- dade de Roma e para o mundo. - Unção dos enfermos Do latim “urbs” = cidade; “orbs” Na *Igreja Católica, um dos = mundo. sete Sacramentos. O *sacerdote abençoa o doente, depois unge- lhe a fronte e as mãos com os Santos Óleos (*Óleo dos enfer- mos), enquanto pronuncia a fór- V mula sacramental. Varna Ungido Expressão hindu para signi- *Cristo. ficar *casta. 114
114. VESTE TALAR Vaticano xão oferecem a redenção, e são Sede do *Papa e centro ad- modelos para todos. *Buda e ministrativo da Igreja Católica. muitos outros bodhisattvas são *Roma está edificada sobre sete cultuados nos *templos e nas colinas. Uma delas é a colina do *festas. - Do hindu = mahayana. Vaticano. Lá se encontram os edifícios oficiais e a igreja do Veículo menor Papa (catedral de São Pedro). Em *Hinayana. 1929, através de concordata com o governo italiano, o território do Vênus Vaticano tornou-se um país inde- *Religião romana. pendente. Tem apenas 44 km quadrados e uma população apro- Vésperas ximada de mil pessoas. O Papa é Oração litúrgica que se reza o primeiro mandatário. Nos paí- à tarde. Consta de cânticos, sal- ses que visita, é recebido com as mos, leituras tiradas da *Bíblia, honras dos presidentes e reis. do *Pai-nosso. - Do latim “Vésper” = tarde. Vestais Sacerdotisas da Roma antiga. A deusa Vesta da *religião roma- na era a protetora do *altar, da casa, do fogo sagrado. Havia em Roma um *templo a ela dedica- do, zelado pelas sacerdotisas Vedas (vestais). Essas mulheres viviam Livros sagrados dos hindus, numa espécie de *mosteiro e dos quais os mais antigos surgi- eram respeitadas como virgens. ram já no século II a.C. - Do Se uma vestal transgredisse o re- hindu = saber. *Rig-veda. gulamento severo, era enterrada viva. Veículo Grande A maior corrente religiosa do Veste talar *Budismo, segundo a qual podem Veste longa e preta que vai atingir o *nirvana todos que se até os calcanhares. É a vestimenta voltarem confiantes para os mui- oficial dos eclesiásticos. Os pas- tos *bodhisattvas terrenos e ce- tores evangélicos usam-na ape- lestes. Em sua ilimitada compai- nas durante o *culto divino; os 115
115. VESTIÇÃO católicos às vezes também fora corrido por *Jesus, desde a con- da igreja. - Em alguns países os denação, flagelação, execução *rabinos usam a veste talar du- na cruz, até o sepultamento. Os rante o culto. - Antigamente a cristãos percorrem esse cami- veste talar era o vestuário de to- nho de 14 estações em clima dos os cientistas e professores. Os de *meditação. Ultimamente juízes usam-na até hoje. - Do la- acrescentou-se a 15ª estação, na tim “talaris” = que vai até os cal- qual se medita a ressurreição do canhares. Senhor. Hoje em dia há textos nos *devocionários para se Vestição acompanhar a Via-Sacra. - Essa Nas *Ordens religiosas, en- devoção começou em *Jerusa- trega solene do *hábito aos no- lém, onde os peregrinos iam vi- vos membros. Chama-se também sitar os lugares históricos para tomada de hábito. orar. - Sob esse título há obras de arte representando todas as Veterocatólicos estações. Encontram-se nas Membros de uma *igreja que igrejas ou ao longo dos cami- se separou da *Igreja Católica nhos, nomeadamente nos cen- Romana em 1870, porque não tros de *romaria. quiseram aceitar o *dogma da *infalibilidade do *Papa. Os Virada constantiniana “Veterocatólicos” praticamente Reconhecimento oficial da não existem no Brasil. Nos ou- religião cristã pelo Imperador tros países chegam a 500 mil romano Constantino. Os primei- membros. ros cristãos eram perseguidos e martirizados por causa de sua Fé Via dolorosa (*mártires). Constantino, apoi- Caminho percorrido por *Je- ado numa visão, mandou pintar sus de Nazaré através de *Jeru- uma cruz no escudo de seus sol- salém, quando foi conduzido até dados e assim, no ano de 312, o local da *crucifixão. Ainda hoje alcançou importante vitória mi- os *peregrinos percorrem esse litar. Em sinal de reconhecimen- caminho rezando. - Do latim = to, concedeu à religião cristã os caminho doloroso. mesmos direitos que tinham as outras religiões. Esse fato fi- Via-Sacra cou marcado como “virada Devoção cristã na qual os constantiniana”. O Cristianismo fiéis recordam o caminho per- nascente, antes oprimido, foi 116
116. VULGATA favorecido pelo imperador ções e práticas inspiradas pela Constantino, sendo finalmente *ascese. Os sacrifícios podem proclamado Religião única no ter diversas finalidades: entre- Império Romano. No ano 321 ga, louvor, ação de graças, ex- Constantino decretou feriado o piação ou o cumprimento de um Domingo. Em 325 convocou o pedido. *Concílio de Nicéia. Embora se colocasse tão ardorosamente ao Vodu lado da *Igreja, somente pouco Religião do Haiti, mistura- antes de sua morte se fez ba- da com diversas concepções tizar. religiosas (*Sincretismo). De um lado, elementos de *religi- Visão ões africanas, que os escravos Vista daquilo que não pode- trouxeram para a Ilha; de outro, mos enxergar naturalmente, por- elementos do Cristianismo ca- que está acontecendo em outro tólico. Nessa religião os *ante- lugar, ou em outra época, ou na passados recebem culto espe- própria imaginação. Em algumas cial. religiões há os “visionários”, pes- soas dotadas para ter visões. - Do Votos latim “visio” = vista, aparição, Promessas solenes feitas di- imaginação. *Profeta. ante da comunidade ou/e diante de Deus. Promete-se, com esse Vishnu gesto, fazer ou deixar de fazer Deus hindu. Forma uma trin- alguma coisa, por determinado dade com os deuses *Brahma e tempo ou por toda a vida. Os *Civa. Representam o ciclo da membros de *Ordens religiosas vida. Brahma é o criador, quem emitem votos perpétuos. fez tudo. Vishnu é quem conser- va, quem faz viver e prosperar Vulgata tudo. Civa é o destruidor. Os originais dos livros da *Bíblia foram escritos em diver- Vítima sas línguas, a maioria deles em Oferta voluntária a Deus ou hebraico e grego. Fizeram-se di- aos deuses. Há em quase todas versas cópias ao longo dos tem- as religiões. As vítimas podem pos que, aqui e ali, discordavam ser flores e arbustos perfuma- em pontos acidentais. No ano 382 dos, trigo e frutas, animais aba- o *Papa Dâmaso encarregou tidos e até pessoas, também ora- *São Jerônimo de traduzir a Bí- 117
117. WAKAN TANKA blia para a língua latina, que era Xintoísmo a língua usada naquele tempo. *Shintoísmo. Essa tradução tornou-se comum em toda a parte. - Do latim Xipe Totec “Vulgata” = espalhada por toda Cultuado entre os Astecas a parte. como deus da primavera. Fazia parte do *culto o *sacrifício de uma pessoa, da qual se tirava a W pele enquanto viva. Com a pele do rosto cobria-se a face do deus Xipe Totec. O resto da pele era usado pelos *sacerdotes como Wakan Tanka sinal de renovação da vida. - Assim é chamada pelos ín- Xipe Totec = nosso Senhor, o es- dios sioux a força vital e o espí- folado. rito divino. *Dança do sol. *No- vilha branca. Y X Yin-Yang Xiitas Corrente religiosa dos mu- çulmanos. Os xiitas, contraria- mente à maioria dos muçulma- nos que são *sunitas, acreditam que o legítimo sucessor do *Pro- feta *Maomé é seu genro Ali. São portanto adeptos de Ali, que eles quase endeusam. Os xiitas acre- ditam que um dia virá o “Imã Mahdi”; ele irá estabelecer o seu reinado sobre o Islamismo. Símbolo chinês para signifi- “Mahdi” vem do árabe e signifi- car a reconciliação das antíteses. ca guiado por Deus. - Do árabe A escuridão dá valor à clarida- “shia” = partido. de, quando a claridade faz res- saltar o valor da escuridão. Com 118
118. ZEUS outras palavras: Somente perce- bemos a claridade quando colo- cada ao lado da escuridão, e Z vice-versa. Sob este princípio claro/escuro, podem-se incluir Zaddik outros pares: feminino/masculi- No *Hassidismo judaico, no, tranqüilo/agitado, quente/ professor ou mestre que faz mi- frio, noite/dia etc. - “Yin” = es- lagres. - No hebraico = o justo. curo; “Yang” = claro. *Religiões chinesas. Zakat Donativo, esmola. Dar esmo- Yoga la aos pobres faz parte dos *pila- Método hindu para chegar ao res da fé do Islamismo. Do árabe conhecimento sobrenatural e ad- = esmola. quirir capacidades sobre-huma- nas através de exercícios respi- Zaratustra (Ou Zoroastro) ratórios e posturas do corpo. *Parses. Yom Kippur Zen O maior feriado judeu. É a Expressão japonesa para sig- festa da expiação, na qual Deus nificar *meditação. Há técnicas perdoa todos os pecados. Judeus que ajudam o “Zen” a atingir a piedosos passam esse dia na *si- iluminação: maneira de assentar- nagoga, fazendo *jejum e *ora- se, de respirar e soltar-se mental- ção. mente etc. Zeus *Religião grega. 119
119. 120

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.